Rondonópolis/MT,

Aprenda a cuidar bem dos pés


Os pés são os responsáveis por nosso transporte, aguentam o peso do nosso corpo, mas costumam ser os mais esquecidos em matérias de cuidados e ainda sofrer com sapatos apertados, pontiagudos e saltos muito altos.

Os pés devem ser muito bem lavados com sabonete antisséptico diariamente e secados com a toalha, inclusive entre os dedos dos pés, pois ficando úmidos, evolui com maceração e intertrigo (micose), o que pode agravar o odor ruim.

É necessário lixar os pés? Com que frequência? O ideal é após o banho?
Não é necessário lixar os pés regularmente, mas vai depender do grau de calosidade de cada um. O ideal é após o banho. E sempre aplicar cremes hidratantes específicos para os pés, com uma quantidade de ativos como uréia, lactato de amônia maior. O creme hidratante para o corpo não serve para os pés. Enquanto o do corpo tem em média 8% de uréia, o dos pés tem de 20% a 30% de uréia, o que os deixam com um poder de hidratação maior.

Como manter os pés macios?
Evitar andar descalço, inclusive em casa, pois a pele do pé ficará mais grossa devido ao trauma (pelo fato de pisar diretamente com o pé no chão duro). A calosidade aumenta em resposta ao trauma repetido. Para mantê-los macios, deve-se aplicar cremes específicos para os pés à noite, e pode fazer uma vez por semana uma hidratação profunda, aplicando um creme com maior percentual de ativos e depois aplicando um plástico para aumentar a absorção. Coloque o plástico (estilo PVC) e uma meia para poder continuar andando pela casa.

Banho para ter pés macios
Amoleça a pele dos pés deixando-os de molho entre 5-10 minutos em água morna com vinagre (a cada litro de água morna, acrescente meio copo de vinagre). Depois massageie os pés com óleo de amêndoas  ou seu creme hidratante. Repita o procedimento uma ou duas vezes por semana. Aproveite o momento para limpar pés e aparar as unhas depois que tirar da água morna, antes de massagear com o creme.

 Com que frequência as unhas devem ser cortadas?
Depende do crescimento, com a idade o crescimento das unhas, principalmente dos pés, diminui, e demora mais. Porém as unhas dos pés nunca devem ser grandes, pois acumulam sujeira e permitirão uma maior propensão de micoses, principalmente pelo uso constante de sapatos fechados, mas
não corte as unhas muito curtas para evitar que encrave.

A cutícula deve mesmo ser retirada?
Deve-se evitar ao máximo retirar a cutícula, ela é uma proteção natural contra fungos e bactérias, principalmente nos pés. O que se pode fazer é retirar um excesso. Até porque quanto mais se empurra e retira, a produção irá aumentar e, inclusive, a cutícula ficará mais espessa como uma resposta do organismo ao trauma.
 
O que causa micose nos pés? Como evitá-las? Como tratá-las?
A micose dos pés é causada pelo calor e umidade, ou seja, deixar os pés úmidos após o banho, sapatos fechados diariamente. Deve-se secar bem os pés com a toalha, inclusive passando a toalha entre os dedos dos pés, principalmente entre os últimos. E em pessoas mais idosas em que os dedinhos dos pés ficam uns sobre os outros. Evitar usar sapatos fechados diariamente. Em casa, sempre andar de chinelos e sapatos abertos. Trocar o sapato, não usar o mesmo sapato diariamente, pois não dá tempo de arejar. Procure deixar os sapatos em local arejado antes de guardá-los. A prevenção à micose nos pés se inicia com essas regras básicas. Caso ela apareça é preciso aplicar produtos tópicos antifúngicos específicos prescritos pelo seu dermatologista.

Devemos usar protetor solar nos pés?
Sempre no dorso dos pés. É uma área comumente esquecida e que muitas vezes tem queimaduras importantes, além da marca do chinelo.

O que provoca o aparecimento dos calos e bolhas nos pés? Como evitá-los? Como tratá-los?
O uso de sapatos inapropriados, apertados, ou que tenham uma costura, por exemplo, que machuca. Evitar o uso desses sapatos. Se na própria loja o sapato aperta ou incomoda, não compre, pois no dia-a-dia será ainda pior. O tratamento do calo é a realização de uma esfoliação na área. Após esse procedimento é bom passar a usar palmilha com o sapato que causou o calo, se não, ele voltará. Nunca corte o calo! Isso vai apenas machucar o local e não resolverá o problema. Para tratar a bolha é preciso lavar bem o local com sabonete antisséptico e hoje em dia já há nas farmácias curativos com substâncias para cicatrização mais rápida da bolha. Se a bolha for muito grande, pegue um alfinete, limpe-o com álcool e depois dê um furinho na bolha para tirar o liquido que dificulta a cicatrização. Depois faça o mesmo procedimento com o sabonete e o curativo.

Como evitar o mau cheiro do pé (chulé)? Como tratar?
Evitar:
- Lavar bem os pés com sabonetes antissépticos.
- Secá-los bem após o banho, e passar a toalha entre os dedos.
- Nunca calçar um sapato ou tênis com os pés úmidos e sem meias.
- Trocar as meias diariamente e lavá-las. Nunca repita a meia após deixar secar na janela. Elas devem ser sempre lavadas, mesmo se usadas por poucos minutos.
- Use meias de algodão, evite meias sintéticas, que aumentam a transpiração.
- As meias dry fit também são uma ótima opção.
- Prefira sapatos abertos.
- Se precisar usar sapatos fechados, não use o mesmo diariamente. Troque os sapatos e deixe-os em local arejado antes de guardar.
- Saiba que sapatos fechados, de borracha ou de plástico, impedem a ventilação dos pés, o que aumenta ainda mais a transpiração.
- Mantenha os sapatos e tênis sempre limpos.

Tratamentos:

O tratamento visa a diminuir a produção de suor e a diminuir a população bacteriana. Retirar esses fatores agravantes. Pode ser usado produtos antitranspirantes. Deve ser avaliado com um dermatologista a necessidade de tratamento antifúngico e antibacteriano. Não há medicamento oral para o problema. O médico também poderá receitar um creme de manipulação para ser usado nos pés. Para quem tem um suor bem excessivo nos pés, o dermatologista poderá ainda indicar o tratamento com a toxina botulínica. 

Como Cuidar dos Pés com Rachaduras?
Muitas vezes as rachaduras são ocasionadas pela falta de hidratação na pele, em muitos dos casos, essa rachaduras vão se aprofundando cada vez mais que podem provocar sangramento de tão ressecadas, se tornando portas de entrada para fungos e bactérias, sem falar do desagradável aspecto visual, o uso de calçados abertos, e que costuma incomodar principalmente no período do verão, considerada uma das estações mais propensas para esses problemas, são as causas mais comuns dessas rachaduras.
Para prevenir esse mal e manter seus pés sempre lindos, é sempre bom que procuremos um bom podólogo, mesmo que as rachaduras estão apenas no inicio, mas algumas receitas caseiras podem te ajudar a combater as terríveis rachaduras.

1) Banho de leite e creme de própolis
Ingredientes:
  • 1/2 litro de leite;
  • 1 litro de água mineral, ou filtrada;
  • 100 g de vaselina sólida;
  • 1 colher de chá de mel;
  • 1 colher de café de extrato de própolis;
Preparo:
Bata a vaselina até ela ficar com uma coloração esbranquiçada. Adicione o mel e o extrato de própolis e misture bem. Pronto, o creme de própolis está pronto. Guarde em uma vasilha com tampa.
Ferva a água e adicione o leite após a retirada do fogo. Coloque em uma bacia que comporte os seus pés.
Aplicação:
Deixe os pés na água por aproximadamente 10 minutos. Retire-os da bacia e seque bem. Logo após aplique o creme de própolis.
Repita o procedimento diariamente, até que se obtenha resultado. Depois, para manter, faça pelo menos uma vez por semana.

2) Hidratação com Melhoral
Ingredientes:
  • 10 comprimidos de Melhoral adulto;
  • 1 vidro de glicerina líquida;
  • 10 colheres de sopa de creme hidratante (para os pés);
  • 1 vidro de água oxigenada (usada para tingir cabelos);
Preparo:
Coloque tudo dentro do liquidificador e bata bem, até chegar a uma consistência agradável;
Procedimento:
Aplique nos calcanhares e no restante dos pés, de preferência a noite, antes de dormir. Repita o procedimento até obter resultado.