Rondonópolis/MT,

Vai uma corridinha aí?


O esporte ganhou muitos adeptos, afinal, é eficiente e barato. Mas será que uma calçada e fôlego já é suficiente para ser um bom corredor? Se praticada da maneira incorreta, a corrida pode provocar sérias lesões nas articulações e fraturas, além de doenças mais graves.

Uma pesquisa realizada pelo Núcleo de Estudos em Esporte e Ortopedia, pela Corpore (a maior organizadora de corridas da América Latina) e pela Sociedade Brasileira de Traumatologia – com 7.731 corredores amadores – demonstrou que 71,2% dos entrevistados já sentiram dores em decorrência do esporte e 53,1% já sofreram lesões. Então fique esperto com as dicas:

1 – Antes de começar a praticar a corrida de rua, é aconselhado consultar um médico especialista e são três exames que você deve fazer. “O cardiovascular examina a pressão arterial e a frequência cardíaca, o metabólico mede as taxas do sangue, como o colesterol e a glicose, e o biomecânico que identifica a pisada do atleta e a angulação dos joelhos”, explica Alexandre Póvoa Barbosa, ortopedista e médico do esporte, de São Paulo.

2 – O uso inadequado do tênis também tem relação direta com as lesões e para saber se o problema é esse, repare se sente dores constantes na coluna, no quadril, joelho, tornozelo ou pé.

3 – Por isso, a preocupação do corredor com seu tênis é importante, então, fique esperto. Para escolher seu pisante fique atento aos três tipos de pisadas.. A neutra, a supinada, que é para fora, e a pronada, que é para dentro. E há um tipo de tênis para cada caso.

Para se preparar:

Alongamento
Cinco minutos de alongamento antes e depois do treino são o segredo para ganhar flexibilidade e deixar os músculos em ponto de bala para correr

Panturrilha e posterior de coxa
Com uma perna semiflexionada e outra apoiada num degrau pelo calcanhar, leve o tronco à frente até tocar o pé.

Quadríceps
De pé, flexione uma perna para trás e segure o pé junto ao glúteo, mantendo a perna de apoio semiflexionada e o quadril encaixado.

Quadril
Desça até o chão com uma perna (flexionada a 90 graus) à frente da outra (estendida) e as mãos espalmadas e leve o quadril o mais próximo do solo.

Interior de coxa
Com as pernas bem afastadas, mãos espalmadas no chão entre elas, flexione uma das pernas e abaixe, mantendo a outra estendida.

Alimentação

Antes do treino
O que você vai comer depende de quanto vai correr: se for menos de uma hora, faça um lanche antes e hidrate-se até o final do exercício. Quem vai treinar por mais de uma hora precisa repor carboidratos durante a atividade.
- 1 punhado de uvas passas ou 1 gel de carboidrato dão conta do recado.

Depois do treino
Agora é preciso repor a energia e restaurar os músculos. Para isso, dá-lhe carboidratos de alto índice glicêmico – como arroz e pão brancos, batata e mel – e proteínas. Aposte ainda nos alimentos antioxidantes (folhas, vegetais e castanhas) para evitar a proliferação de radicais livres na musculatura.

Fonte: Men's Health