Rondonópolis/MT,

Tudo sobre agachamento


O agachamento é o exercício mais básico e completo do mundo da Musculação. Ele é capaz de ativar um grande número de grupos musculares de uma só vez, o que o torna um exercício global. Existem muitas dúvidas e mitos acerca do Agachamento, e é justamente por isso, vamos esmiuçar este tema agora:

Vilão ou Mocinho:
O Agachamento bota medo em muita gente! Muitos acham que ele pode lesionar a coluna, o joelho etc. Mas calma! Não é bem assim... Não se pode generalizar, pois para todo e qualquer exercício é preciso usar o BOM SENSO, analisar e qualificar “quem é” o aluno que irá realizar exercício. Se trata de um aluno que já possui um histórico de lesão no joelho ou na coluna, obviamente, o Agachamento deve ser evitado ou adaptado. O que deve ficar claro é que não existe “exercício proibido”. O que existe é “exercício adequado” para cada perfil de aluno. Esta analise, cabe ao Professor que irá aplicar o treino de uma forma individualizada / personalizada.

Amplitude:
Outro ponto polêmico é a amplitude do movimento, ou seja, até que ponto se deve descer na fase negativa. Mais uma vez, a palavra é BOM SENSO. Um estudo muito interessante, mostra que o ângulo em que há maior sobrecarga articular no joelho é exatamente o ângulo de 90 graus. Sendo assim, para a surpresa de muitos, se o aluno realizar o Agachamento completo (levar o glúteo próximo aos calcanhares), ele NÃO terá uma maior sobrecarga articular nos joelhos do que quem o realiza somente até os 90 graus. Ele apenas estará suportando a máxima sobrecarga articular por mais tempo. Por isso, está na hora de acabar com o preconceito que há acerca do Agachamento completo, que é um excelente exercício. Pessoas que não tem histórico de lesão podem e devem realizá-lo, usando o bom senso, claro. Já no caso das pessoas que tem um histórico de lesão no joelho, o ideal é realizar o movimento até os 90 graus, para que o tempo de duração no ângulo de 90 graus seja menor.

Ativação Muscular:
Outro ponto positivo do Agachamento é a magnitude de sua ativação muscular. Como ele é um exercício global, tem como característica a ativação de vários grupos musculares, o que o torna um exercício básico e completo. Quando realizado com uma amplitude de até 90 graus, a musculatura agonista do movimento é o Quadríceps. Porém, ao passo que aumentamos a amplitude, descendo além dos 90 graus na fase negativa, há uma maior participação dos Isquiotibiais e Glúteos. Para quem quer dar ênfase no trabalho dos Glúteos, o Agachamento completo é um prato cheio. Estamos falando apenas dos músculos primários, sem falar nos músculos secundários e estabilizadores que também são ativados no Agachamento: Adutores, Paravertebrais, Lombar e Abdômen. Esta grande ativação muscular dá ao Agachamento uma outra vantagem sobre outros exercícios, o alto gasto calórico, muito importante para quem quer emagrecer.

Enfim, os benefícios que o Agachamento pode trazer, são inúmeros. Basta realizá-lo com técnica, bom senso e orientação de um bom Profissional da área de Educação Física.
Os resultados são garantidos!

Varie o Agachamento para Gerar Novos Ganhos
Aqui estão algumas variações do agachamento que você pode tentar, lembrando que você não precisa realizar mais de um tipo de agachamento no mesmo treino, simplesmente substitua o agachamento normal pela variação para gerar novos estímulos.

Agachamento Frontal
O agachamento frontal envolve colocar a barra em frente aos ombros. Para segurar a barra nesta posição é necessário apoiar os antebraços em cima da barra formando um X(xis) e elevar os cotovelos. Desta forma o tronco fica quase na vertical durante a execução do exercício.
O local da barra muda a centro de gravidade no corpo, fazendo com que mais tensão seja exercida no quadríceps.

Agachamento Hack
O agachamento hack é uma técnica um pouco mais avançada. Você terá que segurar a barra atrás das pernas. Conforme você abaixa a barra, o corpo tende a se inclinar para frente para compensar o peso da barra, olhe sempre para frente mantendo o queixo “paralelo” ao chão, desta forma a coluna ficará reta durante o exercício.
Este exercício também exercerá grande tensão nos quadríceps.

Agachamento Sumo
No agachamento sumo você executará o exercício com as pernas um pouco mais abertas do que o comum, para facilitar o movimento gire os pés levemente para fora.
Além de atingir o quadríceps, este exercício também recrutará grande parte dos músculos internos das coxas, devido ao ângulo maior das pernas durante a execução.

Conclusão
Sem dúvidas o agachamento é o exercício que mais constrói massa muscular, porém para continuar ganhando massa muscular e evitar que o corpo se adapte, às vezes precisamos sair do “arroz com feijão” é aí que as variações entram em cena. Lembrando que você não precisa realizar dois tipos de agachamento no seu treino, simplesmente substitua o agachamento normal pela variação, você pode variar uma semana e voltar ao agachamento livre na semana seguinte, você pode fazer isso com todas as variações.

Fonte: Seu treino em debate,Hipertrofia.org