Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Como acabar com traças


Presente em livros, roupas e alimentos, essa praga tem solução. Imagine a cena: você abre o guarda-roupa em busca da sua blusa preferida e ela está cheia de furinhos, assim como o livro esquecido no armário. As culpadas por esses estragos são as mesmas, embora venham de famílias diferentes: as traças.

Traças de livros 
Os insetos que atacam os livros (ordem thysanura) têm o corpo achatado e sem asas, se adaptam muito bem a ambientes úmidos e escuros e se escondem em frestas de móveis, rodapés e caixas de papelão.

Papelão, aliás, é o alimento preferido deste inseto que pode viver até quatro anos. “Alguns papéis mais simples, como os derivados de craft e papelão atraem mais traças e baratas do que os outros tipos”, explica a personal organizer Ingrid Lisboa. As caixas de papelão merecem um cuidado especial, pois são as principais responsáveis pela disseminação da praga ao fazer mudanças ou trazer novos objetos para casa.

A limpeza dos armários é essencial para evitar que as traças se fixem e reproduzam. De acordo com Ingrid, a limpeza deve ser feita com uma solução de água e vinagre de vinho branco. Coloque os dois em um borrifador, meio a meio, e limpe toda a superfície, inclusive os livros. “Os odores ácidos não deixam cheio ou resíduo e previnem contra as pragas. Nada de passar lustra-móveis”, explica a especialista. A solução também vale para limpar os guarda-roupas e armários de cozinha.

Se os livros já estiverem com um cheiro ruim, a dica é limpá-los com essência terebintina, líquido comumente usado como solvente, mas excelente para evitar traças e mofo. Utilize luvas de látex e uma flanela limpa.

Traças de roupas e carunchos de alimentos 
As traças de roupas são bastante parecidas com aquelas que vivem em alimentos armazenados, como grãos, farináceos e cereais, os populares carunchos. Ambas são da ordem lepidóptera e sofrem um processo de metamorfose: lagartas na fase jovem vivem dentro de um casulo e se alimentam de tecidos ou grãos até a fase adulta, quando se transformam em  mariposas.

Nos guarda-roupas, Ingrid indica o uso de bolas de cedro, um tipo de madeira. “Essas bolas são bem baratas e absorvem umidade, deixando o armário mais arejado e repelindo traças e fungos em geral”, explica. A duração é longa, a especialista as tem no próprio armário há mais de dois anos.

Enrole as bolas de cedro em um pedaço de tule e pendure com as roupas, principalmente com as peças de seda, as preferidas das traças. Elas podem ser encontradas em lojas de produtos para casa, mas atenção: no comércio popular é comercializada uma bolinha cheirosa que imita cedro, mas que não protege contra pragas.

Nos armários de cozinha, a dica é armazenar todos os alimentos em potes hermeticamente fechados. Eles são caros (R$ 30 em média), mas valem a pena, já que ao encontrar um alimento com sinais de infestação, como teias ou partes de inseto, você deve descartá-lo imediatamente. Se não tiver potes herméticos, utilize os comuns, mas não deixe os alimentos abertos armazenados nas próprias embalagens, pois elas não oferecem vedação alguma.

Fonte: Bolsa de Mulher