Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Machões choram como meninas e pedem água em simulador de parto


Dois homens que queriam provar que suas mulheres estavam "exagerando" na hora de reclamar da dor do parto decidiram passar por uma simulação. O aparelho a que os dois foram conectados simula as contrações da hora do parto. Os corajosos, que não tiveram o nome divulgado, tiveram vários eletrodos ligados aos seus abdomens.



A médica podia controlar a intensidade das dores e das contrações em uma escala de 0 a 7. A simulação começou com dores pré-parto, que variavam entre dois e três, na escala. Neste ponto, que é só o comecinho, os dois já começaram com chororô. Um deles chegou a dizer que parecia que seu abdômen estava sendo desmembrado.


No momento em que o experimento atingiu a fase "ativa" do parto, a cena ficou hilária. Os rapazes perderam o controle e começaram a urrar de dor. Um deles chegou a se levantar, mudar de posição, mas a dor não melhorava. Isso porque eles estavam na escala quatro de dor. Ainda faltavam mais TRÊS NÍVEIS! 


As mulheres deles assistiram tudo de camarote, com direito a café e mordomias — que é como os homens curtem o parto de suas mulheres! Eles gemeram e se contraíram durante grande parte da simulação. As enfermeiras tentaram orientá-los sobre como respirar, mas não adiantou.Eles acabaram segurando na mão das mulheres. Por fim, os dois marmanjos ficaram exaustos e admitiram que as mulheres são heroínas por conseguirem suportar a dor de um parto.

Não deixe de assistir o vídeo abaixo com mais dois machões encarando as dores do parto


Fonte: Izismile, 180 graus
Fotos: Reprodução/Izismile