Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Avós que educam os netos

Quando a criança fica com os avós enquanto os pais trabalham é ótimo, certo? Nem sempre. Veja os prós e contras dessa relação e saiba como lidar com possíveis problemas.Muitas vezes, os inúmeros afazeres da vida moderna faz com que as mães não tenham como ficar ao lado dos filhos o tempo todo, afinal, elas precisam trabalhar bastante para sustentar a casa e, principalmente, o bebê. E quando não há recursos para deixar a criança na creche, a primeira alternativa que vem à cabeça são as avós – sejam elas mães ou sogras.

Os prós dessa opção são grandes, já que, além de economizar uma grana, os pais possibilitam que as crianças aprimorem o contato com a avó, que é uma figura importante no desenvolvimento dos pequenos. No entanto, sabe aquela história do doce liberado antes do jantar? Pois é...“É necessário que a mãe fique atenta, pois as vovós tendem a exagerar nos mimos, o que pode atrapalhar a educação das crianças”, afirma Renata Silva, psicopedagoga do Colégio Miranda (SP).

Papo tranquilo

Se você não quer que isso aconteça, a psicóloga Tatiana Gotardi (SP) aconselha: “converse numa boa com a sua mãe ou sogra, até porque, regras devem estar bem acordadas entre os adultos e, dessa forma, não há motivos para que ela fique chateada.” Algo bastante comum é que elas pensem que o que deu certo para as crianças delas, também dará para as suas. Porém, os tempos mudaram. Pensamentos como “quanto mais fortinho melhor” são comuns entre as vovó se, por isso, é importante manter uma alimentação equilibrada e saudável. “Se os pequenos pedem algo às avós, essas devem dizer que irão consultar os pais antes de autorizar”, explica Renata. Assim, a garotada percebe que existe uma hierarquia e não irá desrespeitar ninguém em casa.

Quando não há pais

Em alguns casos, as avós são as únicas pessoas que a criança tem – seja por serem órfãs ou por terem pais irresponsáveis. “Essa situação pode ser um pouco mais complicada, pois ao mesmo tempo em que essa figura feminina deve ter autoridade e ditar regras, tende a superproteger a molecada”, diz Tatiana. Por isso, a avó deve ter consciência de que pode, sim, mimar os netos, mas impor respeito na hora certa. E foi pensando nessa e em outras questões que o autor do livro Avós e Netos – Uma Forma Especial de Amar (Editora Manole), Fábio Ancona Lopez, pesquisou mais sobre essa relação. Com tantos manuais aconselhando pais e mães em diferentes assuntos, Fábio percebeu o quão diferente é esse contato das crianças com as avós e aborda, na obra, situações desde o nascimento até o crescimento da garotada – além de mostrar as principais diferenças entre os cuidados praticados no passado e o modo de criação de hoje.


Fonte: Oficina da Moda