Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Simulador de direção: novidade para tirar CNH

Pedais, volante, câmbio e visão completa das janelas e retrovisores do carro, tudo conectado para pilotar como em um vídeo game. Pode até ser divertido como uma brincadeira de criança, mas aqui é tudo muito sério. A máquina descrita é um simulador, que passará a ser obrigatório para a formação de condutores no Brasil a partir de julho.

A novidade já está sendo testada em algumas instituições e pode ser um passo importante para que o trânsito ganhe novos motoristas mais preparados. “O simulador vai agregar muito ao aprendizado porque o aluno vai estar ambientado com o automóvel antes de realmente guiá-lo nas aulas práticas”, comenta o presidente da Federação Nacional das Auto Escolas (Feneauto) Magnelson Carlos de Souza.
O que muda – Além das 45 horas de aulas teóricas e 20 horas de prática, agora são mais 5 horas de aula no simulador. Os Cursos de Formação de Condutores (CFC) é que devem adquirir o equipamento para aplicar a novidade com auxílio de um instrutor preparado. Serão cinco aulas individuais após o término do curso teórico, antes de partir para as ruas e dirigir um carro de verdade.O valor para o curso deve aumentar, segundo o especialista, mas ainda não existe uma estimativa que aponte o novo preço. Essas aulas só serão obrigatórias para quem iniciar o processo para retirada de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) a partir do primeiro dia de mudança da legislação.


Como funciona –  “A grande utilidade é que o simulador possibilita vivenciar algumas condições adversas, como chuva, neblina ou pedestres que atravessam as vias sem sequer olhar”, garante Souza. É bem como um video game mesmo, basta entrar no jogo e pilotar como se realmente estivesse na rua. Não existe um exame que aprove ou reprove o aluno no simulador, a intenção é apenas preparar para fazer do trânsito um lugar cada vez mais bonito!
Fonte: Bolsa de Mulher
Foto: Ana Flora Toledo/Bolsa de Mulher