Rondonópolis/MT,

10 documentários que mudarão sua vida

Na vida, há sempre situações/pessoas/coisas que nos dão “cliques” sobre alguma realidade que, até então, desconhecíamos. Quando captamos aquele conhecimento, um véu parece sair da frente dos nossos olhos, e então passamos a enxergar coisas com mais clareza.

1. Fat, sick and nearly dead
Esse documentário vai te fazer repensar a sua relação com os alimentos e com a sua saúde. Ele mostra a jornada de Joe Cross, um obeso, dependente de uma infinidade de “remédios”, que decide mudar radicalmente sua alimentação durante 60 dias. Baseada somente em sucos verdes, a dieta, além de altamente nutritiva, faz com que se perca peso rapidamente ao mesmo tempo que problemas como pressão alta, colesterol, diabetes e outras doenças relacionadas ao estilo de vida “fast-food” desapareçam sem ajuda de medicamentos.


2. Olhos Azuis
No documentário intitulado “Olhos Azuis”, a professora norte-americana Jane Elliott abala a estrutura de nosso psicológico ao colocar pessoas de um grupo controlado para sentirem na pele o que as minorias sentem todos os dias de suas vidas, produto desse meio social que dilacera as minorias e as põem como inferiores. As implicações são fantásticas.


3. Lemonade
O que faz um criativo desempregado? Lemonade é um filme inspirador com cerca de 16 profissionais de publicidade que perderam seus empregos por causa da crise de 2008 e criaram novos negócios. Alguns se tornaram professores de Yoga, outros passaram a vender café e um até mudou de sexo. É mais do que um filme sobre esperança, é um filme sobre a busca pela felicidade.
Lemonade - The Movie from Lorenzo Mendoza on Vimeo

4. Como iniciar uma revolução
Ótima dica para o momento em que estamos vivendo. O documentário é baseado nos ensinamentos de Gene Sharp, teórico indicado ao prêmio Nobel da Paz e autor de um livro que se dedica a mobilizar populações oprimidas para combater regimes autoritários através da não violência. O documentário mostra exemplos de países que se livraram de governos ditadoriais ou opressores através da não violência, e dá dicas de quais passos tomar na busca para construirmos nações mais livres.


5.  Earthlings (Terráqueos)
Earthlings (Terráqueos, em português) é um documentário estadunidense de 2005, escrito, produzido e dirigido por Shaun Monson e co-produzido por Persia White. O documentário mostra como funcionam as fazendas industriais e relata a dependência da humanidade sobre os animais para obter alimentação, vestuário e diversão, além do uso em experimentos científicos. Compara o especismo da espécie humana com outras relações de dominação, como o racismo e o sexismo.


6. The Marketing of Madness (O mercado da loucura)
Documentário mostra a real história da lucrativa parceria entre psiquiatras e empresas farmacêuticas, questionando o quão validos são os diagnósticos dados por alguns médicos, e o quão seguras (e necessárias) são as drogas receitadas por eles.

7. Da Servidão Moderna
Chocante para uns, e considerado mera especulação para outros, Servidão Moderna é também um livro, escrito na Jamaica em 2007 e distribuído gratuitamente na França e América Latina junto com o vídeo. Ele coloca a classe trabalhadora numa situação de escravidão em pleno século XXI, argumentando de modo dramático como nós somos manipulados diariamente em praticamente tudo o que fazemos, no fim de atender os interesses daqueles que supostamente seriam os nossos senhores.

8. Banksy Exit Through The Gift Shop
Um dos mais fascinantes filmes sobre arte já realizados. Conta a história de Thierry Guetta, que depois de acompanhar artistas pelas ruas durante anos, editar um filme que foi reprovado, investir todo o seu dinheiro para se tornar um artista como Banksy, arriscando hipoteca da casa, com filhos pra criar e com uma esposa reclamando de contas para pagar, conseguiu em um ano ser um artista mundialmente conhecido e rico com o nome de Mr. BrainWash. Existe uma teoria da conspiração que acredita que o Mr. BrainWash é o próprio Banksy. O filme mostra sequências de Banksy, Shephard Fairey, Invader e outros dos grafiteiros mais transgressores do mundo em ação. “Exit Through the Gift Shop” foi indicado ao Oscar de melhor documentário.
Conheça a página de Mr. Brainwash na Artsy 

9. Trilogia Zeitgeist
Se você ainda não assistiu a essa série, precisa apertar o play agora. Zeitgeist, o Filme (Zeitgeist, the Movie, no original) é um filme de 2007 produzido por Peter Joseph, que aborda temas como Cristianismo, ataques de 11 de setembro e o Banco Central dos Estados Unidos da América (Federal Reserve). Ele foi lançado online livremente via Google Video em Junho de 2007.

Em 2 de outubro de 2008 foi lançado um segundo filme, continuação do primeiro, chamado Zeitgeist: Addendum, no qual se tratam temas como a globalização, a manipulação do homem pelas grandes corporações e instituições financeiras, e aborda a atual insustentabilidade material e moral da humanidade, apresentando o Projeto Vênus como solução para o problema.

Zeitgeist: Moving Forward (terceiro filme da trilogia Zeitgeist), visa a defesa da necessidade de uma transição para sair do atual paradigma socioeconômico monetário que rege as sociedades do mundo inteiro.

10. Criança: a Alma do negócio
Dos mesmos produtores de “Muito Além do Peso”, esse documentário mostra como no Brasil a criança se tornou a alma do negócio para a publicidade. A indústria descobriu que é mais fácil convencer uma criança do que um adulto, então, as crianças estão sendo bombardeadas por propagandas que estimulam o consumo desenfreado. O resultado disso é devastador: crianças que, aos cinco anos, já vão à escola totalmente maquiadas e deixaram de brincar de correr por causa de seus saltos altos; que sabem as marcas de todos os celulares mas não sabem o que é uma minhoca; que reconhecem as marcas de todos os salgadinhos mas não sabem os nomes de frutas e legumes.

E você, conhece algum outro documentário que merecia estar na lista? Deixe a sugestão nos comentários do post!