Rondonópolis/MT,

Modelos plus size: curvas, charme e gostosura

Usar o famoso manequim 36 das passarelas mundiais é o desejo de muitas mulheres. Algumas passam por verdadeiros sacrifícios e cometem loucuras para chegar ao corpo que consideram ideal. Mas estar acima do peso 'imposto' pelos padrões de beleza atuais não é nenhum terror para as modelos plus size. Belas e bem resolvidas, elas esbanjam carisma e desenvoltura e vêm ganhando cada vez mais espaço no universo fashion.

























Mudança nos padrões de beleza
Assim como a moda, os padrões de beleza estão em constante mutação. Basta olhar para propagandas ou fotos antigas para perceber que nos últimos 60 anos, não foram apenas as tendências que mudaram, mas o corpo das modelos também. Na década de 1950, as curvas de Marilyn Monroe se destacavam nas revistas. Quarenta anos depois surgiu um novo biótipo padrão: as magras, bem magras, a exemplo de Claudia Schiffer, Kate Moss, Naomil Campbell e Cindy Crawford.

Atualmente as modelos 'esquálidas' estão 'perdendo terreno' para aquelas com, digamos, mais curvas. Estilo 'gostosa' a top model e apresentadora Tyra Banks diz sentir orgulho de seu corpo, normal para a maioria, mas 'exagerado' para as passarelas.

Magras ou 'cheinhas', sem curvas ou 'gostosonas', não importa o peso da mulher. O que está em voga é o fato de que beleza está nos olhos de quem vê e que hoje é o público consumidor quem dita as regras da moda. E isso é confirmado pelo aumento considerável do número de modelos plus size nos editoriais e catálogos fashion.


Fonte: iBahia,iBahia, Mdig