Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Wi-Vi: o WI-Fi para enxergar através das paredes

O Super-Homem que se cuide: para enxergar através das paredes, você não precisa mais nascer em Krypton. É só usar seu roteador. Pesquisadores do MIT (Massachusetts Instituteof Technology), em Boston, desenvolveram o Wi-Vi, um sistema que usa antenas Wi-Fi para observar através de obstáculos e captar os movimentos de pessoas.

Na teoria, o funcionamento é simples: a onda emitida pela antena do roteador é refletida quando atinge um objeto e é captada novamente. Cada onda possui características próprias, com informações sobre a superfície atingida. Bastaria “ler” cada uma delas e saber do que se trata. Mas havia uma parede no meio do caminho: elas também refletem o sinal do Wi-Fi, o que diminui seu alcance. O reflexo da parede “ganha” dos outros, gerando o “efeito flash”. Resultado: é impossível detectar o que está do outro lado.

Fadel Adib e Dina Katab, pesquisadores do MIT, encontraram a solução. “A ideia de remover o efeito flash é baseada justamente no fato de que a parede é estática, mas a pessoa se move”, explica Adib. Duas antenas geram duas “impressões” dos objetos e pessoas. Basta reunir todas as análises e eliminar os elementos iguais — ou seja, aquilo que não se moveu. O sistema é capaz até de detectar quantas pessoas estão em um cômodo.

Ainda em fase de desenvolvimento, a aplicação mais óbvia do Wi-Vi é na área de segurança. Com um app, será possível identificar se há alguém de espreita na esquina. “Ele pode ser usado pela polícia para evitar emboscadas, por exemplo, e também por bombeiros, que, em uma situação de resgate de feridos dentro de edifícios, pode ver se tem alguém dentro de um prédio antes de arriscar a vida”, avaliou Adib.

Adib e Katab não vão patentear o Wi-Vi, apesar do assédio das empresas interessadas na invenção.