Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

30 coisas clássicas que você não precisa mais usar por causa dos smartphones

Smartphones são verdadeiros canivetes suíços da tecnologia. Os pequeninos já possuem tantas funcionalidades que fica difícil lembrar de todas enquanto estamos os utilizando. E por mais que pareça natural que hoje em dia tenhamos milhares de recursos em um aparelho tão portátil, é sempre bom lembrar que nem sonhávamos com essas possibilidades há alguns anos atrás.

A seleção abaixo (originária de um vídeo publicado recentemente pelo pessoal do BuzzFeed) tem como objetivo mostrar 30 coisas que seu smartphone já é capaz de substituir – e, por sinal, muitas delas caíram no esquecimento sem que sequer tenhamos percebido isso. Prepare-se para cair na nostalgia e se chocar ao perceber o tanto de coisas que já podemos levar no bolso ao mesmo tempo!

1) Telefones fixos
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

E os orelhões também são cada vez mais raros, especialmente por causa do custo-benefício. Afinal, quem via preferir gastar com conta de telefone quando se pode fazer ligações gratuitas através do Viber ou apps semelhantes?

2) Lanternas
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Nós não estamos falando necessariamente daqueles aparelhos antigos da Nokia. Hoje em dia é fácil encontrar aplicativos de lanterna gratuitos para todos os sistemas operacionais mais famosos do mercado (iOSAndroid e Windows Phone). Tudo o que eles fazem é usar o brilho máximo da tela de seu gadget, o que costuma ser o suficiente para iluminar ambientes escuros.

3) Agendas de contatos
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Lembra daqueles cadernos divididos por seções referentes a cada letra do alfabeto? Eles eram usados para que você pudesse guardar informações de contato de seus amigos e colegas do trabalho. Hoje em dia, esses dados podem ser muito bem armazenados no seu telefone celular, e geralmente ficam armazenados na nuvem (evitando que você os perca).

4) Jornais
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Jornalistas sabem muito bem que a discussão do momento é: “a mídia imprensa acabou?”. Não estamos aqui para responder essa polêmica pergunta, mas não há dúvidas de que tem muita gente por aí que já abandonou os jornais impressos e os substituiu por apps de notícias como FlipboardPulse e Google Currents.

5) Revistas
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

É basicamente a mesma situação dos jornais: nada mais gostoso do que ler revistas do mundo inteiro através de seu smartphone, não é mesmo? Um dos softwares mais famosos para esse fim é o Zinio, que oferece milhares de publicações que você pode assinar e ler quando quiser na tela de seu gadget.

6) Bússolas
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Um telefone, mesmo sem sinal da operadora, pode sim ser de suma importância em momentos de emergência – nosso artigo "Como seu celular pode salvar sua vida em situações de risco" pode comprovar isso. Um dos usos emergenciais mais simples que você pode fazer de seu dispositivo é usar um app de bússola quando você estiver perdido por aí.

7) Câmeras para fazer belas fotos
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Nem há muito o que dizer por aqui: o Lumia 1020 explica tudo sozinho.

8) Blocos de notas
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Além de economizar dinheiro, a substituição dos blocos de notas por aplicativos do gênero é algo sustentável. Afinal, com menos papel sendo produzido, temos menos árvores sendo cortadas. E viva o Evernote!

9) Gravadores de voz
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Eles eram grandes, desajeitados e faziam você gastar rios de dinheiro comprando as retrógradas fitas K7. Hoje em dia, você pode simplesmente abrir o Tape-a-Talk, o Pocket Recorder e o Voice Memo para realizar pequenas gravações de áudio.

10) Calculadoras
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Não existe um único modelo de smartphone que não tenha um app nativo que lhe permita fazer contas básicas. Sendo assim, aquelas calculadoras pesadas que levávamos na bolsa para a escola são completamente dispensáveis.

11) Relógios
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Eles ainda sobrevivem como um acessório estético, mas dificilmente alguém ainda usa relógios de pulso por pura necessidade. Além da possibilidade de conferir as horas na tela inicial do aparelho, os smartphones permitem que você baixe apps especiais para ver o horário de todos os países do mundo.

12) Relógios com calculadoras
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

A Casio foi pioneira na fabricação e comercialização desses engraçados dispositivos híbridos. Eles eram práticos, bonitos e razoavelmente baratos, mas também caíram no desuso depois de pouco tempo no mercado.

13) Despertadores
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

E aquele barulho irritante dos despertadores analógicos? Felizmente, hoje estamos acostumados a acordar com nossas músicas prediletas, mas as coisas nem sempre foram tão agradáveis assim.

14) Temporizadores
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Sabe como nossos antepassados evitavam que alguma coisa ficasse tempo demais no fogo e acabasse queimando? Usando um temporizador (timer), pequeno dispositivo que era programado para apitar depois de alguns minutos e lembrar você de fazer alguma coisa. Hoje em dia, não é difícil encontrar jovens que jamais viram um desses objetos na sua frente.

15) Cronômetros
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Usados sobretudo em corridas (ou por aquele seu amigo chato que queria medir quanto tempo você conseguia ficar embaixo d’água sem respirar), os cronômetros caíram em desuso depois que os práticos apps para smartphones começaram a surgir.

16) Cartas
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Além de serem mais rápidos, os emails são de graça. E você pode guardar os mais importantes por tempo indeterminado sem ter que se preocupar com espaço físico.

17) Video games portáteis
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

O conceito de jogatina mobile está mais forte do que nunca, e podemos ver diversas empresas famosas no ramo se esforçando para levar entretenimento de qualidade para as telinhas dos smartphones. Além de games graficamente incríveis criados especialmente para os próprios celulares, você também pode jogar títulos clássicos usando emuladores gratuitos.

18) Mapas
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Quem aí lembra daqueles livros grossos e pesados, repletos de páginas e mais páginas com mapas detalhados de toda a sua cidade? Ninguém precisa mais levar isso na mochila, pois temos o Google Maps, o Apple Maps e o Nokia HERE. O melhor de tudo é que eles são atualizados constantemente e você nem precisa comprar uma nova versão!

19) Aparelhos de GPS
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Todos os apps citados no item anterior contam com funções para auxiliar o motorista. Sendo assim, aparelhos de GPS são cada vez mais dispensáveis, especialmente por serem aparelhos espaçosos e bastante caros (na maioria das vezes).

20) Enciclopédias
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Além da clássica Wikipédia, há também uma série de aplicativos oficiais de enciclopédias prestigiadas no meio acadêmico – como a Enciclopédia Britânica, por exemplo.

21) Rádios
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Chega de anteninhas e de botões giratórios para sintonizar sua emissora favorita: basta plugar os fones de ouvido no seu celular e começar a curtir. Se você quiser algo mais “personalizado” e moderno, basta usar um aplicativo de rádio online – recomendamos sobretudo o famoso TuneIn, disponível para Android, iOS e Windows Phone.

22) Toca-fitas portáteis
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Mais conhecidos como walkmans (que, por sinal, é uma marca registrada da Sony, sabia?). Considerados os precursores dos MP3 players, foram esquecidos com o advento do áudio digital. E atire a primeira pedra quem nunca teve que rebobinar uma fita usando uma caneta BIC!

23) Lojas de discos
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Ir ao shopping, entrar em uma lojinha com as paredes repletas de discos e levar um CD novinho da sua banda favorita pra casa. Há quanto tempo você não faz mais isso? Desde que surgiram os serviços de streaming e de compra de álbuns em MP3, provavelmente. E tudo isso fica guardado ali, dentro de seu bolso.

24) Guias da cidade
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Houve um tempo em que as pessoas usavam guias impressos para conhecer restaurantes, bares, museus e outros pontos interessantes em sua cidade para visitar no fim de semana. Essas publicações perderam espaço para os guias online, que muitas vezes permitem que você confira atrações ao seu redor usando recursos de geolocalização.

25) Menus de delivery
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Que nostalgia! Todos nós costumávamos colecionar os menus impressos daquela pizzaria marota e pedir um delivery na sexta-feira à noite. Hoje temos uma infinidade de apps que nos permitem fazer pedidos de lanches online, como o iFood, o PedidosJá e o Top Delivery.

26) Garotas do tempo
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Ok, sabemos que há um homem na imagem acima, mas é bem mais legal ver uma moça bonita nos dizendo se vai chover amanhã, não é? De qualquer maneira, esse profissional não é mais necessário: há uma infinidade de aplicativos que nos permitem saber a previsão do tempo em sua localidade. Os mais famosos (além do nativo do iOS) são o ClimaTempo, o AccuWeather, o Yahoo! Weather e o The Weather Channel.

27) Álbuns de fotos
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Ainda se lembra daqueles álbuns cheios de fotos impressas em papel fotográfico acomodadas em uma proteção de plástico? Era bem bacana ficar folheando-os para se lembrar de bons momentos, não é? Você ainda pode fazer a mesma coisa, mas tudo através de seu smartphone e visualizando imagens digitais. E, com a ajuda de apps especiais – como o Nokia Storyteller –, você pode até mesmo visualizar o lugar exato onde aquela fotografia foi tirada.

28) Lembretes malucos
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Já espalhou post-its por toda a casa? Já deixou recadinhos para você mesmo dentro da carteira, como uma forma de não se esquecer de comprar algo no mercado? Na “era analógica”, era comum que as pessoas inventassem formas malucas para se lembrar de seus afazeres. Felizmente, hoje em dia temos os softwares de listas de tarefas – o Wunderlist, por exemplo, é um dos mais famosos e utilizados no mundo inteiro.

29) Momentos de tédio
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Pesquisas do Instituto Tecnológico de Massachusetts apontam que o uso frase “Estou com tédio!” tem decaído na mesma proporção em que cresce o número de vendas de smartphones ao redor mundo.

Ok, nós inventamos esse estudo, mas vamos concordar que é cada vez mais difícil ouvir alguém dizendo que está com tédio. Afinal, se você não consegue achar nada para passar o tempo, basta buscar algum app qualquer e tentar se divertir com ele. Se não conseguir, não se preocupe: há outros milhares de softwares disponíveis para serem baixados. É um verdadeiro playground móvel.

30) Conversas!
 (Fonte da imagem: Reprodução/BuzzFeed)

Brincadeira! Nós ainda precisamos, e muito, de conversas olho no olho e de interações sociais “menos virtuais”, digamos assim. Mas infelizmente não podemos negar que é crescente o número de pessoas que preferem se comunicar através de mensagens instantâneas do que ir visitar aquele amigo ou parente distante.

É óbvio que tais recursos de comunicação são fantásticos e muito práticos, mas nunca devemos nos esquecer que, às vezes, é agradável desligar o celular e passar uns momentos perto das pessoas que você ama. Tecnologia é bom, mas tudo tem seu limite saudável!

Fonte da imagem de capa: ComPauta