Rondonópolis/MT,

Relembre os grandes lutadores que marcaram o cinema

Se há um tipo de herói recorrente no cinema, é o lutador que supera todas as expectativas e enfrenta um rigoroso treinamento para vencer aquele inimigo mais forte e provar seu valor.
Entre o kung fu e o UFC, separamos 15 filmes com grandes lutadores que marcaram as telonas.


Confira:

Operação Dragão (Enter the dragon, Robert Clouse, Hong Kong/EUA, 1973)
Se tem um nome que não pode faltar nesta lista, é Bruce Lee. Aqui, ele vive um lutador infiltrado num torneio de artes marciais para espionar o organizador, um grande mestre do tráfico.

Rocky - Um Lutador (Rocky, John G. Avildsen, EUA, 1976)
Primeiro de seis filmes, o clássico dos anos 70 apresenta Rocky Balboa (Sylvester Stallone), um lutador de boxe pequeno e sem perspectivas, que ganha a chance de lutar contra um campeão de peso-pesado e conquistar sua fama.

O Mestre Invencível (Drunken Master/Jui Kuen, Woo-ping Yuen, Hong Kong, 1978)
Antes de ser famoso no ocidente, Jackie Chan já era uma estrela em filmes chineses de kung-fu, misturando lutas mirabolantes (sem dublês) e aquele humor pastelão. Em “O Mestre Invencível”, um de seus filmes mais engraçados, Jackie interpreta o jovem Wong Fei-Hung. Cansado de tentar lhe ensinar kung fu, seu pai o envia para o tio, um excêntrico mestre no estilo “bêbado”.

Touro Indomável (Raging Bull, Martin Scorsese, EUA, 1980)
Robert De Niro vive Jake LaMotta, um boxeador furioso que não consegue ter o mesmo sucesso que tem nos ringues na vida pessoal. Explosivo, ele encara a vida como uma luta e desconta sua raiva nas pessoas à sua volta, isolando-se aos poucos.

Karate Kid (The Karate Kid, John G. Avildsen, EUA, 1984)
O clássico dos anos 80 deu origem a vários outros filmes semelhantes, incluindo um remake com Jackie Chan e Jaden Smith. No original, Ralph Macchio vive Daniel, um jovem que se muda para a Califórnia e sofre com um grupo de meninos que querem bater nele. Para protegê-lo e, ainda, ensinar uma lição ao mestre dos garotos, o jardineiro Sr. Miyagi (Pat Morita) decide ensinar a Daniel a arte do karate.

O Grande Dragão Branco (Bloodsport, Newt Arnold, EUA, 1988)
Outra figurinha carimbada dos filmes de luta é Jean Claude Van Damme. No longa que o consagrou, Van Damme vive um soldado americano que treina artes marciais desde criança. Depois da morte de seu mestre, ele decide participar de um torneio em Hong Kong onde o objetivo não é o esporte, mas a violência – e é comum os participantes morrerem no ringue.

Clube da Luta (Fight Club, David Fincher, EUA/Alemanha, 1999)
Edward Norton interpreta um homem entediado, que trabalha num escritório e quer mudar de vida. Quando ele conhece Tyler (Brad Pitt), um mundo completamente novo se abre e os dois fundam um clube underground de lutas.

Hurricane: O Furacão (The Hurricane, Norman Jewison, EUA, 1999)
Baseado numa história real, o filme mostra como Rubin “Hurricane” Carter (Denzel Washington), um famoso pugilista, passou quase 20 anos preso após ser condenado por um triplo assassinato que não cometeu.

Gladiador (Gladiator, Ridley Scott, EUA/Reino Unido, 2000)
Maximus (Russell Crowe) é um general, tão fiel ao imperador que é escolhido para ser seu sucessor, em lugar do verdadeiro filho. Após a morte do govenante, porém, Maximus tem sua família assassinada e é enviado para passar o resto dos dias como um gladiador, lutando diariamente por sua vida e por vingança.

Ali (Michael Mann, EUA, 2001)
A cinebiografia do boxeador Muhammad Ali, interpretado por Will Smith, mostra dez anos na vida do atleta e explora, além do esporte, sua relação com o islã, com o ativista Malcolm X e com a guerra do Vietnã.

Menina de Ouro (Million Dollar Baby, Clint Eastwood, EUA, 2004)
Neste vencedor do Oscar, Hilary Swank vive uma mulher determinada, que quer se tornar uma lutadora de boxe e pede para ser treinada por Frankie (Clint Eastwood). Ele, por sua vez, cultiva um comportamento isolado e amargurado por ter se afastado da filha.

O Lutador (The Wrestler, Darren Aronofsky, EUA/França, 2008)
Randy (Mickey Rourke) é um lutador decadente, que ainda consegue poucos trabalhos em shows de luta livre, mas precisa aceitar que sua carreira não é mais a mesma. Enquanto tenta dar um novo rumo à sua vida e se reaproximar da filha, ele encontra a chance de lutar contra um antigo rival e, quem sabe assim, recuperar a fama.

O Vencedor (The Fighter, David O. Russell, EUA, 2010)
Mark Wahlberg interpreta o boxeador Micky Ward, conhecido como “Irlandês”, mas quem rouba a cena é seu meio-irmão, Dicky (Christian Bale). Dicky já foi lutador, mas teve problemas com drogas e crimes e hoje treina o irmão para ser um grande profissional.

Gigantes de Aço (Real Steel, Shawn Levy, EUA/Índia, 2011)
Num futuro próximo, as lutas reais foram substituídas por lutas entre robôs, controlados por humanos de fora do ringue. Charlie (Hugh Jackman) foi um pugilista, mas hoje sofre para se encaixar no novo esporte. Quando sua ex-mulher morre, ele descobre que precisará cuidar do filho, de onze anos.

Anderson Silva - Como Água (Like Water, Pablo Croce, EUA, 2011)
O lutador brasileiro de UFC Anderson Silva, recordista mundial com 12 vitórias consecutivas, ganhou recentemente um documentário sobre sua vida. O filme mostra o treinamento, a filosofia e a relação do atleta com a família e com as artes marciais.

Fonte: Guiadasemana por Juliana Varella redatora

Foto de capa: Hurricane: O Furacão (The Hurricane, Norman Jewison, EUA, 1999)