Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

15 filmes com histórias baseadas em alta velocidade

O sucesso da franquia Velozes e Furiosos tem vários motivos. Além de ser um filme que prende a atenção do espectador do começo ao fim, não tem como negar que os carrões que aparecem na tela em perseguições e rachas funcionam como atrativo para grande parte do público. Mas o filme não é o único a mostrar máquinas potentes na tela. Desde o início, o cinema sempre deu bastante espaço para os automóveis. E quanto mais potente melhor.

Veja algumas produções com histórias baseadas em alta velocidade.

60 Segundos (2000)estrelado por Nicolas Cage e Angelina Jolie, quem se destaca é o Mustang 1967 Eleanor. O filme ainda traz outros veículos e todos ganham nomes de mulher.

À Prova de Morte (2007) — Quentin Tarantino já declarou que esse é o seu pior filme. Pode até ser verdade, mas mesmo um filme ruim do diretor deve ser levado em consideração. Nessa ação, Kurt Russel interpreta Stuntman Mike, um dublê de Hollywood fascinado em matar garotas em acidentes automobilísticos. Mas como ele sobrevive? Isso é fácil de responder: seus carros são à prova de morte e feitos para os dublês saírem ilesos das colisões.

Drive (2011) — Esse é outro filme que retrata a vida de um motorista que trabalha como dublê em filmes de Hollywood. Estrelado por Ryan Gosling, esse drama tem uma história que envolve crimes e romance. Entre os carros usados pelo personagem estão um Chevelle Malibu 1973, Impala 2006 e um Mustang GT 2011.

Gran Torino (2008) — Walt Kowalski (Clint Eastwood) é um ex-militar polaco-americano que vive sozinho em sua casa, no subúrbio. Ele é defensor do estilo de vida tradicional dos Estados Unidos e despreza o filho e os vizinhos, que dirigem utilitários da Toyota. Ele, claro, gosta de carrões potentes, como o Gran Torino 1972 verde que mantém na garagem.

Christine, O Carro Assassino (1983) — Esse suspense de John Carpenter baseado em livro de Stephen King é um dos poucos longas que traz um automóvel como protagonista. O Plymouth Fury 1957 tem um passado sombrio e começa a agir por conta própria. Possuído, ele tem o poder de se reconstruir, mesmo quando seu dono tenta "matá-lo".

Se Meu Fusca Falasse (1969) — Série de filmes gravados entre a década de 60 e 2006, esse primeiro volume traz o simpático Fusca Herbie, que ganha tem vida própria e é comprado por um piloto de corridas que volta a vencer ao dirigir o improvável carrinho.

Curtindo a Vida Adoidado (1986) — Ferris Bueller e seus amigos saem pelas ruas de Chicago causando várias confusões a bordo de uma clássica e elegante Ferrari 250 ano 1962. Dirigido por John Hughes, o filme é um dos clássicos adolescentes dos anos 80.

Uma Saída de Mestre (2003) - Jason Statham e Mark Wahlberg mandam muito bem em suas atuações nesse filme. Mas não adianta, quem brilha mesmo são os simpáticos Mini Cooper.

Lanterna Verde (2011)  — O personagem não é tão popular e Ryan Reynolds não convenceu no papel. Porém, o tunado Dodge Challenger SRT8 será para sempre lembrado como um dos carros mais bacanas do cinema.

O Abutre (2014) — Jake Gyllenhall vive um cinegrafista freelancer que precisa correr atrás de cenas de acidentes e tragédias. No início, ele até tenta fazer isso a bordo de um carro normal. Mas quando a grana entra, ele compra um Dodge Challenger e começa a superar seus concorrentes ao chegar bem antes nas pautas.

Le Mans (1971) — Impossível falar de velocidade sem citar Steve McQueen. O ator interpretou um piloto de corridas no filme que mostra como funciona a corrida que dura 24 horas e ocorre anualmente na França. Destaque para os Porsches que são mostrados no filme.

Mad Max (1979) — Em um futuro distópico, os conflitos e guerras por combustíveis são comuns. Mesmo assim Max (Mel Gibson) é um policial que não abre mão do seu veloz e beberrão Ford Falcon Coupé.

Rush no Limite da Emoção (2013) — Filme baseado nas histórias reais de Niki Lauda (Daniel Brühl) e James Hunt (Chris Hemsworth), pilotos rivais de Fórmula 1. O longa mostra o campeonato de 1976 e como a disputa entre os dois por vezes colocou a vida dos atletas em risco.

Dias de Trovão (1990) — Nesse filme, Tom Cruise interpreta um piloto de stock car que não sabe como se aprimorar para começar a vencer corridas. Enquanto tenta, ele dirige um Chevy Lumina adaptado para as provas.

Ricky Bobby (2006) — Essa comédia estrelada por Will Ferrell retrata de forma estereotipada a vida de pilotos de Nascar. O filme reúne diversos profissionais e jornalistas da categoria. Como não poderia deixar de ser, foi um sucesso nos cinemas norte-americanos.