Rondonópolis/MT,

5 dicas arrebatadoras para escolher seu vinho ideal

Aprenda a diferenciá-los e descubra qual o vinho que mais se encaixa no seu paladar. Não há nada melhor do que chegar em casa cansado do trabalho ou fazer aquele jantar especial no final de semana com a pessoa amada, acompanhado de um bom vinho.

Porém, diante de tantas opções que encontramos nos supermercados, nas cartas dos restaurantes ou até mesmo na compra de vinhos online, fica difícil escolher o mais adequado para as diferentes ocasiões.

Os vinhos podem ser classificados por diversos fatores: as graduações alcoólicas (vinhos de mesa, leves, champagne, compostos ou licorosos), as cores (tinto, branco e rosé) e o teor de açúcar contido na fabricação (seco, suave ou demisec).

Essas características, que dão sabor ao vinho, podem ser observadas de acordo com nossos sentidos, tais como: paladar, olfato e até mesmo a visão, que nos permitem diferenciar um do outro.

Seja para comemorar com os amigos, um jantar romântico ou até mesmo para curtir seus momentos sozinhos de tranquilidade, é importante saber escolher o vinho ideal para cada situação.

PELA REFEIÇÃO

Engana-se quem pensa que a escolha dos vinhos para acompanhar as refeições é feita de maneira aleatória.

Existe todo um conceito para harmonização entre o prato escolhido e vinho, para que um sabor não anule o outro.

Em um jantar, as entradas, que normalmente são compostas por saladas ou petiscos, combinam com espumantes, vinhos brancos e rosé que possuem geralmente um sabor mais doce e suave.

Já o vinho tinto, harmoniza com carnes vermelhas, massas ao molho sugo e queijos, que normalmente são servidos como prato principal.

Para as carnes magras, como frango ou peixes grelhados e crus, o vinho branco é o mais indicado.
No caso das sobremesas, os açucares presentes nas preparações podem não ser uma boa combinação se acompanhados de vinhos fortes. O ideal é que se escolha vinhos com sabor mais doce.

Para os chocólatras, não é preciso se preocupar! Apesar das controvérsias que dizem que vinho não combina com chocolate, existem algumas opções que podem equilibrar os sabores e proporcionar uma boa experiência.

Os vinhos do porto ou vinhos tintos mais envelhecidos são uma alternativa para quem deseja conciliar as duas paixões.

APARÊNCIA E RÓTULOS

Antes de sair por ai pegando o primeiro vinho que achar na prateleira dos supermercados, é importante avaliar não só a marca do produto, mas a qualidade da embalagem e os rótulos.

Normalmente, as garrafas possuem cápsulas que envolvem a rolha para evitar vazamentos e contaminações, que devem ser observadas durante a compra.

As rolhas precisam estar sempre rentes ao bico, para evitar a entrada de ar, que ocasiona a oxidação do vinho, portanto, é importante observar se não há qualquer violação em nenhum destes itens.

Já os rótulos, são como a identidade do vinho, portanto, é fundamental que você confira as informações antes de comprar, a fim de evitar que o produto não corresponda as suas expectativas.

SABOR

Todos os vinhos possuem suas características próprias e é preciso saber diferenciá-las para definir quais sabores agradam mais o seu paladar.

Não existe uma regra e conforme você vai conhecendo mais sobre cada um deles, vai conseguindo distingui-los.

Produzidos por diferentes lugares no mundo, os sabores variam de acordo com a matéria prima utilizada em cada país.

Os mais conhecidos são: Cabernet Sauvignon – Chile, Merlot –Brasil, Malbec- Argentina, Sangiovese - Itália e Touriga Nacional – Portugal.

No processo produtivo dos vinhos, podem ser utilizadas uma ou mais variedades de uvas, o que faz com que eles fiquem mais suaves ou mais fortes.

O envelhecimento do vinho, também é um fator influente no sabor. Algumas pessoas utilizam de expressões como “quanto mais velho, melhor” para definir essa concepção.

Entretanto, apenas 10% dos vinhos são produzidos para envelhecer durante muito tempo, a maioria deles é consumida dentro de um prazo de cinco anos ou menos.

PREÇO
           
Os valores pagos para se consumir um bom vinho podem variar de acordo com a safra, marca e processo produtivo.

Normalmente, os vinhos mais baratos, são feitos a partir de processos mais simples e passam por um menor controle de qualidade, por serem confeccionados em grandes quantidades.

Já os vinhos mais elaborados, tendem a possuir ingredientes mais selecionados, além de passar por um processo de envelhecimento a maturação maior.

Os preços variam desde valores inferiores a R$30 reais e podem passar de 2.000 dependendo da safra.

Entretanto, comprar um vinho mais caro, não significa que irá agradar o seu paladar. Existem boas opções com preços acessíveis que podem ser tão bons quanto os outros.

ONDE COMPRAR?

Lojas especializadas

Escolher comprar um bom vinho em importadoras ou adegas especializadas permitem que você confira uma grande possibilidade de vinhos e as chances de ser um produto de qualidade são maior.

Além disso, é possível solicitar a ajuda de um funcionário que entenda do assunto para te auxiliar na decisão. Mas, fique atento, na maioria das lojas, eles são instruídos a induzir os clientes aos produtos mais caros, que nem sempre são os melhores.

Supermercados

As grandes redes de supermercados podem conter uma variedade de bons vinhos a preços acessíveis disponíveis em suas gôndolas e alguns até mesmo têm adegas com espaços destinados exclusivamente para isso.

A única desvantagem, é que se você ainda não conhece muito sobre vinhos, neste tipo de comercio não é possível encontrar profissionais capacitados para auxiliar a sua aquisição.

Lojas virtuais

A compra de vinhos online também é uma boa opção para quem deseja adquirir um bom vinho, sem sair do conforto do seu lar.  

As vantagens são que a maioria dos sites disponibiliza um breve resumo sobre o produto a ser adquirido, facilitando a escolha.

No mais, é possível também pesquisar e comparar preços para encontrar o que mais se adequa ao seu bolso.

É importante lembrar que não existe uma regra para escolher o vinho ideal e isso pode variar de acordo com as suas preferências e paladar.


O importante é aproveitar os momentos em família, desfrutando de boa companhia e um delicioso vinho ao fim do dia.