Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Os alimentos mais saudáveis do mundo


  Confira a lista dos alimentos para os quais damos pouca atenção, mas deveriam freqüentar o nosso prato mais vezes, por serem alimentos saudáveis e que fazem bem à saúde:

  1- Sardinha: é rica em proteínas e possui minerais essenciais, como magnésio, ferro e selênio, que têm ação anticancerígena. Esse tipo de peixe também ajuda o organismo a liberar o mercúrio e tem altas concentrações de omega 3, um tipo de gordura “boa”, essencial para o funcionamento do cérebro, do coração e para a redução da pressão arterial.  Aconselha-se  que sejam compradas as preservadas no próprio óleo ou em azeite, quando não puderem ser consumidas frescas.

Repolho: as folhas do vegetal contêm grandes concentrações de substâncias antioxidantes e anticancerígenas chamadas de indoles e sulforafanos. Uma pesquisa da Universidade de Stanford, nos EUA, apontou que o sulforafano é a substância química encontrada em plantas que mais eleva o nível de enzimas anticancerígenas no organismo.

Folha de beterraba: geralmente jogada fora, é rica em vitaminas, minerais e antioxidantes. Contém carotenóides, pigmento natural dos vegetais que ajuda a proteger os olhos contra o envelhecimento. A beterraba em si também é um dos alimentos mais ricos que existem. As folhas podem ser comidas cruas na salada ou refogadas, como espinafre.

Açaí: em suco ou misturado à comida, como é feito no norte do país, o açaí é uma das frutas com maior concentração de antioxidantes. Também é rica em gorduras monoinsaturadas e poliinsaturadas, que são benéficas e auxiliam na redução do colesterol ruim e na prevenção de doenças cardíacas. 

Goiaba: rica em fibras, minerais e vitaminas. Também possui grandes quantidades de licopeno, o mais antioxidante entre todos os carotenóides. O licopeno auxilia na prevenção do câncer de próstata e reduz os riscos de surgimento de catarata e doenças cardiovasculares.

Cereja fresca:
tem altas concentrações de antocianina, um antiinflamatório natural. Deve ser comida ao natural ou misturada com iogurte ou vitaminas.

Chocolate meio-amargo: rico em flavonóides, que diminuem a pressão sangüínea e promovem o bom funcionamento do sistema circulatório, tem altas concentrações de magnésio, um mineral importante para mais de 300 processos biológicos do organismo.

Frutas oleaginosas: são as castanhas, as nozes e as amêndoas  todas trazem inúmeros benefícios, apesar do elevado teor calórico. Possuem muitos minerais, proteínas e altos níveis de Omega 3 e Omega 9.

Canela: ajuda a controlar o nível de açúcar e de colesterol no sangue, o que previne o risco de doenças cardíacas. Para usufruir dos benefícios da especiaria, basta polvilhar um pouco de canela em pó no café ou no cereal matinal.

 Semente de abóbora: é uma grande fonte de magnésio. Esse mineral é tão importante que estudiosos franceses concluíram que homens com altas taxas de magnésio no sangue têm 40% menos chances de sofrer uma morte prematura do que aqueles com baixos índices. Para consumi-las, toste-as no forno e coma-as por inteiro, inclusive com a casca, que é rica em fibras.

Damasco: o damasco possui muito betacaroteno, que sendo transformado em vitamina A pelo nosso organismo, ajuda a prevenir alguns tipos de câncer, principalmente os de pele. O damasco seco é um antioxidante que ajuda a prevenir problemas de intestino. Também possui quantidades significativas de boro, potássio e ferro.

Abacate: o abacate possui ácido oléico, uma gordura insaturada que ajuda na redução do colesterol ruim (LDL) e a aumentar os níveis de colesterol bom (HDL). Porém deve ser consumido com moderação por ter alta quantidade de calorias. Também possui vitamina C, ferro e cálcio.

Framboesa: a framboesa possui grande quantidade de vitamina C e fibras, que ajudam baixar os níveis de colesterol e doenças cardíacas. Também possui vitamina A, B1 e B5.

Tomate: para quem não sabe, tomate é uma fruta, por mais que a gente o coma como salada. Ele é rico em licopeno, uma substância funcional que ajuda a prevenir câncer de próstata, de bexiga, estômago e cólon, por se tratar de um potente antioxidante. Também ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares e na diminuição do colesterol ruim. Além disso, também é rico em vitaminas A e B, fósforo, cálcio e potássio.

Uva: as uvas são ótimas fontes de energia, pois possui em sua composição grande quantidade de carboidratos e vitaminas do complexo C e B. Ela ajuda melhorando o funcionamento dos rins, é eficaz contra enfermidades do intestino, abdome, fígado e também estimula as funções cardíacas.
Mesmo quando consumidas em formas de passas, são também uma ótima fonte de ferro que auxilia no transporte de oxigênio no sangue, além de ser eficaz contra tosses crônicas e disenterias.

Figo: os figos são uma fonte de potássio, fibras e também vitamina B6, que ajuda na produção de serotonina, reduz o colesterol e diminui a retenção de líquidos. Ainda é energético, pois possui também cálcio, cobre, potássio, magnésio e sódio na sua composição.

Limão: os limões possuem boa quantidade de vitamina C, bioflavonóides e ácido cítrico, e por isso é um ótimo remédio para a cura do escorbuto, além de ser eficaz contra estresse, fadiga, dor de cabeça, alergias e até alguns tipos de câncer.

Maçã: as maçãs possuem altas quantidades de vitamina C, E e do complexo B além de fibras e potássio. Elas atuam fazendo uma proteção na mucosa digestiva, também regulam o sistema nervoso, previnem problemas de pele e fadiga mental. Não bastando tudo isso a maçã também ajuda no tratamento de reumatismo, gota e artrite e ainda a diminuir a taxa de colesterol no sangue.

Manga: as mangas têm altas taxas de betacaroteno, carboidratos, vitaminas do complexo B, cálcio, potássio, fósforo, ferro e vitamina C. É excelente para combater a acidez estomacal, é expectorante, ajuda na purificação do sangue e é diurética.

Melão: os melões possuem alto teor de betacaroteno, vitamina C e do complexo B. Ainda tem fibras, fósforo, cálcio, enxofre, cobre, ferro e potássio, por causa desse último elemento ele é indicado para cardíacos que precisam tomar remédios diuréticos, para quem está com hepatite, cálculos e cirrose hepática. É benéfico no tratamento de reumatismo, prisão de ventre, é calmante, fortificante e anticoagulante. Nas mulheres ele ajuda na normalização da menstruação e melhora a circulação.