Rondonópolis/MT,

Kefir: você sabe o que é?




O que é?

Kefir é uma bebida de leite fermentado única, uma fonte de saúde, usada por
gerações na Ásia e venerado por suas propriedades saudáveis. Kefir pode ser
somente produzido por meio tradicional em casa e somente com os “grãos”
originais. Estes grãos levemente amarelos como “couve-flor”, possuem cerca de
5000 anos e são culturas de bactérias originárias ou do Cáucaso ou de algum
mosteiro tibetano. Este grão de Kefir Real é uma colônia simbiótica complexa
contendo mais de 35 bactérias probióticas que promovem altos benefícios a saúde
humana.
Nas montanhas caucasianas conta-se uma lenda onde Mohammed deu ao povo
ortodoxo os grãos de kefir. Os “grãos do profeta” eram guardados sigilosamente, já
que acreditavam que poderiam perder seus poderes se fossem entregues a
incrédulos. Os grãos do kefir eram considerados parte da família e propriedade da
tribo. Eram passados de geração em geração como segredo de família. Por
milênios, o povo do Cáucaso desfrutou de sua bebida saudável sem compartilhá-la
com estranhos. Pessoas vindas do ocidente que ocasionalmente passavam pelo
Cáucaso  ouviam lendas de uma bebida fermentada com propriedades mágicas de
bem-estar. Ate mesmo Marco Pólo fez menção ao Kefir numa de suas crônicas de
viagem. De qualquer maneira, o kefir mantém-se desconhecido ate os finais do
século 19, quando a noticia espalhou-se pelo sucesso obtido no tratamento de
tuberculose, desordens intestinais e doenças crônicas. Nesta mesma época, a
região do Cáucaso estava sob domínio russo e os médicos russos que lá
trabalhavam puderam experimentar em primeira-mão os grandes benefícios do
kefir para a saúde humana. Professor Dr. Kanschlikow dedicou grande parte da sua
vida ao estudo do kefir e em 1893 publicou o primeiro estudo científico dos efeitos
saudáveis de kefir. Embora os russos que se encontravam na região do Cáucaso
podiam ocasionalmente beber do Kefir, era impossível obter dos grãos do Kefir.
No entanto, membros da sociedade médica russa estavam determinados a obter os
grãos de Kefir para poderem oferecer seus benefícios aos seus doentes. Para isso
criaram um plano para obtê-los. Foi dada a missão a uma jovem e bonita moça,
Irina Sakharova, que foi enviada a Kisslovods e lá a corte do Príncipe Bek-Mirza
Barchorov. Foi lhe dada as instruções de seduzir e persuadir o príncipe de maneira
a obter um pouco dos melhores grãos de kefir guardado pela sua família por
séculos. Infelizmente o plano não funcionou. O príncipe recusou-se a entregar a
jovem, os “grãos do profeta” e quebrar dessa maneira suas leis religiosas, mas
também ficou encantado pela beleza da jovem Irina e não a quis perder. Depois de
algumas aventuras e perigos, Irina foi bem sucedida e em Setembro de 1908, ela
regressou a Moscou com uma xícara de grãos do kefir Real. Hoje, a maioria dos
grãos que correm o mundo são descendentes ou bebes dos grãos de kefir
conseguidos por Irina.
Você pode estar familiarizado com "kefir" comercializado, disponível em lojas de
produtos naturais, mas esta é uma versão ressaltada de “buttermilk”, NÃO o kefir
real. Muitas tentativas foram feitas para produzir kefir comercialmente; mas há um
longo caminho para se estar perto ao kefir real. O verdadeiro, com incontáveis
benefícios a saúde, pode ser SOMENTE feito em casa de maneira tradicional usando
dos grãos do kefir original dos Caucasianos – mas você não pode comprar estes
grãos em qualquer loja em qualquer lugar. Eles não estão a venda. Os grãos
originais obtidos por Irina são mantidos vivos e cuidados com amor por um grupo
leal de pessoas. Estas pessoas acreditam que seres humanos mesquinhos não
podem imitar a Deus, portanto, eles serão para sempre incapazes de comercializar,
duplicar a extensão de propriedades de cura dos grãos do kefir real. Por esta razão,
os grãos do kefir real são passados ao redor do mundo gratuitamente para quem
quer que precise ou acredite nele – é como uma corrente de amor que passa de
uma pessoa a outra – com amor e desejos de boa saúde. No Entanto, embora os
grãos sejam gratuitos, você pode pagar um preço simbólico de $15.00 US para 1/4
de uma colher de chá – é uma apreciação para o cuidado prévio, custo do leite e
taxas de envio. Esta atitude graciosa é para honrar a opinião de que seres humanos
não possuem direitos monetários sob o verdadeiro presente de Deus.
Por favor aceite os grãos de Kefir como preciosos seres vivos. Ame-os, converse
com eles, manuseio-os com cuidado, alimente-os regularmente e eles te
devolveram com sua saúde.
Quando cuidar deles com carinho, eles estarão com você para o resto da sua vida e
você será quem mais se beneficiara.

Importantes Precauções:
  
· Use somente vidros ou plásticos limpos e secos, colheres de madeira ou
plástico e escorredor de plástico ou bambu;
· Mantenha sempre todos os utensílios limpos, lavados somente com água
mineral, secar muito bem com um pano de algodão e nunca use solventes
ou detergentes;
· Nunca deixe os grãos entrarem em contacto com água com cloro (água da
torneira);
· Nunca exponha os grãos a temperaturas inferiores a 0º;
· Nunca exponha os grãos a temperaturas superiores a 40º;
· Nunca deixe os grãos em contacto com metais;
· Nunca deixe os grãos expostos diretamente ao sol;
· Nunca deixe os grãos sem comida (leite);
· Nunca aperte ou esprema os grãos.
Se fizer ou acontecer algum desses casos seus grãos poderão acabar por morrer.

Efeitos do Kefir:

Por experiências de gerações, estão listados alguns dos benefícios que o Kefir pode
efetuar;
o Regula o sistema imunitário e aumenta a resistência a doenças;
o Regula a tensão arterial, o açúcar no sangue e cura a diabetes;
o Cura bronquites, tuberculoses, asma, alergias e enxaquecas;
o Tem uma influência positiva ao coração, sangue e sistema circulatório;
o Cura vários tipos de eczema, desordens de pele e ajuda na acne;
o Cura problemas nos rins, no trato urinário e protege a próstata;
o Tem uma influência positiva no colesterol, osteoporose e reumatismo;
o Suporta a produção de enzimas e recupera o pâncreas;
o Melhora o funcionamento do fígado, baço, regulariza a produção da bílis
e influencia positivamente perante a hepatite;
o Regulariza o metabolismo, digestão e ajuda no funcionamento do cólon;
o Cura colite, diarréia, catarro, cândida e mais;
o Reequilibra a flora intestinal e ácidos do estômago, cura o duodeno e
úlceras;
o Produz seu próprio antibiótico, elimina bactérias inimigas, cura
inflamações internas e externas;
o Cura intolerância a lactose e capacita a digestão de produtos a base de
leite;
o Produz componentes anti cancro, previne a metástase e lidera a cura.
o Reduz o processo de envelhecimento, ajuda a pele, cabelo e músculos;
o Reduz ansiedade, depressão, aumenta energia e sensação de bem-estar;
o Produz todas as vitaminas necessárias e bactérias benéficas necessárias
para a saúde diária.
Quase um século de estudo científico e médico confirmam a lista acima disponível
pelo Diário de Pesquisas do Instituto da antiga URSS. Com o aumento do custo
mundial dos cuidados médicos por doenças crônicas, kefir real está não só
ganhando a popularidade pelos seus benefícios a saúde, mas também pelo seu
baixo custo médico. Com a crescente resistência aos antibióticos, pesquisas
intensivas sobre kefir real estão sendo conduzidas em Europa e Japão. Os
resultados confirmam a experiência de gerações.

O que é preciso antes de começar:

Uma vasilha de vidro ou plástico para coar o Kefir 
Um coador de plástico não muito pequeno de maneira que o kefir passe
bem, sem deixar que os grãos passem juntos (PS: não use coador de
metal, porque os grãos não podem entrar em contacto com metal e também
a rede de metal do coador pode cortá-los)
2 Frascos de vidro para guardar o Kefir coado e para retornar os grãos para
uma nova fermentação;
1 Colher de plástico ou madeira;

Que tipo de leite usar:

O melhor leite fresco que encontrar, pode ser de vaca ou de cabra, como preferir.
Mas leite pasteurizado, homogeneizado, leite em pó, leite desnatado também
podem funcionar.

Tempo de fermentação:

A produção do Kefir e o sabor e sua acidez tem relação com os seguintes fatores:

A quantidade dos grãos:

Mais grãos: use mais leite ou tempo de fermentação mais curto;

A atividade dos grãos:

Menos atividade: use menos leite ou tempo de fermentação mais longa;

O tempo de fermentação:

Menos tempo: use mais grãos ou menos leite;

A temperatura:

Mais quente: quanto mais quente, mais rápido o grão fermenta e cresce;

O fechamento do frasco:

Tampa mais fechada, mais ácido será o Kefir, se for uma tampa sem fechar
de todo, menos acido será o kefir;
O tempo comum de fermentação é de 24horas Quanto mais experiência for
adquirindo mais conseguirá ajustar esses fatores com a qualidade do kefir que
você gosta.
Os grãos do Kefir crescem melhor quando: mantém-se estável no seu canto; se
forem agitados levemente durante o dia; quando a temperatura ambiente do local
gira por volta de 25º e quando não há muita luz solar direta. Se preferir uma
fermentação mais lenta, diminua a temperatura a volta do frasco por volta de 15º.

Quando é que o kefir está pronto:

Pode verificar pela coagulação do frasco. A última parte a coagular é o fundo do
frasco. Poderá ser visto o soro separado do resto da coagulação no fundo do frasco.
Quando agitar o frasco e o fundo ainda estiver com aspecto de leite, o seu kefir
ainda não está pronto. Quando o fundo do frasco estiver com o aspecto de
coagulado, seu Kefir está pronto.
Quanto mais tempo deixar para fermentar, mais ácido será o seu Kefir. Se esta a
tomar Kefir para a intolerância a lactose, a sua fermentação deverá ser de 36horas.
Mas de qualquer maneira, nunca beba seu kefir com uma fermentação superior a
48horas  pode promover uma constipação forte. Com 12 horas de fermentação, age
como um laxante suave, com 24horas seu kefir terá a fermentação ideal e
equilibrada. Super fermentação não é aconselhável já que o pH do kefir passa a
ficar muito ácido e faz os grãos crescerem mais lentamente. Normalmente os grãos
tendem a dobrar de tamanho em 20 dias. Quando já tenha mais do que precisa,
doe a algum amigo que esteja a precisar dos seus miraculosos poderes.

Confeccionando o Kefir:

Primeiramente é preciso possuir 3 colheres dos grãos de Kefir real. Coloque-os em
um frasco de vidro e cubra com o leite que escolher. Não encha até a boca do
frasco, deixe sempre um espaço para o gás que será produzido na fermentação,
caso contrario corre o risco do frasco partir-se.
Agite suavemente o vidro varias vezes ao dia, por alguns segundos para misturar
os grãos ao leite fresco. Nunca coloque o frasco no frigorífico ou diretamente ao
sol. Quando notar que no fundo do frasco há o soro separado e o leite esteja todo
coagulado (isto pode ser preciso uma fermentação de 24horas), agite levemente
para misturar o soro com o coagulado. Está pronto seu kefir para ser coado.
Reserve uma vasilha de vidro com o coador de plástico em cima e vire todo o
conteúdo do frasco fermentado para dentro do coador. Gentilmente agite e
separe os grãos do líquido coagulado. Os grãos amarelos que ficaram no passador
são os grãos de Kefir real, o que foi coado para a vasilha de vidro, é o seu Kefir
para beber.
Depois de lavado e seco o frasco de vidro, retorne novamente para dentro, sem
apertar ou espremer, os grãos de kefir, e uma parte coada do Kefir (isso ajudará
numa fermentação mais rápida). Complete o restante do frasco com leite, sem
enche-lo por completo. Não se esqueça do espaço que é preciso deixar. Tampe o
frasco da maneira que preferir, mais apertado, mais ácido, mais aberto, menos
ácido.
Assim, novamente durante o dia, agite levemente o frasco, para misturar o leite
com os grãos. Quando novamente reparar na coagulação, no soro e no fundo
coagulado, novamente terá outro kefir para beber.
A medida para o kefir é de 1 parte de grãos para cada 20 de leite,
aproximadamente, mas ajustáveis ao vosso gosto. A medida que for adquirindo
mais experiência, conseguira ajustar o tempo com a quantidade e o sabor
que mais lhe convém. Nunca deixe de retornar os grãos ao frasco de vidro
juntamente com uma parte do Kefir pronto e coado e o restante com o leite.
Não é preciso lavar os grãos, eles devem retornar ao frasco de vidro da maneira
que foram coados. Mas se decidir lavar, nunca use água da torneira, somente água
mineral. Lavá-los irá tirar a proteção que eles criam a volta contra intrusos ou
corpos estranhos que possam aparecer durante a fermentação. Lavá-los estará
tirando toda a sua armadura contra outros microrganismos. Se decidir, pode jejualos
por 24horas dentro do frasco de vidro com água mineral, mas isso pode ser
feito uma vez por mês, mas não é necessário.

Tomando o Kefir:

¾ a 1 chávena de chá de kefir especialmente antes de dormir, serve como
prevenção as doenças. Kefir não é somente uma bebida de prevenção, mas uma
medicina especial. Para aqueles que a intenção ao tomar kefir seja para doenças
sérias, é aconselhável mudar a dieta para alimentos saudáveis (frutas, verduras,
grãos, sementes…), desintoxicar e limpar o corpo, fígado, rins e sistema digestivo.
Fazendo isso, aumentara os efeitos e propriedades de cura do kefir.
Para problemas de Cândida e desordens digestivas, use kefir da seguinte maneira:
1 xícara de manhã, primeira coisa a beber e após o jantar a noite, por três dias
consecutivos. Depois fique 3 dias sem beber, retorne a beber por 3 dias e assim
sucessivamente, por 3 a 4 semanas. Se não obter grandes resultados, aumente a
dosagem e continue por 3 meses ou mais.
De qualquer maneira, quando fizer a pausa de 3 dias, não se esqueça que os grãos
não farão. Por isso não deixe de alimentá-los, coando todos os dias e colocando
novamente outro leite para fermentação.
Para eczema, problemas da pele, alergias, artrites, etc., e para sérios problemas de
saúde, faça da mesma maneira acima. Comece com 1 chávena de manha em jejum
e outra após o jantar. Depois de uma semana aumente para 2 chávenas e duas
chávenas por vez. Gradualmente aumente para 3 chávenas e continue por 6
meses. Se durante esse tratamento experimentar coceiras  e vermelhidões, faça
por 20 dias e de uma pausa de 10 e novamente 20 dias a tomar e assim
sucessivamente.
Aplique esse regime para os próximos meses. Ainda que haja muitos estudos
documentados que kefir pode milagrosamente curar até doentes graves, kefir é um
presente de Deus, não do onipotente Deus.
Por muitas gerações, o povo caucasiano deu kefir aos seus bebês recém nascidos
como substituo ou complementação ao leite materno, também eles bebiam água
das montanhas, possuem um ar não poluído, consumiam comidas saudáveis, por
isso estavam livres de diabetes, problemas da próstata, tuberculose, desordens
digestivas, cancro e outras doenças comuns na nossa sociedade. Claramente,
prevenção e comida saudável são a melhor maneira para uma vida longa.

Onde conseguir grãos de kefir:

Yahoo grupos:fazendo kefir

 Fonte: Scribd.