Rondonópolis/MT,

Sapatos: sonho de consumo




Poucas coisas deixam uma mulher sensual e elegante como um belo par de sapatos, o que faz desse acessório uma das grandes paixões femininas. 


Sapatos inadequados: problemas para a saúde dos pés

Em nome da moda e beleza, muitas mulheres escolhem calçados inadequados - bicos finos, saltos muito altos, couro muito duro ou materiais sintéticos - que comprometem o conforto e a saúde dos pés.

Problemas como calos, joanetes, deformidade no ante pé e dores na coluna são geralmente ocasionados pelo uso constante de sapatos desconfortáveis.

Cibele Ressio, mestre em Ortopedia e Traumatologia e especialista em medicina e cirurgia do pé, ressalta a importância de saber escolher um calçado na hora da compra.

"Ele deve estar absolutamente confortável na hora da compra, e não comprar supondo que vai lassear. Devemos deixar uma folga entre o último dedo e a ponta do calçado, pois os dedos necessitam deste espaço para a movimentação durante o caminhar ", explica a ortopedista.

É possível encontrar sapatos bonitos e confortáveis, ficando elegante, e sempre- sem comprometer a saúde dos pés.

Salto alto o grande vilão:

Comprar sapatos é, para algumas mulheres, uma quase uma compulsão. No armário, ganham um espaço próprio e são os grandes aliados delas, deixando o corpo mais esguio e longilíneo. Mas o uso de saltos muito elevados pode levar a casos de artrite mais tarde na vida, alertam especialistas.

Saltos altos podem alterar a postura e aumentam a pressão sobre as articulações do tornozelo, do pé e joelho, aumentando o risco de artrose, forma mais comum da condição, também, com uso crônico, encurtam a musculatura ísquio tibial, isto é, a musculatura posterior da perna que vai até a coluna lombar, causando dor na região lombar.

Assim, a ortopedista recomenda o uso alternado do uso de calçados de saltos altos com outros mais baixos e também, sempre que possível, alongar por alguns minutos a panturrilha (mais conhecida por "batata da perna").

O sapato perfeito:

Na escolha do modelo ideal, as estilistas da grife de sapatos Comparsaria dão conselhos de quem entende do riscado: "Calçados muito coloridos não ficam muito bem em quem tem pé muito grande. Já as donas de pés pequenos devem evitar calçados com ar infantil".

Entre os modelos pequeninos mais solicitados na rede Paloma Herrera estão os sapatos da linha festa, scarpins, chanéis e botas. "As sapatilhas e rasteirinhas não são as preferidas", garante Paloma Herrera, diretora da marca.

Outra coisa importante:

Quem calça menos do que 36 não deve apostar em sapatos como o conhecido All Star, por exemplo. Por terem a forma naturalmente grande, independente do número, eles ficam desproporcionais nos pés. Já em relação ao salto, aposte nos modelos de sapato scarpin. Por serem fechados, disfarçam bem caso estejam largos. Além do mais, dá pra acomodar as palmilhas!

E para quem calça números maiores e compra sapatos apertados para ficar com pezinho de princesa, saiba que não é preciso se torturar. Basta apenas saber escolher o sapato ideal. Veja as dicas para mulheres que calçam números maiores conseguirem uma sensação visual de pés mais delicados:

- Usar scarpins com bicos não tão alongados, para que o pé não aparente tamanho grande.

- Investir em peep toes sem plataformas, para que os pés não fiquem tão brutos. 

Sapatos vilões:


Rasteirinhas: elas são feitas para a praia e para a piscina, e não para caminhar todos os dias. Por não oferecerem apoio e proteção aos pés, acabam deixando-os mais propensos a lesões. Se usadas com frequência, podem gerar problemas no tornozelo, tendinite e fascite plantar.


Salto agulha: o tendão de Aquiles encurta quando o pé está em um salto alto, portanto, se você usá-lo em demasia, o tendão pode se tornar cronicamente encurtado, o que pode levar a uma tendinite. Os saltos também colocam uma quantidade anormal de pressão sobre a planta do pé, o que faz a gordura sob a sola começar a rarear. Você pode acabar, então, com uma dor aguda crônica na plantar ou até mesmo com fraturas por estresse. Por causa do salto, você pode desenvolver também lesões nos joelhos, costas e quadris.


Bico fino: sapatos pontudos podem causar neuroma, uma inflamação do nervo entre os dedos. O nervo comprimido e inflamado provoca dor e queimação, e talvez precise ser tratado com injeções e terapias. Pode haver necessidade de remoção cirúrgica do neuroma.


Sapatilhas: elas são uma melhoria em relação às rasteirinhas, mas carregam o mesmo risco de tendinite, fascite plantar e todos os outros problemas que podem aparecer devido à falta de apoio nos pés.


Sapatos perfeitos:


Sapatos tipo boneca, ideal para quem tem pés maiores e quer deixá-los mais delicados.


Peep toe, super delicado para pés pequenos!



Sapato com bico arredondado e a cor clarinha deixam os pés mais delicados. 


O salto anabela dá mais sustentação aos pés   

Fonte: iTodas