Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Aposte na poderosa chia para emagrecer com saúde


A nova aposta entre os emagrecedores não é, na realidade, uma novidade. Pelo menos não para os mexicanos e outros povos americanos.

Trata-se da chia, um alimento funcional muito popular entre os incas, maias, astecas e outros povos pré-colombianos. Seu poder - para quem quer perder os quilinhos a mais - está concentrado principalmente em suas sementes, ricas em fibras solúveis e insolúveis.


Propriedades da chia


Fibra

A semente de chia apresenta alto teor de fibras, nutriente essencial para o bom funcionamento do organismo. As fibras apresentam a capacidade de promover saciedade, pois em contato com líquido no interior do estômago formam uma espécie de “gel” que dilata o estômago.
Estudos apontam que o consumo da chia pode auxiliar na perda de peso, pois auxilia na redução do apetite. Além disso, a formação desse “gel” aumenta o volume do bolo fecal, facilitando a eliminação das fezes e melhorando o funcionamento do intestino. O “gel” formado pela fibra em contato com líquido auxilia ainda no tratamento e prevenção de doenças como diabetes e doenças cardiovasculares. Parte da glicose e gordura em excesso permanecem retidos na fibra, sendo eliminados através das fezes.

Proteína

Outra característica é que a semente apresenta maior teor de proteína quando comparada a outros cereais como o milho, o arroz, a aveia, a cevada e o trigo. Por isso, o consumo da chia pode beneficiar vegetarianos, pois complementa o fornecimento deste nutriente na dieta.
A chia pode ser utilizada na alimentação de crianças, adolescentes, gestantes e animais por ter nutrientes essenciais para o crescimento e desenvolvimento. Praticantes de atividades físicas também podem se beneficiar do consumo desta semente, já que estes indivíduos necessitam de maior aporte protéico quando comparados a indivíduos sedentários.

Vitamina e Minerais

Chia é uma boa fonte de vitaminas do complexo B, de minerais como: cálcio, fósforo, magnésio, potássio, ferro, zinco e cobre. Por ser boa fonte de cálcio é uma excelente opção para aqueles que apresentam osteopenia e osteoporose. Para crianças, gestantes e filhotes de animais o cálcio é importante para a formação da massa óssea.

Antioxidantes

Os radicais livres são produzidos diariamente em nosso organismo, durante a respiração, digestão dos alimentos, exposição à poluição, dentre outros. Os radicais livres podem danificar as células levando desde envelhecimento precoce até doenças como câncer. Os antioxidantes são capazes de bloquear o efeito prejudicial dos radicais livres. A maioria dos antioxidantes é encontrada em alimentos de origem vegetal, como frutas, verduras, legumes e cereais integrais. Importantes antioxidantes encontrados nas sementes de chia são o ácido caféico e ácido clorogênico. Estudos indicam que o consumo de altos níveis de alimentos e bebidas ricos em compostos antioxidantes pode proteger contra doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer.

Ajuda a perder peso porque...

A chia age em três frentes distintas que auxiliam no emagrecimento

Causa saciedade:
suas sementes são mucilaginosas, ou seja, ricas em fibras. ao entrarem em contato com a água, formam um gel no estômago. diante dessa reação, a digestão torna-se mais lenta. Assim, o indivíduo fica satisfeito mais rapidamente e, então, passa a consumir porções menores.

Combate inflamação:
a gordura é resultado de um processo inflamatório do organismo, que deixa de enviar mensagens de saciedade ao cérebro. Com isso, perde-se o controle sobre a fome a ponto de comer e nunca se sentir satisfeito. O ômega 3 presente no grão combate essa inflamação, ajudando o corpo a recuperar o controle sobre o apetite.

Desintoxica:
a fibra regula o trânsito intestinal e limpa o organismo por meio das fezes.

Contra-indicações
Qualquer pessoa pode ingerir a semente. Porém, devido ao alto teor calórico, o excesso pode levar ao ganho de peso. Logo, para emagrecer, coma apenas a quantidade indicada na matéria.

Como consumir?
Pode ser encontrada de três formas - in natura (grãos), óleo e farinha. Mas independentemente do jeito que você prefere consumi-la, a chia deve ser ingerida 30 minutos antes de duas das suas principais refeições diárias (café da manhã, almoço ou jantar).

Conheça as formas do produto já à venda no mercado.

GRÃO 
Como ingerir: pode ser consumido puro ou misturado a frutas de sua preferência. O ideal é comer uma colher (sopa) da semente 30 minutos antes das refeições.

ÓLEO 
Como ingerir : use o óleo como tempero. Acrescente uma colher (sopa) do alimento em saladas, independentemente da quantidade de folhas. Contudo, uma importante ressalva neste caso: a versão líquida de chia não conta com os benefícios das fibras, encontradas exclusivamente na farinha e na versão em grãos. Os demais componentes, como o ômega 3, permanecem inalterados.

FARINHA 
Como ingerir: adicione uma colher (sopa) no preparo de iogurtes, vitaminas e saladas.

Fonte: R7,Beauty’on ,Mdemulher