Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Guia prático do recém-solteiro


Dicas imperdíveis para voltar ao "mercado" em alto estilo e se dar bem com as mulheres depois de dar (ou levar) um pé na bunda.

Você pode estar arrasado por ter levado um fora da namorada que achava que era a mulher da sua vida. Ou aliviado de ter sido corajoso e terminado um relacionamento que já não estava mais dando muito certo. Não importa se entrou com o pé ou contribuiu com a bunda, quem passa algum tempo num relacionamento sério costuma encontrar dificuldade ao voltar para a vida de solteiro. A auto-estima fica baixa, os amigos estão todos namorando ou casados e, o pior de tudo, as outras garotas não parecem disponíveis ou interessantes. Não pense que é fácil já sair catando outra – pode ser que isso leve um tempão para acontecer. Mas lendo este guia, com dicas de psicólogos, escritores e gente que já passou por essa situação, o caminho será mais fácil, podemos garantir.

1.  Preste atenção nas amigas da ex
“Há dois conselhos óbvios: ‘Retome antigos contatos’ e ‘Conheça novas garotas’. São válidos, claro. Mas aqui vai uma dica sábia: ‘Preste atenção nas amigas de sua ex’ “, diz o blogueiro Gravataí Merengue, que costuma escrever sobre relacionamentos. “Repare que elas mudarão o comportamento. Por quê? Simples: mulheres não são leais. Se você der brecha, pode apostar que uma ou outra entrará na onda. É um filão que muitos desconhecem.” Talvez não funcione com a melhor amiga. Mas não custa tentar manter o contato com aquelas que são só colegas.

2. Previna-se antes do fim
Você percebeu que o namoro está naufragando? Comece agora mesmo a jogar charme para uma amiga aqui, outra ali. Depois, ela não vai achar que é desespero seu correr atrás dela. Aliás, você vai até poder dizer que sentia fazia tempo que o relacionamento não estava funcionando. Além do mais, você vai economizar tempo por não precisar começar do zero e voltar a sondar seus contatos.

3. Dê uma geral em você
Aprenda com as mulheres: a primeira coisa que elas fazem ao sair de um relacionamento é dar um tapa no visual. Vale mudar o corte de cabelo e dedicar-se com mais afinco à academia. Tudo isso ajuda a reerguer a auto-estima. Aproveite e renove seu guarda-roupa. “É possível que você tenha entrado na relação como um pangaré e saído muito bem-vestido. Mas suas roupas também podem refletir o gosto da ex-patroa”, diz Gravataí, cujo blog leva seu nome. Renegue as coisas que você usava apenas para agradá-la e invista em peças novas.

4. Escolha o amigo certo para ir à balada

NÃO SAIA EM BANDO
Chegar com muitos caras na balada afugenta mulher. O ideal é ir com apenas um ou dois amigos.


DIGA NÃO AO “MICARETEIRO”
O perigo aqui é você entrar na onda do sujeito. “Sem essa babaquice de beijar a maior quantidade possível de mulher”, diz o publicitário Gustavo S., do blog Manual do Cafajeste. “Isso é um ‘privilégio’ de adolescentes e homens abobados. Você só vai arrumar tranqueira e espantar as garotas bacanas com essa atitude.”

REFORCE OS LAÇOS COM OS AMIGOS-LABRADORES
Na hora de cair na noite, nem é preciso que sua companhia seja um grande amigo – basta ter os mesmos propósitos. E o seu, agora, é conhecer mulher: nada melhor do que o amigo farejador. “Depois, para tomar umas e outras ou ver um jogo de futebol, aí você pode chamar os amigões de infância”, diz Gravataí.

O “BOCA-DE-LIXO” É ÚTIL
O cara que pega qualquer uma pode ajudar, se a garota na qual você quiser investir estiver com uma amiga feia.

AMIGOS QUE NAMORAM ESTÃO EM OUTRA
Os amigos compromissados podem não estar na pegada da pegação. E costumam ter horário – pode ser bom se você quiser ficar sozinho na balada. 

5. Comece um esporte novo
São dois os benefícios: a pança vai diminuir e você vai conhecer pessoas – e mulheres – novas. Aliás, esse deve ser fator com peso 2 na sua escolha da atividade: quanto mais gatas, melhor. 

6. Use as redes sociais a seu favor 

MUDE O SEU STATUS
O escritor e jornalista Paulo Tadeu conta que assim que ele mudou seu status para “solteiro” a mulherada começou a fazer comentários. “É incrível a repercussão que esse simples ato causa”, diz Gustavo S. 

PARE DE SEGUI-LA NO TWITTER
Também deixe de ser amigo da ex no Orkut e no Facebook. “É sofrimento à toa, reacender a fogueira do ciúme, masoquismo, perversão, sacanagem. Um risco que não vale mesmo a pena”, diz o escritor Xico Sá, do blog O Carapuceiro. Outra coisa a se cogitar é excluí-la de serviços como MSN e Gtalk. 

NÃO DÊ RECADOS NO MSN
Evite a tentação de escrever nicks ridículos no MSN pensando em atingir a ex, como “amo ser solteiro”, ou dar recadinhos do tipo “apesar de você, amanhã há de ser outro dia”. Além de não servir para nada, outras mulheres vão pensar: “É o típico nick de quem está com dor de cotovelo”. Papelão. 

NÃO DÊ UMA DE FRANCO-ATIRADOR
“Mídias sociais são uma extensão das atividades sociais da pessoa. Assim, nunca faça nenhuma coisa nelas que o tornaria um mala aqui no mundo real”, afirma Luiz Yassuda, analista de mídia social. “Você vai a uma balada e cumprimenta cada ser humano que entra? Ou vai xavecando toda e qualquer menina?” 

ESTUDE O ALVO
“Com alguns cliques e uma investigação superficial, é possível saber os gostos da garota, para onde ela já foi, os lugares que frequenta”, diz Gustavo. “De posse dessas informações, ajuste o seu discurso e solte umas mensagens no Facebook ou Twitter que tenham relação com os gostos dela.” Cuidado com a medida – você será alvo de chacotas se disser que está baixando o último hit de Lady Gaga. 

SIGA O CAMINHO MAIS FÁCIL
Use como os primeiros alvos as garotas que você já conhece, como as do trabalho ou da academia. A sexóloga Ana Canosa, colunista da VIP, recomenda: “Pergunte coisas interessantes. Mulher adora saber que um homem está interessado em sua porção subjetiva, aquela que não se toca, não se olha e não se come”. 

INTERAJA FRIAMENTE
“Os primeiros contatos precisam mostrar certa indiferença. Mas você tem que dizer que existe”, aconselha Gustavo. “Sempre que ela tuitar algo bacana, dê um retuíte. Quando ela adicionar uma foto diferente ou falar algo inusitado no Facebook, dê um ‘curtir’. Retuíte e ‘curtir’ são como SMS, toda mulher adora receber.” 

VÁ PARA O PRIVATIVO
“É legal dar atenção a algumas garotas, mas não dê tanto mole. No campo aberto, todo mundo lê o que você escreve, inclusive outras garotas que você quer prospectar”, lembra Luiz. O papo engrenou? Conduza-o para o privativo, com o Direct Message do Twitter ou o MSN. 

SEJA UM POUCO FOFO
Quase toda mulher gosta de caras engraçados e um pouco fofos (as que não gostam são muito chatas, então não dê bola para elas). “Procure tuitar coisas engraçadinhas, piadinhas contextualizadas”, diz Gustavo. 

CUIDADO COM O QUE ESCREVE
Revise seu texto antes de publicá-lo. “Mulher valoriza quando a gente se expressa bem”, afirma Paulo Tadeu. “É uma forma de mostrar que você é inteligente. Escreva coisas espirituosas.” Cuidado para não exagerar na dose e fazer papel de palhaço. A medida? Se você achar que seu post está genial, reformule-o. Certamente ele está bobo ou pretensioso. 

NÃO PAREÇA DESESPERADO
 “Seja gradual: no Twitter, comece respondendo algo que você achou interessante aqui, a retuíte num outro dia. No Facebook, favorite algo que a pessoa diz, responda um comentário dela no outro dia… Vá construindo isso”, diz Luiz. E, no MSN, espere alguns segundos antes de responder. “Use emoticons engraçadinhos com parcimônia, e apenas para representar sentimentos, e não palavras – do contrário, você pode passar por retardado”, afirma Gustavo.

Fonte: Revista Vip