Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Bizarrices da moda de 2012: as piores tendências lançadas


O ano de 2012 ultrapassou a cota no que diz respeito ao lançamento de modas bizarras. Do retorno do bustiê (ou miniblusa), em geral acompanhado de saias, calças e shorts de cintura alta, ao tênis de salto alto - que por aqui ficou conhecido por sua versão em inglês, ‘sneakers’, prepare-se para relembrar tendências que poderiam ser esquecidas até o dia 31 de dezembro.
Esta barra mais comprida atrás, em saias e vestidos, por incrível que pareça já domina as prateleiras e as vitrines das lojas de roupas do Brasil. A tendência 'mullet' (sim, o nome vem daquele cafona corte de cabelo que foi sucesso nos anos 80) foi mais uma bizarrice que surgiu nas passarelas de moda internacional e acabou conquistando as famosas, responsáveis por popularizar a tendência. Mas basta olhar o modelito acima, usado por Demi Lovato em uma premiação, para ver que se trata de uma onda brega.

Quer dar a impressão de que seu quadril e suas coxas são um pouquinho maiores? Basta usar leggings estampadas. A não ser que seja magérrima, não vale a pena embarcar na moda, que também voltou dos anos 80 para 2012. Apesar de lembrar a carismática e sensual personagem Suelen, vivida pela enxuta Isis Valverde em “Avenida Brasil”, não vale a pena ser repetida.

O retorno dos bustiês (ou miniblusas) que foram coqueluche nos anos 80 ainda vai dar o que falar. Estes tops parecem sutiãs dos anos 40 e costumam fazer par com saia, calça ou short de cintura alta. Depois de despontar nas passarelas da moda gringas, foram parar nas vitrines das lojas praticamente de todo o mundo ocidental. Inclusive do Brasil. O pior é que fazem até mesmo as mais magrinhas, como a atriz Mariana Rios, na foto acima, parecerem acima do peso.

Certas tendências da moda dos anos 90, como o tênis com salto, poderiam ter morrido naquela época. Sua última aparição, antes de 2012, havia sido nas apresentações das Spice Girls, em 1998. A responsável pelo retorno é a estilista Isabel Marant, queridinha do momento. Não há nenhum problema em usar salto. Muito pelo contrário. Mas não em tênis.

Enquanto simpáticas corujinhas estampavam roupas e acessórios, eram transformadas em capas de smartphones e em peças de decoração, não havia problema algum. Mas quando Justin Bieber resolveu aderir à tendência penosa e fazer uma tatuagem de coruja em seu antebraço, a situação saiu fora de controle. Melhor uma coruja de verdade do que uma invasão de mentira por todos os lados.

Algumas modelos já haviam apostado no visual supostamente radical e rebelde nos anos passados (a onda se tornou fashion em 2010). Mas, com a adesão de famosas como Miley Cyrus, Ke$ha, Avril Lavigne e Rihanna neste ano, a lateral raspada acabou conqusitando adeptos nas ruas das cidades. O problema? Deixou de ser radical há anos. Outro problema: esperar até que o cabelo cresça de novo.

Esqueça maquiagem HD. A onda em 2012 (pelo menos no exterior) foi a sobrancelha HD. Para conseguir ficar com o visual que transformou a aparência de Demi Lovato – não de modo positivo – o processo inclui depilar boa parte dos pelos da região para, depois, desenhar uma linha de aspecto nada natural por cima.  

Fonte: MSN
Fotos: TV Globo, Rex Feature, Getty Images