Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Pele bronzeada, sem sol!


O verão é aquela época linda do ano em que todo mundo quer tirar férias, planejar viagens, conhecer lugares incríveis e de quebra voltar com aquela corzinha de dar inveja. Mas como nem sempre isso é possível, algumas alternativas artificiais nos proporcionam o mesmo ar saudável. Afinal uma pele bronzeada valoriza o look, aumenta a autoestima e há quem diga que disfarça até a celulite.

Você está louca/o para desfilar por aí exibindo aquele bronze bonito e sensual, mas não tem tempo para tomar sol? Entre Coisas tem a solução para o seu problema: cosméticos bronzeadores e bronzeamentos feitos em clínicas que vão deixar você com o bronzeado do momento. Acompanhe e ganhe também um corpo dourado!

Como funcionam os novos bronzes artificiais?

O bronze falso veio para ficar. Ele é, definitivamente, uma forma rápida, prática e – melhor – saudável de exibir toda a sensualidade do verão mesmo sem ter tido tempo para tomar sol. Tem gente que usa o ano todo, outros lançam mão da estratégia para não desembarcar na praia/piscina com aquele branco-escritório e há ainda quem quer dar uma reforçada no moreno natural da pele.

Seja qual for a sua intenção, saiba que a cor conquistada com a ajuda dos cosméticos está cada vez mais distante daquele alaranjado que alguns produtos proporcionavam anos atrás. Novo princípio ativo no mercado? Nada disso: o DHA (diidroxiacetona) e a eritrulose continuam sendo os ingredientes do bronze sem sol. “Eles reagem com a queratina da pele, liberando proteínas de tom dourado, que garantem uma cor similar à do bronzeado”, explica Ligia Kogos, dermatologista de São Paulo. “A diferença dos produtos modernos está na formulação, que combina essas duas substâncias em diferentes concentrações a fim de deixar a cor próxima da natural”, diz Natália Rodrigues, farmacêutica do departamento técnico da Galena, distribuidora de ativos dermatológicos, em São Paulo.

Além disso, a aplicação correta faz toda a diferença, porque diminui o risco de manchar o corpo. “Quanto mais se conhece sobre a utilização de um cosmético, melhor é o resultado”, acredita Natália Rodrigues. De tanta experimentação, hoje, temos disponível uma gama de hidratantes de uso diário que garante um tom discreto em sete dias e de autobronzeadores para uma cor quase imediata. Isso sem falar dos tratamentos nas clínicas.

Hidratantes de bronze gradual
A cor vem em até sete dias

- Eles hidratam ao mesmo tempo em que dão um toque dourado ao corpo. Devem ser substituídos pelo seu creme de uso diário.
- Como contêm baixa concentração de substâncias bronzeadoras, a cor não aparece rápido – a maioria das marcas fala de quatro a sete dias para você exibir um bronze discreto.
- Pelo mesmo motivo, essa categoria tende a manchar menos – tanto a pele como a roupa – do que os autobronzeadores. Assim, são mais fáceis de usar, porque eventuais falhas da aplicação ficam menos evidentes.
- Mesmo com a promessa de não manchar a roupa, alguns dos produtos testados deixaram uma marquinha nas lingeries, como se fosse um borrão de base. Para evitar, use peças de cores mais escuras.

Sugestão Entre Coisas

Se você é novata/o no falso bronzeado, opte por hidratantes de bronze gradual. São muito mais fáceis de passar e não deixam a pele manchada caso você erre na aplicação. Também são boas pedidas para as/os branquinhas/os, que têm medo de ficar com um tom alaranjado demais, e para quem já tomou sol e quer prolongar a cor. Só uma desvantagem: precisa ter paciência, já que o resultado não aparece de um dia para o outro.

Natura Fotoequilíbrio Pós-Sol, Natura.
Golden Plus Hidratante Bronzeador Suave Everyday Summer, O Boticário.
Dove Summer Tone.
Johnson’s Softglow Toque de Luminosidade, Johnson & Johnson.

O bronze das clínicas
Aqui, o resultado é profissional. 

Bronzeamento a Jato

Este método é aplicado em todo rosto e corpo por meio de uma pistola de ar comprido como se fosse pintura de carro mesmo, espalhando de forma homogênea sobre a pele. Apesar do efeito imediato, para chegar à tonalidade máxima é preciso aguardar cerca de seis horas após a aplicação e dura de 7 à 15 dias, dependendo dos cuidados da pele no dia a dia. Mas cuidado! A aplicação inadequada pode causar manchas na pele!

Bronzeamento a Vapor

Este procedimento é feito manualmente, a pessoa entra em uma cabine computadorizada e em 30 segundos dois jatos deslizam pulverizando todo o corpo suavemente com uma névoa de 180 graus, sem perigo de manchar. Em seguida outro jato garante a secagem instantânea do produto. É possível programar para que a aplicação seja feita em apenas uma parte do corpo, como rosto, pernas, costas e controlar o nível de intensidade: nível 1 (negra), nível 2 (pele morena) e nível 3 (pele clara), de acordo com o bronzeamento que deseja, e pode perdurar  por até 10 dias.

Alguns complementos podem ajudar a ativar e prolongar este bronzeado, como uma alimentação saudável a base de betacaroteno, também disponíveis em cápsulas. Equilibre frutas e legumes de coloração amarela ou laranja e folhas escuras, como cenoura, beterraba, abóbora, pêssego, chicória, agrião e espinafre ao menos três a quatro vezes por semana. Uma esfoliação corporal pelo menos 6 horas antes da aplicação do produto ajuda na remoção de células mortas e uniformiza a pele.

Evite clarear o pelo e depilar com cera nas últimas 48 horas, pois isso pode remover o bronzeado, e lembre-se que no dia da aplicação a pele deve estar livre de óleos, cremes, desodorante, maquiagens e inclusive sem perfume, o ideal mesmo é tomar um banho, estar limpa e sem resíduos.

Advertência: fujam das cabines de luz, elas funcionam como se você estivesse exposta/o diretamente ao sol, e o pior, sem protetor, ou seja, o perigo de se contrair um câncer de pele é muito grande, e isto foi comprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) desde 2009. Isto porque a concentração de raios UVA nas câmaras de bronzeamento é duas vezes maior do que a solar, aumentando o risco de envelhecimento precoce. “Os danos são irreversíveis, em menor ou maior grau, pois as células seguramente serão atingidas”, explica a diretora científica da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, Joana D’Arc Diniz.

Autobronzeadores

Eles garantem efeito de um dia para o outro

- Contam com maior concentração dos ativos que bronzeiam e a cor aparece em cerca de quatro horas.
- Não devem ser usados diariamente – uma aplicação a cada três dias é o suficiente para manter a cor.
- Dois dias antes de usar o produto, remova as células mortas da pele com uma esfoliação. Isso garante um resultado homogêneo.
- Nos joelhos, tornozelos e cotovelos, passe apenas o resíduo de produto que restou na mão. Por ter mais queratina, essas áreas tendem a escurecer.
- Não se esqueça de passar um pouco do produto nos dedos, no dorso das mãos e dos pés.
- No rótulo, recomenda-se lavar as mãos após o uso. Mas, em vez disso, limpe a palma das mãos com um pano úmido para não remover o cosmético do dorso delas.
- No dia da aplicação, vale evitar lingerie e roupa branca, porque a maioria dos autobronzeadores acabam manchando, sim, as peças que ficam em contato com o corpo. Opte também por modelos mais folgados.
- Se o resultado ficar pouco homogêneo, não conserte passando o cosmético apenas em determinadas partes. O correto é esperar a cor desaparecer (capriche na esfoliação para acelerar o processo) e repassar o produto no corpo todo.

Sugestão Entre Coisas

O autobronzeador é indicado para quem tem pressa e deseja uma cor mais intensa do que a proporcionada pelos hidratantes que garantem um bronze gradual. Mas não é fácil passar o produto. Por isso, convoque a mãe, a irmã ou a amiga para ajudar na tarefa. Você vai precisar, literalmente, de uma mão para espalhar o cosmético nas costas e na parte de trás do corpo. Também nunca deixe a aplicação para um dia antes de uma festa ou de vestir o biquíni. Sem muita experiência, o resultado pode não ficar perfeito na primeira vez. Com treino, o bronze falso fica cada vez melhor.

Cheiro de quê? Quem usa ou já usou sabe: autobronzeador deixa a pele com um cheiro esquisito. Você pode pensar que se trata do odor da substância ativa, no caso o DHA ou a eritrulose. “Na verdade, é o cheiro da proteína que resulta da reação do produto com a queratina da pele”, esclarece Ligia Kogos. Portanto, a maioria dos cosméticos, alguns mais e outros menos, dependendo da concentração dos ativos, vai gerar esse perfume peculiar. “Mas não se preocupe: depois do banho, ele tende a sumir”, avisa Ligia

Sundown Gold, Johnson & Johnson (100 g)
Loção Autobronzeadora Sol de Verão, Davene (120 ml).
Nivea Sun Touch Loção Autobronzeadora, Nivea (125 ml).
Loção Autobronzeadora Avon Sun (125 ml).

Fonte: Boa Forma, Wiki Week