Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Smartphones irados que não chegarão ao Brasil

Separamos os aparelhos mais bonitos e recheados de recursos que dificilmente veremos em terras tupiniquins. Foi-se o tempo em que o Brasil era um país defasado em gadgets. De uns anos para cá, diversas companhias investiram pesado para atualizar os consumidores brasileiros com o que há de mais avançado na área da telefonia móvel.

Ainda que nosso mercado receba novidades constantemente, nem todos os smartphones chegam aqui. Há dois motivos para restringir a venda de determinados produtos em alguns países.
Primeiro, usando estudos de mercado, as empresas sabem quais modelos terão maior popularidade. Depois, existem alguns celulares que são exclusivos para determinada região, o que impede que as fabricantes levem tais dispositivos para outros locais.

A partir dessa ideia, resolvemos caçar alguns smartphones potentes que não darão as caras por aqui. Vale notar que, apesar de os aparelhos selecionados não estarem disponíveis aqui, nada impede que por conta de acordos ou estratégias algum modelo seja lançado futuramente no Brasil.

1. HTC One
Lançado em fevereiro deste ano, o HTC One chegou para fazer frente ao poderoso Galaxy S4 e outros aparelhos top de linha. O produto taiwanês recebeu elogios em nossa análise devido ao design diferenciado, as boas configurações de hardware e a sua câmera de boa qualidade.


O modelo que conseguimos para as análises foi comprado no exterior, visto que a HTC não tem planos de lançá-lo por aqui. O principal empecilho para a venda no Brasil é que a marca não tem presença em território tupiniquim.
Claro, assim como tantos outros produtos importados, o HTC One pode ser encontrado no Mercado Livre e em algumas lojas online. O preço do aparelho fica em torno de 2 mil reais. Confira as especificações e veja o que você está perdendo:
  • Sistema: Android 4.2.2
  • Tela: Super LCD3 de 4,7” (1080x1920 pixels)
  • CPU: Snapdragon 600 quad-core de 1,7 GHz
  • GPU: Adreno 320
  • RAM: 2 GB
  • Armazenamento: 32/64 GB
  • Câmera: 4 MP
  • 4G: Sim
  • Bateria: 2.300 mAh
  • Dimensões (A x L x E): 13,7 x 6,8 x 0,93 cm
  • Peso: 143 g
2. Samsung Galaxy S4 Google Play Edition
Apesar de ter sua própria linha de smartphones, neste ano, a Google resolveu ampliar a lista de aparelhos com Android “puro”. Dessa forma, a companhia anunciou que, em parceria com a Samsung, iria lançar o Galaxy S4 Google Play Edition.

O design e o hardware são exatamente idênticos ao do aparelho comum, sendo que a única diferença fica por conta da retirada da interface e dos apps da Samsung. As análises em sites internacionais deixam claro que o aparelho é excelente para quem busca alto desempenho sem ter de aturar softwares desnecessários.

(Fonte da imagem: Reprodução/Phandroid)

O lançamento do produto foi bem recebido pelos americanos, os quais foram os únicos privilegiados a receberem o dispositivo. Veja as especificações:
  • Sistema: Android 4.3
  • Tela: Super AMOLED de 5” (1080x1920 pixels)
  • CPU: Snapdragon 600 quad-core de 1,9 GHz
  • GPU: Adreno 320
  • RAM: 2 GB
  • Armazenamento: 16/32/64 GB
  • Câmera: 13 MP
  • 4G: Sim
  • Bateria: 2.600 mAh
  • Dimensões (A x L x E): 13,6 x 6,98 x 0,79 cm
  • Peso: 130 g
3. HTC One Google Play Edition
Para não deixar os consumidores com uma única opção, a Google ainda apostou em um segundo dispositivo com a versão original do Android. O HTC One Google Play Edition segue a ideia do Galaxy S4, ou seja, a única coisa modificada é o sistema e os aplicativos. As configurações de hardware são as mesmas que você viu no primeiro item desta lista.
Da mesma forma que o dispositivo da Samsung é comercializado, este aparelho da HTC também é restrito apenas para os compradores que residem nos EUA. Nem adianta sonhar com a chegada do produto aqui, pois, além da questão da região, voltamos ao mesmo problema da falta de representação da fabricante em terras brasileiras.

4. HTC One mini
Assim como a Samsung vem apostando em gadgets de diferentes tamanhos, a HTC não perde tempo e oferece um smartphone em tamanho reduzido com design similar ao do seu principal aparelho. Além das diferenças na altura e largura, o HTC One mini tem peso reduzido e configuração de hardware inferior.

(Fonte da imagem: Divulgação/HTC)

Novamente, a indisponibilidade aqui fica por conta da ausência da HTC no Brasil. Confira os principais detalhes deste pequeno notável:
  • Sistema: Android 4.2.2
  • Tela: Super LCD2 de 4,3” (720x1280 pixels)
  • CPU: Snapdragon 400 dual-core de 1,4 GHz
  • GPU: Adreno 305
  • RAM: 1 GB
  • Armazenamento: 16 GB
  • Câmera: 4 MP
  • 4G: Sim
  • Bateria: 1.800 mAh
  • Dimensões (A x L x E): 13,2 x 6,3 x 0,93 cm
  • Peso: 122 g
5. HTC First
HTC First não é exatamente um dispositivo top de linha, mas é um smartphone que chama a atenção pelo design e a proposta inusitada. Este é, na verdade, o famoso Facebook Phone — que trazia a Facebook Home. Trata-se do grande fracasso que a empresa de Mark Zuckerberg resolveu lançar e que acabou sendo um prejuízo para a HTC.

Fonte da imagem: Reprodução/Frandroid)

A venda do HTC First ficou restrita aos Estados Unidos e ao Reino Unido — esse segundo nunca chegou a ver o aparelho do Facebook. Devido a essa limitação territorial, aos problemas de aceitação e também por ser um dispositivo da HTC, esse smartphone nunca teve chances de vir para o Brasil e lá fora também teve seus dias contados.
  • Sistema: Android 4.1
  • Tela: Super LCD de 4,3” (720x1280 pixels)
  • CPU: Snapdragon 400 dual-core de 1,4 GHz
  • GPU: Adreno 305
  • RAM: 1 GB
  • Armazenamento: 16 GB
  • Câmera: 5 MP
  • 4G: sim
  • Bateria: 2.000 mAh
  • Dimensões (A x L x E): 12,6 x 6,5 x 0,89 cm
  • Peso: 124 g
6. Sony Xperia Z
Apenas lendo o nome de relance, talvez você estranhe que o Xperia Z esteja em nossa lista. A verdade é que a Sony disponibilizou no Brasil um aparelho com nome muito parecido. O Sony Xperia ZQ, que você encontra por aqui, é exatamente igual ao modelo internacional, exceto pelo fato de não ser um dispositivo à prova d’água.

(Fonte da imagem: Divulgação/Sony Mobile)

Por ora, a Sony não divulgou quaisquer planos de lançar o Xperia Z para os brasileiros. Talvez o principal motivo seja que já existe um aparelho muito parecido, ou seja, os consumidores não saberiam diferenciar e um dos modelos acabaria ficando com um grande volume acumulado em estoque. Confira as especificações deste monstro:
  • Sistema: Android 4.2.2
  • Tela: TFT de 5” (1080x1920 pixels)
  • CPU: Qualcomm quad-core de 1,5 GHz
  • GPU: Adreno 320
  • RAM: 2 GB
  • Armazenamento: 16 GB
  • Câmera: 13,1 MP
  • 4G: sim
  • Bateria: 2.330 mAh
  • Dimensões (A x L x E): 13,9 x 7,1 x 0,79 cm
  • Peso: 146 g
7. Huawei Ascend Mate
A linha de produtos mais avançados da empresa chinesa é a Ascend, e o Ascend Mate é o smartphone mais impressionante já criado pela fabricante. Ocorre que, assim como alguns celulares de outras empresas, este modelo também não deve ser lançado aqui.

(Fonte da imagem: Reprodução/Android Police)

Apesar de já estar no Brasil há um bom tempo, a Huawei sempre focou em celulares mais básicos para o consumidor brasileiro. A empresa nunca ousou lançar um smartphone top de linha em nosso mercado e parece que não vai ser dessa vez que vai fazê-lo. Veja as configurações do Mate:
  • Sistema: Android 4.1
  • Tela: IPS+ LCD de 6,1” (720x1280 pixels)
  • CPU: Huawei quad-core de 1,5 GHz
  • GPU: Vivante GC4000
  • RAM: 2 GB
  • Armazenamento: 16 GB
  • Câmera: 8 MP
  • 4G: não
  • Bateria: 4.050 mAh
  • Dimensões (A x L x E): 16,3 x 8,5 x 0,99 cm
  • Peso: 198 g
8. Nokia Lumia 928
Entre tantos Androids indisponíveis, temos também um Windows Phone que não vai chegar ao Brasil. Basicamente, o Nokia Lumia 928 é um smartphone idêntico ao Lumia 920 e ao Lumia 925. Conforme nosso comparativo anterior, a única diferença fica por conta da tela (que é igual à do Lumia 925) e da tecnologia CDMA.

(Fonte da imagem: Reprodução/TechHive)

A Nokia não deu qualquer motivo para não lançar o aparelho por aqui, mas talvez o principal ponto seja justamente a presença de outros celulares muito parecidos. Abaixo, você pode ver os detalhes de hardware do produto:
  • Sistema: Windows Phone 8
  • Tela: AMOLED de 4,5” (768x1280 pixels)
  • CPU: Snapdragon dual-core de 1,5 GHz
  • GPU: Adreno 225
  • RAM: 1 GB
  • Armazenamento: 32 GB
  • Câmera: 8 MP
  • 4G: Sim
  • Bateria: 2.000 mAh
  • Dimensões (A x L x E): 13,3 x 6,8 x 1 cm
  • Peso: 162 g
9. ASUS PadFone Infinity
A ASUS nunca foi uma grande empresa no ramo dos smartphones, principal motivo que inviabiliza sua presença em diversos mercados. No Brasil, a companhia domina no ramo de produtos de hardware e participa nos segmentos de notebooks e tablets, mas é muito difícil encontrar um celular ASUS.

(Fonte da imagem: Divulgação/ASUS)

Neste ano, a fabricante lançou o ASUS PadFone Infinity, um smartphone que pode ser transformado em tablet. Alguns sites chegaram a publicar que o aparelho havia sido lançado aqui, mas não há quaisquer informações no site oficial ou lojas que ofertem este celular. Dê uma olhada nas características desta belezinha:
  • Sistema: Android 4.1.2
  • Tela: Super IPS+ LCD de 5” (1080x1920 pixels)
  • CPU: Snapdragon 600 quad-core de 1,7 GHz
  • GPU: Adreno 320
  • RAM: 2 GB
  • Armazenamento: 32/64 GB
  • Câmera: 13 MP
  • 4G: Sim
  • Bateria: 2.400 mAh
  • Dimensões (A x L x E): 14,3 x 7,2 x 0,89 cm
  • Peso: 141 g
10. GIGABYTE GSmart Aku A1
Assim como a ASUS, a GIGABYTE é conhecida por atuar com componentes de hardware. Devido a isso, a empresa não se arrisca ao lançar celulares em mercados muito concorridos ou em que ela não tenha alguma participação.

(Fonte da imagem: Divulgação/GIGABYTE)

É justamente esse o principal motivo pelo qual a fabricante dificilmente lançará o GSmart Aku A1 no Brasil. Seria interessante ver esse aparelho por aqui, pois, se ele seguir a qualidade da marca, quem sabe teríamos mais uma boa opção com preço acessível. Veja alguns detalhes do produto:
  • Sistema: Android 4.2
  • Tela: TFT de 4,5” (480x854 pixels)
  • CPU: MediaTek quad-core de 1,2 GHz
  • GPU: PowerVR SGX544
  • RAM: 1 GB
  • Armazenamento: 4 GB
  • Câmera: 5 MP
  • 4G: Não
  • Bateria: 2.000 mAh
  • Dimensões (A x L x E): 13,6 x 6,7 x 0,97 cm
  • Peso: 147,7 g
11. ZTE Blade G V880G
A ZTE é mais uma das fabricantes que conta com um vasto acervo de aparelhos. Todavia, a empresa atua de forma inteligente, disponibilizando apenas os aparelhos que tem maior potencial de venda. No caso do Brasil, a empresa já percebeu que o segmento de dispositivos top de linha é bem concorrido, algo que sempre levou a companhia a ofertar celulares modestos.

(Fonte da imagem: Reprodução/Mix Price)

O Blade G V880G não é um esmero e dificilmente poderia concorrer com os mais robustos da atualidade;de qualquer forma, seria um aparelho interessante para quem busca pagar pouco por uma boa configuração. Separamos as principais características do smartphone:
  • Sistema: Android 4.1.2
  • Tela: IPS LCD de 4,5” (480x854 pixels)
  • CPU: Snapdragon S4 Play dual-core de 1,2 GHz
  • GPU: Adreno 203
  • RAM: 512 MB
  • Armazenamento: 4 GB
  • Câmera: 5 MP
  • 4G: Não
  • Bateria: 2.000 mAh
  • Dimensões (A x L x E): 13 x 6,7 x 0,92 cm
  • Peso: 140 g
12. Pantech Vega No 6
Assim como a ZTE, a Pantech sempre atuou em território tupiniquim com dispositivos mais simples, mas isso não quer dizer que a empresa não tenha nenhum produto de alta qualidade para oferecer.

(Fonte da imagem: Reprodução/Xamb)

O Pantech Vega No 6 é a maior prova de que a fabricante tem grande potencial tecnológico. Esse smartphone, que pode até ser considerado como um phablet, não fica devendo nada para outros aparelhos robustos. Repare nas configurações do aparelho coreano:
  • Sistema: Android 4.1.2
  • Tela: Natural IPS Pro LCD de 5,9” (1080x1920 pixels)
  • CPU: Snapdragon quad-core de 1,5 GHz
  • GPU: Adreno 320
  • RAM: 2 GB
  • Armazenamento: 32 GB
  • Câmera: 13 MP
  • 4G: Sim
  • Bateria: 3.140 mAh
  • Dimensões (A x L x E): 15,8 x 8,3 x 0,99 cm
  • Peso: 210 g
13. Alcatel One Touch Idol X
A Alcatel é outra marca que está no Brasil por um bom tempo, mas que desde o começo trabalhou com celulares mais básicos. Lá fora, a história é bem diferente e a empresa conta com uma série de aparelhos robustos.

(Fonte da imagem: Reprodução/PhoneBunch)

O One Touch Idol X é o um dos lançamentos mais recentes da Alcatel e é um aparelho que chama a atenção com design e hardware de ponta. Novamente, o caso aqui parece ser a árdua competição no segmento de aparelhos mais robustos. Veja as especificações:
  • Sistema: Android 4.2
  • Tela: IPS LCD de 5” (1080x1920 pixels)
  • CPU: quad-core de 1,5 GHz
  • GPU: não informado
  • RAM: 2 GB
  • Armazenamento: 8/16 GB
  • Câmera: 13,1 MP
  • 4G: Não
  • Bateria: 2.000 mAh
  • Dimensões (A x L x E): 14 x 6,7 x 0,69 cm
  • Peso: 130 g
14. Sharp AQUOS PHONE ZETA SH-06E
Finalizando nossa lista, temos a presença de uma ilustre empresa que já lançou muitos eletrônicos no Brasil. Pois é, a Sharp é uma velha conhecida de muitos consumidores, mas, mesmo vendendo televisores aqui, a empresa não tem coragem de embarcar no segmento dos telefones celulares.

(Fonte da imagem: Divulgação/NTT DoCoMo)

Além desse detalhe, o AQUOS PHONE ZETA SH-06E não é um smartphone que foi feito para ter distribuição internacional. Produzido especialmente para mostrar o potencial da tecnologia de display IGZO, esse celular é uma exclusividade da operadora DoCoMO. Confira as especificações:
  • Sistema: Android 4.2
  • Tela: LCD de 4,8” (1080x1920 pixels) com tecnologia IGZO
  • CPU: Snapdragon 600 quad-core de 1,7 GHz
  • GPU: Adreno 320
  • RAM: 2 GB
  • Armazenamento: 32 GB
  • Câmera: 13,1 MP
  • 4G: Sim
  • Bateria: 2.600 mAh
  • Dimensões (A x L x E): 13,8 x 7 x 0,99 cm
  • Peso: 158 g
Bom, esses são apenas alguns dos tantos smartphones que não chegarão ao Brasil, mas que poderiam ter grande chance de sucesso em nosso território. Qual desses aparelhos você acha que faz falta? Conhece outro modelo que não está em nossa lista? Deixe um comentário!

Fonte: Tecmundo

Smartphones exclusivos para o mercado asiático (Fonte da imagem de capa: Reprodução/Chinese VR-Zone)