Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Prisão de ventre: causas que você talvez desconheça

A prisão de ventre é causada, geralmente, por uma dieta pobre em fibras, consumo insuficiente de água, falta de exercícios físicos e hábito de ignorar repetidamente o desejo de ir ao banheiro. “Mas a constipação intestinal também tem outras causas menos conhecidas, incluindo certos medicamentos e suplementos, bem como condições médicas potencialmente graves”, afirma o gastroenterologista Silvio Gabor. Veja 13 possíveis causas da prisão de ventre que você nem imaginava:

Causas do intestino preso

Problemas na tireoide

Não é uma regra. Há pessoas com disfunção da tiroide que não têm prisão de ventre. Mas, segundo o médico, quando a paciente é jovem, está constipada mais do que o normal e reclamando de dores abdominais, ele busca investigar também o funcionamento de sua tireoide, já que a glândula retarda os processos metabólicos do corpo, até mesmo do intestino.

Analgésicos

Alguns estudos sugerem que pode haver um risco maior de constipação intestinal para pessoas que são usuárias crônicas de analgésicos como aspirina e ibuprofeno. “Um grande número de receptores das drogas narcóticas estão no aparelho digestivo, por isso, em geral, é uma boa ideia prescrever laxantes suaves para os usuários”, afirma.

Chocolate

chocolate-prisao-de-ventreEliminar ou cortar o chocolate por causa da constipação é uma decisão que deve ser avaliada individualmente, pois ele pode tanto causar prisão de ventre como também ajudar algumas pessoas constipadas. Segundo estudo de 2005, pessoas que já têm intestino irritável são mais propensas a afirmar que o chocolate causa o problema.

Vitaminas

Em geral não causam obstipação, mas alguns componentes como cálcio e ferro podem interferir. A recomendação é que pacientes que estejam tomando suplementos à base de ferro ou cálcio suspendam sua ingestão. Se for essencial, pode ser prescrito um laxante suave.

Excesso de laxantes

A função dos laxantes é estimular a atividade intestinal, por causarem uma irritação da mucosa. Mas eles só devem ser ingeridos com prescrição médica, pois, quando utilizados por longos períodos, podem levar à dependência, fazendo com que o intestino não funcione corretamente sem eles.

Baixo consumo de fibras

Alimentos com poucas fibras e muita gordura, como queijos, ovos e carne podem retardar a digestão. A solução, além de reduzir o consumo desses alimentos, é aumentar a ingestão de fibras de 20 a 35 gramas por dia. Adicione verduras, frutas e outros alimentos que contenham fibras à sua dieta e evite fast foods e alimentos processados.

Antidepressivos

Não é possível afirmar que todos os medicamentos antidepressivos tenham este efeito colateral. Se você precisa tomar esses remédios, converse com seu médico, pois ele poderá prescrever um laxante suave, se for o caso.

Depressão

A condição que os antidepressivos se propõem a tratar – a depressão – também pode causar constipação. Ela provoca uma desaceleração geral dos processos normais do corpo, o que também pode afetar o intestino.depressao-prisao-de-ventre

Antiácidos

São ótimos para combater a azia, mas podem causar prisão de ventre, especialmente aqueles que contêm cálcio ou alumínio. Uma alternativa para reduzir a azia sem o auxílio de remédios é não comer muito durante as refeições e consumir menos alimentos gordurosos e mais fibras.

Pressão arterial

Um dos efeitos colaterais dos medicamentos para pressão arterial elevada pode ser a prisão de ventre. “Diuréticos, por exemplo, reduzem a pressão arterial, aumentando a produção de urina, o que libera mais água do organismo. No entanto, a água também é necessária para manter as fezes macias e levá-las para fora do corpo”, diz o médico.

Doença Inflamatória Intestinal

É uma doença que inclui duas condições crônicas principais: a doença de Crohn e a colite ulcerativa. Ambas podem causar cólicas, perda de peso, sangue nas fezes e outros problemas, como a constipação. “Na colite ulcerosa, a constipação pode ser um sinal de inflamação no reto e na doença de Crohn pode ser um sinal de obstrução no intestino delgado”, diz.

Parto

É comum ter prisão de ventre durante a gravidez. E o parto pode agravar o problema, possivelmente devido aos músculos abdominais lentos ou devido ao uso de analgésicos ou anestesia no processo. Além disso, pode haver alguma dor perineal imediatamente após o parto, então o medo de causar mais desconforto pode ser um fator importante para a constipação.gravidez-prisao-de-ventre

Diabetes e condições neurológicas

A maioria das pessoas com diabetes avançado apresentam este problema. Isso acontece porque a doença causa danos nos nervos, que afetam a capacidade de digestão dos alimentos. Condições neurológicas tais como a esclerose múltipla ou a doença de Parkinson também podem causar obstipação.
Fonte: iTodas