Rondonópolis/MT,

Shift dress: o tubinho de cara nova

vestido tubinho é um clássico que foi eternizado por Audrey Hepburn no filme Bonequinha de Luxo, dos anos 60. No longa, ela usa um modelo Givenchy longo que virou febre. Na década de 90, a peça voltou com tudo, só que mais justa e curtinha - a ex-spice girl Victoria Beckhamfez dele sua marca registrada.
Audrey Hepburn e Victoria Beckham: tubinho nos anos 60 e nos 90.

Em 2013, o vestido entra em cena de novo com o nome de shift dress. O corte reto e sequinho continua o mesmo, mas agora ele está mais soltinho - ou seja: perfeito para quem não curte peças apertadas. Brinque com o comprimento, acima dos joelhos ou mais curto, e se jogue nesta tendência. Inspire-se nas escolhas incríveis das famosas.
       
Detalhes de peso
Os modelos monocromáticos seguem firmes e fortes, mas tente animá-los com alguns detalhes. Anne Hathaway apostou na faixa transparente. Amanda Seyfried acrescentou bordados dourados e Alexa Chung usou aplicações em preto.


Manga também pode!
Em geral, quando falamos de tubinho, logo pensamos em vestidos sem mangas. Mas elas são até bem-vindas viu! Christa B. Allen apostou na versão comprida. A mesma coisa fez Emma Stone - as dela, porém, se destacam pelo volume. Emma Watson foi na manga curta e no ombro à mostra e arrasou.


Puro glamour
As versões brilhosas são ótimas para a noite, não? Experimente aplicações mil, como Vanessa Hudgens, fique no preto e branco discreto, à la Emma Roberts, ou aposte no mix de cores e brilho, igual a Jenna Ushkowitz.


Dá-lhe estampa!
verão é a melhor época do ano para investir nelas! Ashley Madekwe não teve medo e usou uma bem exibida. Peyton List fez o estilo mais clássico e Jamie Chung ainda turbinou o desenho com a transparência no decote.


Shift dress neste verão: sim ou claro?


Fonte: Capricho