Rondonópolis/MT,

Cabelos: erros que toda mulher comete

E se eu tentar cortar minha própria franja? Ou testar aquele tutorial de cabelo um pouco antes da festa? Quem ainda não passou por uma dessas situações, pode ser sua própria inimiga mais cedo ou mais tarde.


1. Fazer drama para cortar o cabelo
Você até sabe que a regra é cortar de três em três meses para quem quer deixar os fios crescerem, mas você tem medo de ir ao salão e ver tudo o que cresceu no chão. Ou fica adiando por pura preguiça.

Quando você passou dos limites: chega o dia em que você pega aquela tesourinha de unha, senta no sofá e fica cortando as pontas duplas de forma milimétrica.

2. Lavar o cabelo com água fervendo
É difícil diminuir a temperatura da água quando está frio fora do chuveiro, mas não tem desculpa. O cabelo resseca com água muito quente e a raiz pode ficar mais oleosa.

Quando você passou dos limites: toda vez que sai da ducha percebe que parece um camarão. Se a água quente deixou sua pele irritada, fez o mesmo com seu cabelo.

3. Ficar loira em casa
Você é morena, olha aquela referência na revista e resolve que tem que ficar loira. E, de repente, tem um talento para cabeleireira. Cuidado, mudanças muito radicais devem ser feitas no salão, pelas mãos de um colorista experiente. A chance de seu cabelo ficar de uma cor horrível ou, pior, quebrar inteiro é grande.

Quando você passou dos limites: no verão, mistura água oxigenada com colorante, passa no cabelo e vai para a praia ficar "só dez minutinhos". Depois entra na água do mar e tudo certo. Sem comentários...

4. Dormir com os fios molhados
O cabelo inteiro demora horas para secar, bate o cansaço e você quer dormir. O couro cabeludo está molhado e o travesseiro quentinho, o resultado é um ambiente favorável ao desenvolvimento de fungos e dermatites.

Quando você passou dos limites: você faz academia à noite e dorme com os fios úmidos pelo menos três vezes por semana. O travesseiro já tem uma toalhinha própria e provavelmente alguma criação de mofo...

5. Usar qualquer xampu que tem no boxe
Você divide o box com a família e acaba usando o produto que encontra, mesmo aqueles 2 em 1 para um cabelo totalmente diferente do seu. Há diferentes xampus justamente porque os cabelos não são todos iguais. Exemplo: fios secos precisam de um xampu menos agressivo e com propriedades hidratantes. Se você tiver cabelo oleoso e usar este tipo de produto é óleo na certa. Tenha o seu próprio xampu e compre um novo cada vez que ele estiver chegando ao fim.

Quando você passou dos limites: sem nenhum xampu no box, você lava o cabelo com sabonete.

6. Desembaraçar o cabelo com os fios encharcados
Qual a melhor coisa de se fazer depois de lavar o cabelo? Penteá-lo durante horas. É uma delícia. O problema é que normalmente você faz isso com os fios encharcados e sem nenhum leave-in. Para isso não acontecer, passe um creme antes e use um pente largo de madeira.

Quando você passou dos limites: você sempre usa aquele pente fino de plástico toda vez que lava os fios. Erro duplo: as cerdas de plástico deixam os fios arrepiados e as cerdas juntas quebram os fios.

7. Viver de elástico
O elástico de cabelo é o melhor amigo do bad hair day e amigos a gente vê com frequência, não é? O problema é que quando usado muito, o acessório quebra os fios.

Quando você chegou ao limite: usa sem medo aquele elástico simples, de escritório, para prender o cabelo e na hora de tirá-lo, estica o coitado sem dó. Repare quantos fios foram juntamente com seu ato impensado.

8. Não fazer hidratação nunca
Falta tempo, dinheiro, disposição, não é? Mas é quase impossível você ter um cabelo sem nenhum dano mesmo que você não faça nenhuma química. Poluição, sol seguido de chuva, estresse, tudo isso já danifica o cabelo. Escolha uma máscara e use-a uma vez por semana. Se seus fios forem mistos ou oleosos, passe a máscara só nas pontinhas.

Quando você passou dos limites: passa condicionador da raiz às pontas e deixa agir nos fios enquanto você termina seu banho, faz esfoliação, passa lâmina nas pernas... Condicionador não é máscara, ele desembaraça , sela as cutículas, mas não hidrata como ela. E passar o produto na raiz aumenta a oleosidade.

9. Pular a etapa do protetor térmico
Toda vez em que você for fazer chapinha, babyliss ou simplesmente secar o cabelo, deve passar um leave-in com proteção térmica antes. Mas e a preguiça? Só lembre que calor resseca o cabelo e, com o tempo, ele pode ficar uma palha.

Quando você passou dos limites: faz chapinha no cabelo molhado sempre que está atrasada e nem se lembra do protetor. Pense: é como se você estivesse fritando seus fios.

10. Lavar o cabelo só de vez em quando
Seu cabeleireiro falou para você não lavar os fios todos os dias para não ressecá-los. Pronto, agora eles verão água só quando necessário. Lavar o cabelo, além de limpar os fios, remove as células mortas, o sebo e aumenta a circulação do couro cabeludo. Cabelo limpo é mais saudável e cresce melhor.

Quando você passou dos limites: agora que existe xampu seco, você vai à academia, usa o produto e está nova em folha. Não, a sujeira continua lá, só que está mascarada.

Fonte: Mdemulher 

Foto: Divulgação/Filme "As Patricinhas de Beverly Hills"