Rondonópolis/MT,

Será que é fácil fazer, na vida real, o que você faz nos games?

Os games nos dão oportunidade de praticar ações tentadoras, como eliminar terroristas a centenas de metros de distância e escapar da polícia sem qualquer arranhão no carro. Felizmente, a vida real é mais séria e não dá para fazer esse tipo de coisa com tanta facilidade – não com a mesma habilidade e destreza, pelo menos.

O fato é que muito do que você faz nos games é infinitamente mais fácil lá do que na realidade. Separamos cinco situações para mostrar porque ser um herói de verdade não é pra qualquer um. As imagens falam por si.


Atirar

No Call of Duty



Na vida real



São três os motivos principais para essa diferença: o peso das armas, o coice (a força com que a arma é jogada para trás após o disparo) e os fatores emocionais e psicólógicos de ter nas mãos um objeto que pode matar outra pessoa, isso sem considerar um cenário de guerra e o perigo de morte constante. Acha que seus anos de Counter Strike te prepararam para alguma coisa? Só se foi para ficar horas sem comer.

Dirigir (e fugir da polícia)

No GTA



Na vida real



Não se engane. As maravilhosas condições de trânsito, a resistência a dezenas de tiros e a polícia extremanente burra do primeiro vídeo jamais se repetiriam no segundo, onde o criminoso se deu mal justamente porque bateu o carro e imediatamente abandonou o veículo, que pode ter ficado sem condições de circular. Portanto, não saia cometendo crimes por aí, porque dificilmente você conseguirá fugir (e a polícia não vai simplesmente parar de te procurar, como ocorre no GTA).

Ganhar dinheiro

Em Skyrim



Na vida real



Como seria fácil aparecer com um saco de batatas e vendê-lo por moedas de ouro para um cara qualquer no meio do caminho, não? A vida é dura e as batatas não valem US$ 100 mil (o que o cara do segundo vídeo tem na cabeça?). Nos games, dá para vender tudo para ganhar uma grana. Quer ganhar dinheiro aqui? Vai trabalhar! Ou aposte na loteria…

Saúde e resistência

No Tomb Raider



Na vida real



Caiu ou levou uma porrada? Sem problemas! É só se esconder e ficar quieto em um canto por alguns segundos que tudo volta ao normal. Isso se você estiver no mundo de Tomb Raider, claro. Os marmanjos do segundo vídeo não acharam legais os tombos que levaram. Também seria bom se remédios funcionassem como poções e kits de saúde nos jogos: um clique e voilá, saúde 100% novamente.

Habilidades atléticas

Em Assassin’s Creed:



Na vida real:


Lição para levar para a vida (que é uma só): nunca, jamais, em hipótese alguma tente imitar os personagens de Assassin’s Creed. As leis da gravidade não são tão respeitadas no mundo virtual e a capacidade muscular humana é, digamos, exagerada. Qualquer erro pode significar game over, portanto resigne-se à corridinha matinal e não invente de escalar catedrais.

A lista poderia ser ampliada com dezenas de outros exemplos. Mas o pessoal do Dorkly fez um trabalho legal comparando mais situações com muito humor em três partes (aquiaqui aqui). Já o GamesRadar mostra como a vida pode ser decepcionante quando comparada aos games. Sem depressão! O importante é viver bem para jogar bastante!


Fonte: VIP por João Coscelli