Rondonópolis/MT,

Como reciclar disquetes velhos

Hoje em dia, não existe mais nenhum motivo para você utilizar os seus antigos disquetes no seu computador moderno. Já estamos algumas gerações a frente desta ultrapassada forma de armazenamento, mas até agora é difícil encontrar uma casa que ainda não tenha pelo menos meia dúzia de disquetes perdidos por ela.

Se este “lixo eletrônico” não serve mais para o seu PC, ele pode ser utilizado para coisas mais criativas. Neste caso, compilamos uma pequena lista de soluções inteligentes para os seus velhos disquetes.

Vasos de Planta
Com nada além do que uma cola Superbonder ou uma pistola de cola e cinco disquetes, você pode fazer um pequeno vaso de plantas, sejam elas flores, ervas ou temperos. Na verdade, não se trata de uma coisa difícil, e basta seguir estes passos simples.


Use um dos disquetes como base, ele ficará na horizontal em contato com o chão ou a mesa. Na lateral do disquete base, pegue outro disquete e o cole em posição vertical, perpendicular ao primeiro. Repita o processo com os outros três disquetes ocupando os quatro lados da base. Não se esqueça também de colar os disquetes verticais uns nos outros quando suas pontas se encontrarem.
Nível de Dificuldade: 1/5

Caderno
Um caderno feito com dois disquetes será duas coisas: portátil e durável. Em matéria de visual ele também é bastante agradável, não tendo nada a perder para um moleskine.


A forma mais eficaz de criar um caderno destes é utilizar aquelas espirais que são vendidas em qualquer papelaria.  Com elas em mão você deve encontrar folhas do tamanho certo ou cortar algumas para que elas se acomodem na forma dos disquetes.

Depois disso, basta colocar os disquetes como se fosse capas, separando a pequena resma de papel, e usar um perfurador no tamanho da espiral que você comprou. Se você não tiver acesso ao perfurador, outro item facilmente encontrado em papelarias, você poderá apelar para uma furadora elétrica, basta medir de maneira correta a distância necessária para cada furo.

Uma vez feito os buracos, basta colocar a espiral até o fim e você terá um pequeno caderno para levar para todos os lugares que desejar.
Nível de Dificuldade: 2/5

Bolsa
Para fazer uma bolsa de disquetes você precisará de muitos deles a disposição por aí, o ideal mesmo seria arranjar algo entre 40 e 50. O resultado é um bolsa que tem um certo charme fashion geek, mas que também é bastante durável para o seu dia a dia.



Para aprender a fazer esta belezinha, assista a esse tutorial muito simples em menos de um minuto. Como você pode observar, em termos de dificuldade não existe realmente um alto grau de complexidade neste processo, todavia, ele certamente será um pouco demorado e cansativo.
Nível de dificuldade: 3/5

Um Pendrive
Não seria irônico usar um disquete como pendrive? De certa maneira você estaria utilizando o antigo disquete para o seu propósito inicial, ainda que nada dele realmente sobre, apenas a sua caixa exterior.
Para fazê-lo, basta abrir o circuito de um pendrive e transferi-lo com cuidado para o interior de um disquete. É muito fácil você quebrar alguma coisa por acidente, então é importante prestar atenção e ser delicado ao manejar o processo.



Para entender melhor o que fazer, assista ao vídeo tutorial apresentado aqui em cima.
Nível de Dificuldade: 3/5

Arte
A mais interessante das opções: faça arte. Este vídeo a seguir pode ajudá-lo a alcançar a inspiração certa, nele você vê como o artista britânico Nick Gentry usa a superfície plástica dos disquetes como canvas para uma belíssima pintura.



É claro que uma prerrogativa básica para se criar arte é criar a sua obra da maneira que você achar melhor, desta forma, utilize os disquetes como bem entender. Se você quiser procurar alguma inspiração, coloque “Floppy Disk Art” no campo de busca do Google Images e observe um pouco as ideias de outras pessoas.
Nível de Dificuldade: depende do que você fizer.


Imagens: Brit+Co, Make Use Of