Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Os maiores vilões dos animes

O que seria de uma boa trama sem um grande contratempo? Algo que se impõe no caminho dos nossos heróis dificultando ou mesmo impedindo que eles cheguem aos seus objetivos. Em muitos casos, os autores preferem por personificar esse papel do antagonista na forma de um vilão.

Nos desenhos animados japoneses, os animes, um grande vilão é praticamente presença obrigatória em quase todas as histórias. Dos mais atrapalhados aos mais perversos, eles possuem grande importância no desenrolar dos eventos, muitas vezes, apesar dos pesares, tornando-se tão queridos do público quanto os próprios protagonistas.

Entretanto, alguns vilões tornam-se excepcionais por se sobressaírem na sua principal e mais óbvia função: serem maus. Conheça agora 10 dos vilões mais malignos dos animes.

Os nomes a seguir não seguem uma ordem específica, pois cada vilão destaca-se por diferentes aspectos da sua vilania.

AVISO: contém spoilers a seguir.

1 – Shou Tucker, de Fullmetal Alchemist
Quem acompanhou o anime deve estar se perguntando nesse momento o porquê de Shou Tucker aparecer nesta lista. De fato, o alquimista não matou ninguém, mas seu ato de vilania foi tão perverso e egoísta como de qualquer outro grande vilão. Para continuar seus estudos sobre quimeras e por dinheiro, o alquimista fundiu a sua própria filha e seu cachorro de estimação em uma quimera fadando-a a viver escondida e angustiada com tudo aquilo. Certamente um dos episódios mais perturbadores e dramáticos dos animes e que fez muito marmanjo não conseguir conter as lágrimas.

2 – Major Montana Max (The Major), de Hellsing
Para início de conversa, o Major é um nazista – e isso, por si só, já é ser bastante mau. Mas o Major consegue ser mau mesmo entre os nazistas. Após ter fugido da Alemanha no final da Segunda Guerra Mundial, ele passou cerca de 50 anos planejando sua vingança contra a Inglaterra, acumulando um exército de vampiros, monstros, zepelins de guerra, etc. Ele não só é bom guerreador, como profundo adorador da guerra, tanto que uma das suas maiores vontades era estabelecer um Reich de 100 anos, de modo que houvesse guerra mundial permanente; além de ter sido responsável pela morte de 3 milhões de pessoas por pura diversão.

3 – Makoto Shishio, de Samurai X (Rurouni Kenshin)
No geral, Shishio é um vilão “comum” durante toda a trama e com isso quer se dizer que ele passou boa parte do anime fazendo coisas que já se espera de um vilão: motivado pela vontade de destruir o governo que tentou matá-lo. Para tanto ele destrói cidades e manda seus comparsas perseguirem os amigos de Kenshin no dojo. Entretanto, os motivos que tornam Shishio digno de estar nesta lista têm a ver com o duelo final entre ele e Kenshin: quando Yumi, amada de Kenshin, resolve interferir no duelo, Makoto se aproveita da distração para esfaquear Kenshin através do corpo de Yumi! Ao perceber que Kenshin não estava morto, Shishio fica tão irado que continua a lutar até seu sangue evaporar. Tenso, não?!

4 – Medusa, de Soul Eater
Medusa é uma mãe perversa! Assim como Shou Tucker de Fullmetal Alchemist, ela utilizou seu próprio filho (ou filha?), Crona, como objeto de pesquisa numa tentativa de torná-lo um kishin, um assassino louco e demoníaco. Para isso, Medusa o submeteu a todos os tipos de tortura. A moral da história é que Crona acaba por assassinar sua mãe – induzido pela própria Medusa – pois somente assim ele teria matado até mesmo as coisas com as quais se importava. Amor de mãe… vai entender!

5 – Naraku, de Inuyasha
Naraku pode não ser o vilão mais maligno da lista, mas sem dúvida é o mais chato, por assim dizer. Ele não é igual aos outros vilões que vão direto à destruição e matança, pelo contrário, ele é daqueles que fazem sangrar até a morte com pequenos cortes de papel e depois se certificar de que está bem longe antes que se possa alcança-lo. Seu objetivo no anime era coletar as peças da Joia das Quatro Almas – e depois corrompê-la – mas para isso ele tornou a vida de Inuyasha e seus amigos um lixo: fez a amante do protagonista odiá-lo, assim como o seu irmão; fez o irmão de Sango matar toda a sua família; criou vários clones de si mesmo para que Inuyasha pudesse derrotá-lo a cada episódio e não chegar a lugar algum!! É o que se chama de um grande babaca.

6 – Diva, de Blood+
Diva é Rainha dos Quiropterans e irmã de Saya, protagonista da trama. Um dos ápices de maldade de Diva foi, num primeiro momento, querer matar seu irmão adotivo, Riku, mas Saya a impediu tornando um Chevalier, cavaleiro que, após beber do sangue de Saya e transformar-se num quiropteran, torna-se um protetor desta. Entretanto, nem assim sua vida estava segura. Logo em seguida, Diva captura Riku e o mata, mas não antes de tê-lo estuprado!

7 – Griffith, de Berserk
Griffith é o típico exemplo daquelas pessoas que não conseguem superar certas situações, no caso, quando Gatts, amigo e parceiro de trabalho, deixa o Bando do Falcão, grupo de mercenários liderado por Griffith. Ocorre que, após Gatts ter retornado para salvá-lo por várias vezes, Griffith sacrifica o seu Bando com o objetivo de se tornar parte da Mão de Deus. Uma vez tendo se tornado parte da Mão, a primeira coisa que Griffith faz é estuprar Caska, noiva de Gatts e que estava grávida na situação, fazendo com que a criança venha a nascer deformada. Um ponto bastante violento num anime/mangá já conhecido pela sua violência excessiva.

8 – Majin Boo, de Dragon Ball Z
Majin Boo não é o que se pode dizer de um vilão que possui planos ardilosos ou que tenha grande motivo que sirva de base para sua vingança… não, nada disso. Majin Boo é um grande idiota, babaca, cor-de-rosa e com poderes inimagináveis à sua disposição! Numa comparação esdrúxula, ele seria o “bully” da série. Sério, ele faz o que faz por diversão e seu poder é tão grande que ele conseguiu destruir toda a população da Terra com apenas um golpe – sem nenhum ganho aparente por isso!

9 – Johan Liebert, de Monster
Ser o cara mal de uma série de nome Monster já diz muito sobre Johan. Ele é um serial killer com selo Hannibal Lecter de qualidade. Entre os pontos altos da sua vilania estão o assassinato da sua própria família adotiva, dos parceiros do cirurgião que salvou a sua vida, e quando instigou estudantes e instrutores de um programa militar alemão a matarem uns aos outros. Ele até comandava um grupo de serial killers europeus, mas acabou ele próprio assassinando alguns. Certa vez ele foi convidado por um grupo neo-nazista para ser um novo Hitler. Ok, pausa: se você é convidado para ser um novo Hitler, é porque você é mau pra caramba!!

10 – Light Yagami, de Death Note
Light é o exemplo de vilão mal compreendido, afinal, ele só queria ajudar o mundo a se tornar um lugar melhor – mas à maneira dele! Tendo encontrado o Death Note, um caderno que mata qualquer um que tenha o seu nome escrito nele e da maneira descrita. No início, ele começou matando criminosos que haviam escapado da justiça ou enquanto praticavam crimes; então, ele passou a matar os piores criminosos, mesmo que eles já estivessem na prisão. A coisa começa a perder o controle quando Yagami mata um detetive que havia chegado perto de descobrir o seu segredo. Logo, Light passaria a matar qualquer um que julgasse criminoso, mesmo que a justiça dissesse o contrario e todo aquele que se impusesse em seu caminho, comprometendo a realização de algum objetivo. Quando chegou a ser eventualmente preso, Light já havia matado milhares de pessoas.


Fontes: io9, Tudointeressante por Luciano Hilton