Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Propagandas incrivelmente responsáveis

Nem só de cerveja e camisetas vive a publicidade. Os criativos também dão show quando precisam defender causas importantes. “Um grande poder traz uma grande responsabilidade”. Todo publicitário deveria ter um Tio Ben por perto, só para proferir essa sabedoria da frase passada. Goste ou não, as ações de marketing são importantes ferramentas de controle social. No português claro, a publicidade direciona a sua atenção para o que lhe convém.

Nem tudo, no entanto, são caixas registradoras. Os criativos também são feras (“ô louco, meu!”) quando a causa é massa. Porque muito mais legal que vender cerveja é salvar os beagles do Instituo Royal.


O site Awebic separou 41 anúncios de causas sociais vão te fazer sair da inércia — nem que seja para exclamar “caraca, esse é da hora”. Ficamos com os 15 mais legais.

“As mulheres precisam ser vistas como iguais”. Criação: Ogilvy & Mather, Dubai, Emirados Árabes Unidos

“Uma das crianças está segurando algo que é proibido nos Estados Unidos para sua proteção. Adivinhe qual”. Criação: Grey, Toronto, Canadá.

“Para os sem-teto, todo dia é uma luta”. Criação: Clemenger BBDO, Melbourne, Austrália.

“Viu como ajudar uma criança com fome pode ser fácil?”. Criação: TBWA caça Lascaris, de Joanesburgo, África do Sul

Sea Shepherd Conservation Society: “Quando vir um atum, pense em um panda”. Criação: Ogilvy & Mather, Singapura.

“Crianças negligenciadas se sentem invisíveis”. Criação: Fundação Infância australiano, JWT Melbourne.

   “Você não é um desenho. Diga não a anorexia”. Criação: Revolution Brasil.

“Predadores sexuais podem esconder-se no smartphone do seu filho”. Criação: Herezie, Paris, França.

                           “Onde está o pedófilo?”. Criação: Michael Arguello.

“A cada 60 segundos, uma espécie entra em extinção”. Criação: Scholz & Friends, Berlin, Alemanha.

“A censura conta a história errada”. Criação: Memac Ogilvy & Mather Dubai, Emirados Árabes Unidos.

“Não está acontecendo aqui, mas está acontecendo em algum lugar”. Criação: Pio Walker, Anistia Internacional, Suíça.

                    “Curtir não está ajudando”. Criação: Publicis, Singapura.

                                       “Sem ódio”. Criação: Fabrica, Itália.

“A cor da sua pele não deveria determinar o seu futuro”. Criação: Publicis Conseil, Paris, França.


Fonte: VIP