Rondonópolis/MT,

8 alimentos que você pode estar guardando errado na geladeira

Guardar alimentos na geladeira não é uma tarefa tão básica quanto parece e se feita do jeito errado pode acabar estragando e provocando desperdício de comida. Além de guardar ovo na porta – o erro mais comum – outros alimentos provavelmente estão no lugar errado dentro da sua geladeira.

Conservar alimentos na geladeira: 8 erros que você comete

Ovo: na porta da geladeira a temperatura varia mais do que no interior, já que você abre com frequência. Por isso, evite guardar ovos nessa parte – o alimento é altamente perecível e a mudança constante do frio para o calor vai fazê-los estragar mais rapidamente.

Leites e derivados: a variação de temperatura também pode estragar leites, queijos, manteiga, requeijão e outros derivados. Procure deixá-los na prateleira de cima, onde o ar é mais frio.

Pão: o pão dura alguns dias a mais se for resfriado, mas o ideal é guardá-lo no congelador, e não no refrigerador (nessa parte, o alimento ressaca rapidamente). Na hora de descongelar, é só aquecê-lo no forno.

Café: você guarda o pó de café na geladeira? Além de prejudicar o sabor do alimento, a condensação causada pelo ar frio pode acabar embolorando o alimento.

Cebola: a cebola libera gases que podem acelerar o apodrecimento de outros vegetais. Não é necessário guardá-la na geladeira (elas podem ser armazenadas na despensa).

Frutas e legumes: não corte nem lave antes de armazenar, a umidade faz com que eles estraguem mais rapidamente. Coloque os alimentos separados em sacos transparentes, retire o máximo de ar possível e guarda na gaveta, onde o ar é mais fresco.

Enlatados: o ideal é retirá-los da embalagem e colocá-los em portes de vidro ou inox antes de levar à geladeira. O alumínio da lata pode contaminar os alimentos (como milho, ervilha, creme de leite e leite condensado) com o passar do tempo, principalmente porque é difícil conseguir higienizá-los completamente.

Carne crua: deixe-a em uma embalagem fechada no refrigerador e jamais guarde junto com outros alimentos. Você corre o risco de contaminá-los com bactérias que possam eventualmente estar no alimento cru.