Rondonópolis/MT,

Como ter seios bonitos e saudáveis


Os seios merecem cuidados especiais para ficarem lindos e saudáveis. A hereditariedade é um fator importante para o formato dos seios. A carga genética é que vai dizer se os seios são pequenos, médios ou grandes. Independente do tamanho o importante é cuidar deles com muito carinho e atenção.
Os seios são formados por tecidos gordurosos. Isso quer dizer que não possuem músculos. Eles são apoiados nos músculos peitorais e é essa região que você deve fortalecer através de ginástica localizada ou a prática constante de esportes. As atividades mais indicadas são a natação, o vôlei, o handebol e o basquete.

Segundo pesquisas realizadas nos Estados Unidos, as mulheres que praticam alguma atividade física regularmente, possuem 20% menos chances de ter alguma doença nas mamas. 


Aqui vai uma dica importante: quando for praticar uma atividade de alto impacto, como pular ou correr, é preciso usar uma malha bem aderente para que os seios não balancem muito e acabem rompendo as fibras de sustentação. 


A alimentação é outro fator bastante importante para a saúde dos seios. É necessário ingerir alimentos menos gordurosos e mais ricos em fibras, como por exemplo, as frutas, as verduras e os legumes. Estes alimentos previnem o câncer de mama. Também é aconselhável eliminar o cigarro e moderar nas bebidas alcoólicas. 
 

Conheça seus seios:

O primeiro passo é saber como é o aspecto deles. Assim devem ser observados após o banho de vez em quando. Também se deve conhecer a sua sensibilidade e textura.

No caso de se notar alguma alteração anormal, deve consultar-se imediatamente o médico. O seu diagnóstico e tratamento precoce podem aumentar as hipóteses de cura do câncer. A maior parte dos nódulos não são cancerígenos, podendo ser curados.


Os cinquenta anos são a idade ideal para a mulher fazer uma mamografia e repetir de três em três anos. O seu objetivo é detectar o câncer da mama numa fase inicial. Se houver antecedentes de câncer na família deve fazer exames mais cedo.Na menopausa, os seios começam a diminuir de tamanho por causa da redução das forças dos tecidos glandulares. É nesse período que a mulher deve fazer o auto-exame com mais cautela, pois a incidência de câncer costuma ser maior.


Hidratação e tonificação:
 

A pele dos seios é muito frágil e, por isso, resseca com certa facilidade. Assim é necessário utilizar com frequência cremes, óleos e loções hidratantes apropriadas para cada tipo de pele, na intenção de evitar estrias, flacidez e também o envelhecimento precoce. É recomendado usar produtos diariamente, de preferência depois do banho, porque a pele ainda está úmida e facilita a penetração do produto.
Para tonificar, nada melhor do que um algodão embebido em loção tônica gelada, após o banho.

Cautela com o "efeito sanfona":
 

Para ter seios bonitos e saudáveis é necessário manter o mesmo peso. O fato de engordar e depois emagrecer bruscamente pode trazer conseqüências terríveis para os seios. Esse "efeito sanfona" pode acabar com a elasticidade da pele das mamas, fazendo aparecer as indesejáveis estrias. Vale lembrar que as estrias, quando em casos extremos, não possuem tratamento, a não ser a intervenção cirúrgica. 

Seios, gravidez e amamentação: 

Na gravidez, os cuidados com os seios devem ser redobrados. Não existe o perigo de deformar as mamas, porém, o efeito engordar e emagrecer, como já foi mencionado, pode deixar os seios flácidos e com estrias. Nesse período é preciso o acompanhamento médico para não acontecer mudanças drásticas de peso.
Na gestação, os seios aumentam, mas depois da amamentação costumam voltar ao normal. 
Embora a produção de hormônios torne os bicos mais resistentes, sempre há riscos de fissuras. Não existe método milagroso para curar isso. Para ajudar, evite lavar os mamilos imediatamente antes ou depois das mamadas. Como o leite tem efeito bactericida e hidratante, passe um pouco nos bicos após o aleitamento. Procure trocar o sutiã quando estiver molhado e só lave a região com água, sem passar nenhum produto. Uma opção, se racharem, é usar um bico de silicone nos mamilos.

Para evitar dores e rachaduras no bico dos seios, o bebê deve fazer a pega corretamente. Se ele abocanhar somente o bico, tire-o do peito e o recoloque, até que pegue também boa parte da auréola. A boquinha deve estar bem aberta, com o lábio inferior voltado para fora e o queixo encostado na sua pele. O próximo passo é monitorar a efetividade da sucção. Covinhas e barulhos não são bons sinais. Quando a criança pega o peito corretamente, o leite sai em quantidade suficiente, ela engole tranqüilamente e a mãe não sente dor.

Dicas para quem tem seios pequenos:

Use e abuse das malhas sanfonadas e grossas;
Prefira os decotes redondos;
Use roupas com cintura marcada;
Prefira as palas plissadas ou franzidas;
Abuse das peças sobrepostas;
Use tomara-que-caia folgado com elástico na parte de cima. 

Para quem tem seios grandes:

Use os decotes em "V";
Evite roupas transparentes ou colantes;
Use camisetas do tipo masculino, com cores escuras;
Não use nenhum tipo de franzido na altura do peito.

Para todas:


Para cortar os pêlos em volta dos mamilos, use uma tesourinha bem rente a raiz. Evite arrancar os pêlos com uma pinça; 

Se você deseja que os pêlos sumam por completo são necessárias duas ou três seções de eletro coagulação;
Coloque um lápis embaixo dos seios, na horizontal e mantenha as costas retas. Se a dobra dos seios conseguirem "segurar" o lápis é sinal de que eles estão flácidos;
Mantenha uma vida sexual regular para evitar o câncer de mama;
Ao expor os seios ao sol, não se esqueça de usar um filtro solar;
Prefira alimentos ricos em vitaminas, sais minerais e proteínas. Evite gorduras e carboidratos.

Dicas para evitar a flacidez:

Faça duchas alternadas de água quente e fria. Após a última ducha fria, massageie ao redor dos seios, de baixo para cima, com esponja ou escova de cerdas naturais. Aplique um creme nutritivo, ou óleo ativante.
Uma boa ginástica para os seios: de pé, com as pernas separadas, segure uma toalha em cada uma das pontas, erguendo-a ate acima da cabeça e depois baixando-a ate a altura natural das mãos, em movimentos suaves. Esta ginástica firma os tecidos e dá um bonito contorno aos seios.