Rondonópolis/MT,

Desodorante e perfume masculino sem mistérios


Desodorante:

Que os homens são práticos em suas escolhas, todos sabemos. Mas, em alguns casos, a tal praticidade esconde certa insegurança em relação à combinação de fragrâncias. Com medo de errar, eles preferem apostar na proteção oferecida por um bom desodorante a usar dois produtos distintos.

Mas é correto usar apenas o desodorante como perfumação?

 Como regra geral, não há qualquer problema em optar pelo uso exclusivo do desodorante, especialmente se o homem deseja apenas proteção.

 Mas se ele quer combinar proteção e perfumação, o correto é escolher uma deo colônia ou optar por dois produtos distintos que pertençam à mesma linha ou à mesma família olfativa.

Mas atenção: nunca use o desodorante em áreas fora das axilas, pois estes produtos são especialmente desenvolvidos esta região do corpo.

A escolha certa:

De modo geral, as fragrâncias mais apropriadas para o verão derivam das famílias olfativas frescas e cítricas, consideradas mais leves, explica a perfumista da Natura, Verônica Kato.

No inverno, o sol não atua de forma tão intensa sobre a nossa pele e, por isso, podemos abusar um pouco mais das fragrâncias amadeiradas ou que contêm especiarias e são mais marcantes.

Para que a fragrância do desodorante não “brigue” com a do perfume, Verônica Kato informa que é preciso observar algumas regras básicas:

  • Opte por um desodorante sem perfume;
  • Ou escolha um desodorante e um perfume da mesma família olfativa.
Se você não abre mão do seu perfume e não há no mercado nenhum desodorante da mesma linha ou da mesma família olfativa:

  • O desodorante sem perfume ainda é a melhor opção;
  • Ou use um desodorante de fragrância suave, como os cítricos ou aquosos, por exemplo.
A perfumista explica que muitos desodorantes, sobretudo os antitranspirantes e antiperspirantes, possuem uma fragrância suave apenas para encobrir o cheiro da base (fórmula).

Há ainda a opção dos desodorantes colônias (ou deo colônia) que combinam proteção e perfumação.

Importante: esses produtos possuem uma menor concentração de componentes bacteriostáticos e uma maior concentração de perfume. Portanto, se você possui um suor intenso, talvez seja necessário o uso de um desodorante antitranspirante ou antiperspirante. 

Novamente, vale o bom-senso para combinar as fragrâncias do desodorante e a deo colônia.

Estar atento ao rótulo e à fórmula são medidas importantes, já que o uso incorreto dos produtos pode causar irritações nas peles mais sensíveis.

Para saber:

A perfumaria classifica os produtos de acordo com o percentual de óleos essenciais utilizados. Confira.

  • Perfume: caracterizados por sua alta concentração de essências.
  • Eau de Parfum: subproduto do perfume, diluído em uma maior quantidade de água (eau, em francês).
  • Colônia: concentração discreta de essência. No Brasil, não existe essa classificação. Aqui temos perfumes ou deo colônias.
  • Deo colônia: combina certa concentração de essência com ativos que auxiliam no combate ao odor da transpiração, garantindo uma sensação de frescor.

Perfume:

Escolher o perfume que melhor se aplica ao corpo não é apenas uma tarefa do nariz.

É preciso ter cabeça para entender qual fragrância é ideal para cada tipo de personalidade e estilo de vida e em que momento usá-la. 

Para não impregnar o ambiente e afastar a namorada e amigos em menos de três segundos.

Além do gosto pessoal, é fundamental respeitar algumas regras antes de se perfumar.

Veja a seguir 9 dicas para evitar exageros.

1. Não exagere, rapaz

Antes de eleger o cheiro — e fazer todas seguirem seu rastro —, um conselho vital: nunca cometa excessos, para não invadir a privacidade alheia. Isso indica não só bom gosto, mas respeito pelo nariz do próximo. Estique seu braço e calcule a distância entre sua mão e o corpo e faça um círculo. Ninguém, mas ninguém mesmo, que esteja fora dessa circunferência deve sentir seu perfume.

2. Memória olfativa

O cheiro é um complexo de substâncias químicas que o cérebro identifica e guarda para sempre. Não há melhor arquivo para uma emoção do que a relação com um aroma específico.Tão necessário quanto se perfumar é perceber a fragrância que combina com o dia-a-dia e, conseqüentemente, com a personalidade de cada um.

3. Noite e dia

Para dias de sol, abuse das notas mais abertas, como as cítricas. Para a noite,festas e ocasiões que peçam formalidade, arrisque um amadeirado com notas fechadas. É sucesso garantido.

4. Tem para todo mundo

Existem perfumes para todos os gostos e estilos de vida. Eles se agrupam sempre nas chamadas famílias olfativas, que reúnem fragrâncias por compontentes em comum. As famílias se dividem em frescas, cítricas, amadeiradas, ambaradas, florais ou especiadas.

Confira: 

Fougère fresco: junta notas de lavanda e frutais, ideal para pessoas ativas. O amadeirado combina notas de cedro, sândalo e vetiver associadas ao patchuli e musgo de carvalho.

Especiados: são perfumes estimulantes preparados com ingredientes como cravo, canela e noz-moscada, combinados com madeira.

Ambarados: são composições doces, com um fundo de baunilha. Atenção para não errar a dose.

Cítricas: são as notas mais antigas da perfumaria. Entram nesse rol as águas de colônia. Elas são apropriadas para o dia e salvam a vida de qualquer pessoa m dias de calor. São frescas e dão aquela sensação de “acabei-de-sair-do-banho.”

5. Questão de pele

As fragrâncias reagem com a química da pele, causando cheiros diferentes em cada pessoa. Por isso, experimente antes de comprar. Borrife um pouco no pulso, espere um instante e cheire. Mudanças na alimentação também alteram o modo como a pele reage aos perfumes. Uma dieta rica em gorduras e temperos fortes intensifica o poder das fragrâncias. Por isso, maneire no perfume depois do hambúrguer com chili.

6. Atente para a concentração

Não é todo perfume que pode ser usado em abundância. As águas de colônia têm penas 7% de concentração de fragrância, e, por isso, é perfeitamente cabível dar quela borrifada na hora de usá-las. Mas se o frasco for de um eau de parfum, é bom se conter e usar apenas algumas gotas na região peitoral, pois a concentração chega a 25%. Já um desodorante colônia costuma ter 18% de concentração.

7. Instruções de manutenção

Diamantes são para sempre, como qualquer mulher pode confirmar. Perfumes, não. Depois de aberto, um frasco de perfume deve ser usado. Não o deixe exposto ao sol ou ao frio e calor intensos, sob o risco de alterar a fragrância. Mantenha-o sempre em um lugar escuro e seco.

8. A ocasião faz o perfume

Esteja sempre perfumado na medida certa para cada ocasião. Isso quer dizer que não tem cabimento tomar banho de perfume para pegar no batente e, tampouco, jogar uma alfazema no cangote para ir a um casamento. O equilíbrio mora no bom senso.

9.Lembre-se

Um perfume deve ter e ser a sua marca registrada, portanto lembre-se de que não é preciso primeiros encontros e entrevistas de trabalho para abrir o frasco. Antes de tentar impressionar alguém, impressione a si mesmo, deixe no ar eu cheiro e tenha o mundo a seus pés – ou pendurado no seu pescoço.

Fonte: Natura