Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Tratamento Capilar Aromático




Todos os profissionais que cuidam da beleza, não podem deixar de observar as condições saudáveis dos cabelos como requisito desse objetivo. Alguns problemas que normalmente acometem os fios e o couro cabeludo podem ser tratados por métodos tradicionais e também por tratamentos aroma terápicos. Os pêlos são fios elásticos ceratinizados, isto é composto de uma proteína formada por aminoácidos, com uma porção livre e uma raiz oculta na pele, que forma um folículo piloso, tubular, com porção epitelial e dérmica.


Associa-se ao folículo piloso uma ou mais glândulas sebáceas. As diferentes formas de desequilíbrio dessa estrutura produzem diferentes problemas capilares tais como: alopecia, dermatites seborréicas, caspa, pontas bipartidas e secas, fios sem brilho, entre outros. Os diversos tipos de óleos essenciais e vegetais, com suas propriedades específicas, podem tratar alguns desses problemas, tanto nos fios quanto no couro cabeludo, como ativos de intenso poder de ação nas principais afecções capilares tratadas pelo profissional de beleza. No entanto, seu poder é maior do que os percebidos fisicamente, pois apenas alguns centímetros separam o receptor olfativo do cérebro e as fibras nervosas do sistema olfativo que vai diretamente para a área límbica do cérebro, que é a responsável pelas emoções.

Por esta razão é que podemos influenciar os estados de espírito e emoções com inalações de óleos aromáticos. O sistema límbico também tem ligações com o tálamo e o córtex, dando aos aromas a capacidade de afetar o pensamento consciente e as reações. Como otimizar os resultados através da escolha olfativa? O homem perdeu a necessidade de cheirar para sobreviver. Parece que tudo ficou desconexo ao priorizarmos a visão em detrimento do olfato. Algumas habilidades deste sentido ficaram, ao longo de nossa história evolutiva, renegadas ao segundo plano e então deixamos de fazer essa interação. Para fazer uso dela novamente é necessário reaprender a cheirar e sentir o que nosso corpo responde a respeito de cada cheiro.


Se observarmos a planta em seu processo evolutivo, é simples perceber as semelhanças com alguns traços de personalidade ou características olfativas das suas emanações odoríferas com nosso gosto pessoal. Quando algum cheiro nos agrada, certamente ele nos toca, nos desperta prazer e bem-estar. Proporcionar bem-estar é atualmente um diferencial extremamente envolvente e atraente, com significativo poder de agregar valor emocional ao tratamento proposto. Fazer de um simples ato de lavar os cabelos um ritual de prazer, capaz de ajudar a equilibrar o humor, a suavizar os sintomas do estresse e revitalizar a mente dá a fama merecida da verdadeira Aroma terapia.


Qual a diferença entre um xampu aroma terápico e um comum?

Podemos começar pelo simples fato dos xampus aroma terápicos serem aromatizados por moléculas odoríferas dos óleos essenciais de tamanho tão minúsculo que são capazes de penetrar através do folículo, agindo na superfície e em profundidade nos diversos tratamentos do couro cabeludo. Óleo essencial tem o poder de estimular ou sedar as terminações nervosas. Junto a isso temos o fato de que o indivíduo reage de imediato através do nervo olfativo desencadeando as diferentes reações emocionais.


Como criar tratamentos capilares com óleos essenciais?


Os tratamentos aroma terápicos capilares fazem uso de fórmulas suaves de óleos essenciais e vegetais, associados a xampus, cremes neutros e argilas. Quando associar óleos essenciais em qualquer tratamento estético, estes devem ser diluídos em bases neutras, sem fragrâncias, para que não interfiram na ação dos óleos essenciais. Também devemos evitar o uso de óleo mineral ou outros derivados de petróleo mais pesados, como a vaselina, para não prejudicar a ação dos óleos essenciais. As argilas entram como excelentes coadjuvantes nesses tratamentos, pois agem desincrustrando e desobstruindo os folículos, removendo resíduos e desintoxicando o couro cabeludo.


Quanto aos óleos vegetais como ativos capilares, os melhores são os óleos de amêndoas doces, o abacate, a copaíba, o de castanha do Pará e germe de trigo. O óleo de jojoba é um carreador ideal, pois, na realidade, a jojoba não é um óleo, mas uma cera líquida que não fica rançosa. Sua composição química é de grande compatibilidade com a pele humana, devolvendo a oleosidade natural dos fios. É eficiente no tratamento de caspa, eliminando os acúmulos de agentes no couro cabeludo, deixando limpo e livre para o crescimento de novos fios.


Apresentamos aqui, alguns protocolos para tratamentos capilares:


1-Higiene capilar:

1º. Passo: higienização básica com o uso de xampu neutro para a limpeza dos fios e do couro cabeludo em um primeiro tempo, para remoção da sujeira e da oleosidade. Enxágua-se em seguida.
2º. Passo: trata-se da aplicação do tratamento específico que deve ficar em contato com o couro cabeludo e o cabelo por, pelo menos, 10 minutos, com o óleo essencial específico conforme a indicação.

2-Massagem capilar: Até 20 gotas de óleo essencial em 30 g de máscara capilar neutra.


Como escolher o óleo essencial para cada tratamento?


As indicações devem priorizar o efeito desejado do tratamento, mas sem perder de vista o gosto olfativo do cliente e a ação emocional de cada óleo.

Adstringentes – para cabelos oleosos, caspa e seborréia. Limão, bergamota, alecrim, hortelã-pimenta, cipreste, cedro, gerânio, lemongrass, petitgrain e junípero.
Rubefacientes - ativam a circulação melhorando a oxigenação capilar. Alecrim, pinho, tomilho, junípero, pimenta negra e eucalipto.
Estimulantes sebáceo - para cabelos com raiz seca. Sândalo, olíbano, palmarosa. 
Antiqueda - ativam o crescimento. Cedro, lavanda, tomilho, junípero, palmarosa, ylang-ylang e tangerina.
Bactericidas e fungicidas- para os casos de ptiríase. Tea tree, tomilho e lavanda.
Antiinflamatórios - dermatites e eczemas Lavanda e camomila

Alguns exemplos de ações emocionais:

Limão – estimula a mente.
Camomila-Romana - relaxa e reconforta.
Lavandin - equilibra e pacífica.
Hortelã-pimenta - clareia a mente, desperta.
Lavanda - acalma, harmoniza.
Ylang-ylang – acalma a raiva, medo e frustração.
Gerânio – acalma e alivia a tensão.
Palmarosa - relaxa e suaviza as emoções.
Alecrim - reanima e desperta.

Alopecia


Há muitas causas para a Alopecia, mas descartando os fatores genéticos da Alopecia masculina, teremos uma infinidade de problemas relacionados a ela que incluem estresse, debilidade física, carências vitamínicas, tratamentos químicos, choque emocional e menopausa. Em todos eles os óleos essenciais podem contribuir significativamente com resultados surpreendentes.


Passo a passo: (para Alopecia causada por seborréia)


1- Aplicar o pente de alta-frequência, ainda com os cabelos secos, seguindo o movimento ântero-posterior e em seguida o transversal. Observar atentamente a sensibilidade do cliente com relação à intensidade da corrente. Fazer aplicação por aproximadamente 5 a 8 minutos;


2- Fazer a higienização capilar preliminar;


3- Peeling suave: aplicar em cerca de 30g de argila verde e 3 gotas de OE de limão, 3 gotas de OE de hortelã-pimenta diluídos em 5 ml de xampu neutro. Aplicar dividindo o cabelo em mechas. Deixar agir por vinte minutos. Remover fazendo uma leve esfoliação;


4- Enxaguar com muita água e em seguida lavar os cabelos com cerca de 30 ml de xampu neutro e 9 gotas de óleo essencial, conforme a indicação. Massagear o couro cabeludo, suavemente, no mesmo sentido anterior, com deslocamento da caixa craniana por cerca de 10 minutos; Exemplo de sinergia para o caso: 3 gotas de alecrim, 3 gotas de cedro e 3 ylang-ylang;


5- Aplicar máscara capilar hidratante com 10 gotas de OE de laranja e 2 gotas de lavanda deixando agir por 20 minutos; 6- Deixar secar os cabelos naturalmente. Manutenção: Aplicar, em dias intervalados, uma sinergia capilar de 30 ml de jojoba com 10 gotas de OE de alecrim, 10 gotas de OE de ylang –ylang e 10 gotas de OE de cedro. Deixar agir durante a noite. Lavar os cabelos pela manhã com o xampu neutro e com os mesmos óleos essenciais na proporção de 3 gotas de cada em 30ml de sabonete por aplicação. Se necessário, usar a máscara capilar como condicionador com 5 gotas de OE de laranja.


Tratamento de caspa seca Passo a passo:


1- Aplicar o pente de alta-frequência, ainda com os cabelos secos, seguindo o movimento ântero-posterior e em seguida o transversal. Observar atentamente a sensibilidade do cliente com relação à intensidade da corrente. Fazer aplicação por aproximadamente 5 a 8 minutos;

2- Fazer a higienização capilar preliminar;
3- Aplicar um xampu suave: cerca de 5g de argila branca com e 3 gotas de OE de limão, 3 gotas de OE de tea tree e 3 gotas de lavanda diluídos em 30 ml de sabonete neutro. Massagear o couro cabeludo, suavemente, no mesmo sentido anterior, com deslocamento da caixa craniana, por cerca de 10 minutos;
4- Aplicar máscara capilar com 10 gotas de OE de laranja, 3 gotas de alecrim e 10 de jojoba deixando agir por 20 minutos, com calor úmido;
5- Deixar secar os cabelos naturalmente. Manutenção: Lavar os cabelos com xampu neutro e com os mesmos óleos essenciais na proporção de 3 gotas de cada em 30ml de sabonete por aplicação. Se necessário, usar a máscara capilar como condicionador com 5 gotas de OE de laranja.

Tratamento suavizante de agressões químicas Passo a passo:


1- Fazer a higienização capilar preliminar;

2- Aplicar máscara de argila suavizante: em cerca de 30g de argila branca e 10 gotas de OE de lavanda, 10 gotas de óleo de calêndula diluídos em 5 ml de gel neutro. Aplicar dividindo o cabelo em mechas. Deixar agir por vinte minutos. Remover sem esfregar o couro cabeludo. Usar luz azul durante a aplicação da máscara;
3- Aplicar um xampu suave;
4- Enxaguar com muita água e em seguida lavar os cabelos com cerca de 30 ml de sabonete neutro e 9 gotas de óleo essencial, conforme a indicação. Massagear o couro cabeludo muito delicadamente, no mesmo sentido anterior, com deslocamento da caixa craniana por cerca de 10 minutos;
Exemplo de sinergia para o caso: 3 gotas de camomila, 3 gotas de lavanda e 3 copaíba.

5- Aplicar a máscara capilar com 10 gotas de OE de laranja e 2 gotas de lavanda e 3 gotas de alecrim, deixando agir por 20 minutos, com calor úmido; 6- Deixar secar os cabelos naturalmente.


Manutenção:



Lavar os cabelos com o xampu neutro com os mesmos óleos essenciais na proporção de 3 gotas de cada em 30ml de sabonete por aplicação. Se necessário, usar a máscara capilar como condicionador com 5 gotas de OE de laranja.


Esperamos que estes protocolos já possam demonstrar como o uso da Aroma terapia pode auxiliar no tratamento capilar, evitando agressões químicas desnecessárias. Pelo uso de produtos naturais e manipulações suaves pode-se fazer do tratamento um momento de encontro do indivíduo com suas sensações, com seus sentidos, dando-lhe prazer e conforto ao personalizar xampus e máscaras, respeitando a escolha olfativa do paciente – quase sempre relacionada à necessidade do uso do óleo essencial -, o que ainda não é possível nos tratamentos tradicionais.



Fonte: Júlia Nunes- Esteticista, Aroma terapeuta com prática holística nos tratamentos estéticos e terapêuticos