Rondonópolis/MT,

Bigodinho,buço: livre-se dele

O abominado bigodinho tira o sono de qualquer mulher. Parece que é possível enxergá-lo a quilômetros de distância e quando ele está grande, interfere na maquiagem, comprometendo qualquer produção. Quase toda mulher está acostumada a correr atrás das várias técnicas infalíveis para literalmente arrancar esse problema, mas qual será o melhor método?

Vantagens e desvantagens de sete métodos para eliminar o “bigodinho”:

Pinça

É indicada para quem possui pouco pelo ou para eliminar só os fios mais grossos e resistentes, um a um. O pelo pode encravar (ao crescer de novo) por não achar saída.


Creme depilatório
Aplicado no buço por alguns minutos corta os pelos na superfície, mas eles voltam a aparecer mais rápido. Por ser um processo químico, pode dar dermatite, alergia ou manchar. Precisa tomar cuidado e testar na pele antes.


Laser
Apesar de ser um procedimento mais caro, o laser é o mais indicado para remoção de pelos. O método elimina o bulbo do fio, que deixa de aparecer depois de aproximadamente seis aplicações. Não age em pelo loiro ou branco. É preciso escolher o tipo de laser ideal para o tom e o tipo de pele além de evitar o sol nas áreas depiladas antes e depois do procedimento.


Egípcia
A depilação realizada com linha arranca o folículo por completo. A ação e a dor são parecidas com uma depilação com pinça. Os pelos são envolvidos e puxados. Aí ele enfraquece na estrutura e sai.


Descolorante
Clarear o buço é uma opção rápida e indolor para quem possui pouco pelo, mas dependendo do tom de pele os fios loiros podem ganhar mais destaque. O ideal é aplicar um óleo antes do descolorante para proteger a pele. Tem amoníaco na fórmula e pode irritar ou pinicar. É bom fazer um teste antes de usar.


Cera
A cera pode ser quente ou fria. A primeira pode causar queimaduras se estiver em temperatura muito alta, além de causar flacidez com o tempo. A fria tem as mesmas características, mas pode irritar mais a pele porque não dilata os poros com calor. O ideal é passar um hidratante ou um gel logo em seguida para acalmar a vermelhidão.


Lâmina

Usar a lâmina para “raspar o buço” definitivamente não é a melhor maneira de se livrar desses pêlos. O pêlo não engrossa quando raspado, como muita gente acredita. Ele se torna mais espetado, duro e cresce muito mais rápido. Além disso, a lâmina provoca uma esfoliação da pele, que aumenta ainda mais a possibilidade de surgirem manchas.

Manchas no buço

Qualquer método muito agressivo à pele, não é bem vindo, ainda mais nessa região. A pele quando agredida, libera melanina para se defender o que ocasiona manchas escuras que em alguns casos podem ser permanentes.

As manchas na pele (melasma) são provocadas principalmente pela exposição ao sol, elas podem aparecer por todo o corpo, mas ficam mais evidentes quando se instalam no rosto, principalmente acima dos lábios, dando um efeito de “sombra escura”. As alterações hormonais também podem provocar estas manchas, mulheres que tomam pílulas e as grávidas estão mais propensas ao melasma.


Formas de prevenir a mancha no Buço:


Usar muito protetor solar com no mínimo FPS 30;
Depilar o buço com laser;
Depilar com creme depilatório;

Se for inevitável, depilar com cera em intervalo mínimo de 45 dias.A cera pode romper pequenos vasinhos causando manchas ao longo do tempo.


Se a temível mancha no buço já apareceu, nada de pânico, existem tratamentos capazes de tirá-la em sua totalidade.


Formas de acabar com a mancha no Buço:


Usar cremes clareadores ou despigmentantes: Ajudam bastante quando a mancha ainda é superficial. Deve ser passado no rosto todo, para o buço não ficar com aspecto esbranquiçado.  Neste caso é importante ter o acompanhamento do dermatologista para indicar o melhor clareador para sua pele e o tempo de tratamento. Os despigmentantes mais comuns são a base de hidroquinona combinada com ácido retinóico ou ácido glicólico.


Tratamento com Peeling: O tratamento de peeling superficial seriado é uma excelente opção para acabar com o efeito “bigodinho” provocado pela mancha. O peeling provoca uma descamação, removendo a camada superficial da pele. Neste caso, são necessários de quatro a oito sessões. A pele fica um pouco avermelhada, mas pode passar uma base com filtro solar para suavizar a irritação e proteger o rosto.


Tratamento a Laser: O laser fracionado provoca micro perfurações na pele, havendo posteriormente uma regeneração do tecido, formando uma pele sem pigmento e suavizando a mancha.


Receita clareadora

Apesar de não ser tão eficaz quanto os tratamentos dermatológicos, a receita abaixo suaviza as áreas escuras

Ingredientes

100 ml de água
1/2 pepino cortado em fatias
4 folhas de hortelã
2 gotas de óleo essencial de lavanda

Modo de fazer

Misture tudo e deixe descansar de um dia para o outro. No dia seguinte, coe e coloque o líquido em um borrifador. Guarde na geladeira por uma semana.

Modo de usar

Borrife o líquido no rosto pela manhã. Espere secar e aplique protetor solar.

Fonte: iG,Bem bonita,Mulher beleza,Vida de qualidade,Viva Mais