Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Pele masculina:cuidados especiais no inverno


Nesta época do ano, nosso corpo sofre com a baixa umidade relativa do ar e a diminuição da temperatura. Como ingerimos menor quantidade de água, diminui a hidratação da pele. A pele ressecada torna rugas mais evidentes e fica mais susceptível às infecções. A face, os lábios e as mãos são as áreas que mais sofrem com o frio, pois ficam mais expostas.

boca merece um cuidado especial. As fissuras ou rachaduras ocorrem mais no inverno, sendo mais intensas especialmente quando se pratica um esporte ao ar livre. O ideal é aplicar - e reaplicar ao longo do dia - um produto que contenha hidratantes e filtro solar ao mesmo tempo. Existem bastões especiais para isso.

Como a pele fica mais ressecada no inverno, deve-se procurar usar produtos mais emolientes (hidratantes) para fazer a barba e, também, no pós-barba, evitando assim o excesso de descamação. Aplicar um hidratante potente diariamente é a primeira conduta a ser tomada na persistência da descamação. Vale lembrar que a hidratação não deve ser feita apenas pela manhã. O ideal é que ela seja realizada pelo menos duas vezes ao dia.

Quem tem pele sensível, geralmente sente que ela piora no inverno, pela ausência do suor como fator hidratante. Descamação, prurido (coceira) e vermelhidão podem aparecer. O filtro solar deve ter seu uso continuado no inverno. Pela manhã, ao fazer a barba, usar uma espuma ou creme de barbear mais espesso. Logo após aplicar um creme hidratante com filtro solar, espalhando adequadamente. Reaplicar mais duas vezes durante o dia. À noite, usar um hidratante, que pode ser mais leve (tipo loção cremosa).

As extremidades (mãos e pés), assim como a face ficam mais ressecadas e, portanto, mais descamativas e “grossas”. Para aliviar a descamação, é fundamental aplicar cremes hidratantes com base de silicone. Nos pés, pela manhã e à noite. Nas mãos, duas vezes ao dia e à noite.

Atenção especial deve ser dada aos pés muito úmidos, que ficam calçados. Nesse caso, pode-se aplicar uma pequena quantidade de talco. Cuidado para não exagerar no talco, pois pode ressecar mais ainda.

Deve-se evitar água muito quente! O ideal é que a temperatura da água durante o banho gire em torno de 22 graus e nunca ultrapasse 26. Assim não tiramos o manto hidro-lipidico, que é um cosmético natural da pele e serve para nos proteger contra as agressões de germes externos, pois mantêm a pele levemente hidratada.

No período outono-inverno, existe às vezes uma sensação de que a queda dos cabelos é mais perceptível. Acontece que por termos sensores de luminosidade na pele, durante o verão temos uma queda menor, que se regulariza no outono-inverno. E esta mudança de quantidade é vista como um aumento da queda.

caspa ou dermatite seborrêica pode aumentar neste período favorecida pelos banhos quentes e a desidratação da pele. A água quente não danifica a haste do cabelo, porém a torna mais seca,  diminuindo a penteabilidade do cabelo.

Ter uma alimentação equilibrada é importante. As carnes e o leite são os mais indicados para o cabelo. Para a pele o indicado é um equilíbrio com os frutos do mar (mariscos e ostras) por causa do zinco e do cobre. Os vegetais verdes-escuros têm ácido fólico e ferro e os coloridos têm pró-vitamina A (beta-caroteno), todos muito importantes para a pele e o cabelo. No inverno, um bom alimento é o chocolate amargo, que contém cobre essencial para a nutrição do cabelo.

Fonte: Site IG, Farmácia Dermus.