Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Tudo que você não deve ser… se quiser manter seu poder de sedução!


Devasso, sabichão, acanhado, autoconfiante demais, pessimista, carente. Você foi criado à imagem e semelhança desses tipos? Fique esperto. Essas características são traiçoeiras. O devasso, por exemplo, vive arrebatando corações por se beneficiar da propaganda boca a boca feita pelas mulheres que caíram na sua lábia. Um dia, porém, toma um “não” efusivo da colega por quem está apaixonado e que tem ojeriza por caras “galinhas”. No mesmo sentido, o sujeito sabichão pode despertar o desejo de muitas garotas, mas não tarda para que seu título de inteligente dê lugar à alcunha de “o maior mala do pedaço”. Para abrir seus olhos, a gente fez os raios-X de homens que são unanimidades às avessas. Não faça parte deste time. Triunfe!

A IMAGEM: O DEVASSO

QUEM É: boa-pinta e despachado, exala masculinidade. Mas, de repente, não é nada disso: apenas carrega o binômio bom humor inteligência. Curte a vida a dois por, no máximo, dois dias (ou dois encontros) – jamais sábados e domingos.

SUA PRESA: conquista facilmente mulheres carentes, reservadas, reprimidas quanto à sexualidade. “A maioria delas fantasia com momentos de amor seguidos de sacanagem. Nesse caso, nada melhor que ‘o galinha’”, diz Carla Cecarello, coordenadora do Projeto Ambsex, de São Paulo. Ele ainda se dá bem com as que querem só tirar uma casquinha.

SUA ARMA: a má fama. Colhe frutos da propaganda boca a boca.

O TIRO NO PÉ: apaixonar-se por uma moça avessa a fichas “criminais” quilométricas.

A REPARAÇÃO: deixar o papo de ”pegador” para trás e espalhar aos quatro ventos que decidiu “sossegar” de vez. Para elas, o desejo de constituir família continua sendo uma das principais qualidades de um homem, segundo pesquisadores da Universidade de Iowa (EUA).

A IMAGEM: O SABICHÃO

QUEM É: a garota diz: “Lindo, vou pular de para quedas!”. Ele olha com desdém e emenda: “Já pulei”; e inicia uma longa explanação sobre a história do pára-quedismo. O sujeito é PhD em tudo. Nada pode surpreendê-lo.

SUA PRESA: num primeiro momento, qualquer mulher pode se derreter por ele. Afinal, geralmente se trata de um indivíduo culto, inteligente e com bom papo.

SUA ARMA: seu conhecimento. Se o assunto for cinema, “manja” de Fellini, Capra, Eastwood. Se for vinhos, discorre na boa sobre o cultivo de uma pinot noir. A pauta é jazz? Parece ter sido brother de Jamie Cullum.

O TIRO NO PÉ: “Muitas mulheres hoje buscam parceiros com os quais possam ter uma relação em pé de igualdade. O sabichão, arrogante, corre o risco de não conseguir nem levar a garota para a cama”, afirma a sexóloga Jussania Oliveira.

A REPARAÇÃO: fale menos, ouça mais. “Nós somos nosso assunto favorito”, diz Ken Deckinger, cofundador do hurrydate.com, site americano de encontros online. Amanse seu ego e peneire os assuntos. “Proponha temas de interesse dela. Quanto mais ela falar no encontro, mais vai gostar de você”, completa.

A IMAGEM: O AUTOCONFIANTE

QUEM É: entusiasta de si mesmo, acha que pode conquistar qualquer mulher, pois confia cegamente no seu taco – mesmo que este tenha 8 centímetros.

SUA PRESA: mulheres na “deprê”. Afinal, ele traz uma sensação de bem-estar.

SUA ARMA: o sorriso, o peito estufado, o olhar brejeiro. A autoestima elevada o ajuda a ter um bom desempenho sexual.

O TIRO NO PÉ: “Talvez o fato de enxergar a vida e a si mesmo sempre positivamente tenha a ver com um medo de lidar com dificuldades”, avalia Carla. E ser frouxo diante das adversidades queima o filme.

A REPARAÇÃO: lembrar-se daquela gata de quem vivia atrás, mas que nunca lhe deu bola. Por sinal, ela está casada – e feliz – com um sujeito bem menos confiante.

A IMAGEM: O PESSIMISTA

QUEM É: a vida parece impor barreiras intransponíveis a esse sujeito. Ele recusa o convite da parceira para ir à praia por que acha que vai chover. Se for promovido, teme não dar conta das responsabilidades do cargo.

SUA PRESA: mulheres com a tendência de querer consertar o mundo.

SUA ARMA: fazer-se de coitadinho.

O TIRO NO PÉ: mais dia, menos dia, a mulher vai pensar no futuro, achar que o fulano é incorrigível e descartá-lo. Ninguém suporta um encosto desses por muito tempo.

A REPARAÇÃO: experimentar namorar uma pessimista. Após provar do mesmo veneno, sairá recuperado da relação.

A IMAGEM: O CARENTE

QUEM É: um cara com a autoestima lá embaixo. Está sempre querendo agradar. Como não confia em si próprio, “gruda” na mulher e quer saber sempre qual será o próximo passo dela. Tudo isso porque tem uma necessidade irrefreável de se sentir amado. Que mala!

SUA PRESA: mulheres que tenham tomado um pé no traseiro podem se encantar com o desvelo dele.

SUA ARMA: seu carinho e disponibilidade.

O TIRO NO PÉ: “O carente sufoca. Mesmo afastando as pessoas, repete esse comportamento problemático”, afirma a sexóloga Sylvia Marzano, diretora do Instituto Brasileiro Interdisciplinar de Sexologia e Medicina Psicossomática. Claro: vai colecionando frustrações amorosas.

A REPARAÇÃO: mudar o modus operandi: dar um beijo só depois de receber um; reduzir as ligações; dizer “eu te amo” menos vezes. Enfim, respeitar a individualidade da moça.


Fonte: camisetasarcturos