Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Estudantes criam sutiã inteligente (e agressivo) contra o estupro


Jovens indianos se dizem cansados de esperar algo dos políticos e desenvolvem dispositivo para combater um dos crimes mais frequentes no país. Três estudantes indianos – um homem, Niladri Basu, e duas mulheres, Rimpi Tripathy e Manisha Mohan – criaram um sutiã anti-estupro. Na eventualidade dessa peça de roupa ser aberta à força, um choque elétrico é disparado, afastando o estuprador.

Para garantir que o choque machuque apenas o criminoso, um tecido interno protege a mulher. A eficácia do produto não para no susto do choque – funcionando praticamente como um super-herói, ele vem com um GPS que afirma aonde a vítima se encontra e um sistema de comunicação que, na mesma hora, avisa os policiais do ocorrido.

O trabalho é fruto de uma extensa pesquisa desenvolvida pelo trio, que estuda engenharia na SRM University, localizada na Índia. O fato de ser um sutiã, por exemplo, não é por acaso: estudos mostram que ataque às mulheres costuma começar pelos seios. No texto de divulgação, os criadores disseram que “os homens da lei levam muito tempo para criá-las” e que o sutiã é uma forma de “proteger as mulheres contra ameaças doméstica, sociais e trabalhistas”. Os jovens ainda afirmam que o aparelho precisa ser mais compacto e que, no futuro, a ideia é integrá-lo com smartphones, que ficariam responsáveis por mandar o sms de alerta.

Fonte: Revista Galileu