Rondonópolis/MT,

Propagandas bizarras


Existem comerciais que são muito bons. Têm conceito, são inovadores e ficam na cabeça dos consumidores. Muitas vezes esses comerciais são melhores que a própria programação veiculada pela emissora. Por outro lado existem filmes publicitários que dão medo de tão ruins, de um tremendo mau gosto,algumas são nojentas.

TOALHA
O designer Adam Ross criou uma toalha que indica qual é a parte de cima e qual é a de baixo. O objetivo é genial: não secar várias partes do corpo com o mesmo pedaço de toalha. Assim você evita de passar no rosto aquele pedacinho de toalha que no dia anterior você passou nas partes intimas.


Até aí, tudo perfeito. Acontece que o filme de divulgação do produto é extremamente asqueroso, repugnante, malacafento e todos os possíveis sinônimos de nojento da nossa língua.


Assistam, pois vocês nunca viram coisa parecida com isso.


SEM PRESSÃO
Essa talvez seja a propaganda mais bizarra que eu já assisti.

Chamado “No Pressure”, o vídeo causou polêmica depois de mostrar pessoas sendo explodidas. Isso mesmo que você leu. PESSOAS SENDO EXPLODIDAS.

O objetivo do filme era estimular empresas, organizações e instituições de ensino a incentivar a redução da emissão de dióxido de carbono em 10%. No filme, as pessoas que se recusam são simplesmente estouradas.


O mais bizarro é como as outras pessoas ficam sujas de sangue. Até crianças são detonadas. Ainda mais louco é o pedido de desculpas da diretora Eugenie Harvey, que diz que queriam fazer um vídeo engraçado.

Confira o filme.

Não recomendado para menores de 30 anos, idosos, mulheres grávidas, pós traumáticos


CAIXA
Eu até acredito que uma dupla tenha criado um anúncio desses, mas não consigo acreditar que alguém tenha aprovado uma ideia dessas. Onde estava o Diretor de Criação e o cliente?

Bem, agora o que nos resta é rir (ou chorar) dessa coisa que chamam de criação.

A chamada “dialoga” com a imagem, que é muito bizarra, diga-se. O texto discorre sobre ideias que nascem na cabeça do leitor, mas a imagem mostra ovos no ninho, representado pelo cabelo sujo de uma modelo.

Se eu fosse a leitora me sentiria ofendida.


LIMPO OU SUJO
Dessa vez a bizarrice vem em família. Uma campanha inteira diz: “Se você não está completamente limpo, você está imundo”.

Até aqui, sem problemas. Agora, experimente olhar as peças e não fazer cara de nojo




A publicidade se vale da criação de inimigos como forma de persuasão, mas não precisa ser tão grotesco.

Fonte: Fantástico Mundo Publicitário