Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Reparos: faça você mesmo


Sem esforço, sujeira ou perda de tempo, saiba truques maneiros para fazer pequenos consertos na sua casa. Nem sempre os problemas domésticos são sinônimos de complicação e grandes prejuízos, muitos deles são fáceis de resolver e com um pouco de disposição você mesmo consegue saná-los. Para ajudar com reparos domésticos falamos com especialistas de  filiais da loja especializada no assunto Doutor Resolve, em São Paulo, e damos a seguir as manhas para você se destacar como “marido de aluguel”.

Ajustar a porta que raspa
Aperte os parafusos da dobradiça da porta com chave de fenda ou chave philips. Não adiantou? “Sente no chão, prenda a porta com os pés e passe embaixo uma lixa 80 para madeira”, diz Gustavo Toríbio, dono de loja da Doutor Resolve, em São Paulo.

Desentupir pia
Desencaixe o sifão com cuidado e tire a sujeira. Dica: coloque um balde em baixo do sifão para o acúmulo não cair no chão. Não ajudou? Use um desentupidor líquido – leia as instruções na embalagem. Nada ainda? Tente um desentupidor com mola (disponível para venda em lojas de construção ou mercados grandes), que limpa as partes mais profundas do cano.

Pendurar um quadro
Se for usar prego, prefira os de aço, mais resistentes. Vai de furadeira? Pendure com fita crepe um saco de pão pela boca, bem embaixo do local do furo. A sujeira vai cair ali e facilitar a limpeza. Antes de fazer o buraco cubra a área com fita crepe para não estragar a pintura ao redor do furo. Feito o buraco, sugue o pó restante no orifício com aspirador e remova a fita crepe. Só aí encaixe a bucha e pendure o quadro.

Acabar com infiltrações
A infiltração e o vazamento de água, em geral, provocam mofo (veja abaixo), manchas escuras e mau cheiro nas paredes. Se estiverem na parte superior, a causa provavelmente está no teto ou na calha. Se estiver na parte inferior, o piso é o culpado. Infiltrações também geram rachadura e queda de reboco. O primeiro passo é localizar o ponto de infiltração ou de vazamento. Em seguida, retirar o reboco da parede e passar uma mão de impermeabilizante. Então, aplique um novo reboco (mistura de cimento, areia e água). Nessa massa, adicione um pouco mais de impermeabilizante. Sobre essa massa coloque uma tela de náilon e, por cima da tela, mais uma nova camada de impermeabilizante. Por fim, aplique massa corrida e pinte. Dê preferência à tinta acrílica – ela é mais resistente à umidade.

Acabar com o mofo
Aumentar a circulação de ar é essencial para acabar com o mofo. Com uma boa circulação de ar, acontece a evaporação da água e, por consequência, manchas nas paredes deixam de se formar. Se o mofo estiver dentro de armários, limpe-os com uma solução de água com vinagre e ponha dentro um produto desumidificador e antimofo (a venda em supermercados e lojas de construção). Se o mofo estiver no rejunte, com uma luva, esfregue o local com água sanitária uma vez por semana para evitar a proliferação.

Cuidar das cortinas
Cortinas geralmente acumulam poeira, ácaros e bactérias. Se a cidade onde você mora é muito quente, você pode lavá-las e devolvê-las ainda úmidas para a janela. Para conservá-las limpas passe o aspirador com bocal sobre o tecido duas vezes por mês – isso serve para retirar o pó que se deposita ali no dia a dia. Pelo menos uma vez por mês, limpe as lâminas das persianas com um espanador ou pano úmido e duas vezes por ano lave as cortinas completamente deixando-as de molho por pelo menos 24hs (sempre trocando a água). Se a cortina era branca e ficou amarela, durante a lavagem acrescente 3 colheres (sopa) de bicarbonato de sódio à água do enxágue.

Limpar a calha
As calhas devem ser limpas pelo menos duas vezes por ano para evitar entupimentos. Use uma escada alta para alcançar a calha com facilidade e luvas para proteger as mãos. Limpe as calhas retirando folhas e resíduos, com uma pá de plástico. Em seguida lave as calhas com uma mangueira. Verifique os tubos de queda lavando-os com o jato da mangueira e dessa forma limpe também resíduos remanescentes. Dica: para evitar entupimento vede a “boca” de cada calha com telas de arames, ela evitará que gravetos e folhas entrem no tubo de queda e o entupam.

Pintar as paredes
O primeiro passo para pintar as paredes é calcular a quantidade de tinta necessária para cobrir a área a ser pintada. Meça a parede e multiplique pela altura do pé-direito (altura do chão ao teto). Em seguida, multiplique essa metragem pelo número de demãos (normalmente, duas a três). O resultado da equação determina a metragem total. Algumas latas de tinta indicam a área que aquela quantidade cobre. Depois, forre o piso com a lona, retire os espelhos dos interruptores, cubra os móveis e proteja com fita-crepe as maçanetas, os rodapés e os batentes. Para garantir uma pintura perfeita, tampe os buracos superficiais da parede com massa corrida, usando uma espátula, e tampe os orifícios mais profundos com gesso. Deixe secar por 20 minutos e passe a lixa n° 150. Antes de começar a pintura misture bem a tinta até que ela fique com a cor homogênea. Na hora de aplicar a tinta faça movimentos sempre no mesmo sentido. Espere que a tinta seque totalmente antes de passar a próxima camada!

Descobrir vazamentos
Para descobrir vazamentos no vaso sanitário, jogue cinzas de cigarro ou de incenso sobre a água. O normal é que elas fiquem no fundo da bacia. Se houver movimentação, sinal de alerta. Já no encanamento, veja se existe gotejamento de água nos canos embaixo das pias e tente identificar o problema a olho nu. Última tentativa: feche bem todas as torneiras e não utilize os sanitários. Anote o número que aparece no hidrômetro da sua casa (ou marque a posição do ponteiro maior). Depois de uma hora, verifique se os dígitos mudaram ou se o ponteiro se movimentou. Se perceber alteração chame um encanador.

Acabar com a ferrugem
Em torneiras use um chumaço de algodão embebido em água oxigenada. Depois, esfregue com palha de aço e sabão e enxágue. Em superfícies de metal, com luvas, use um pano umedecido em ácido muriático (à venda em lojas de produto de limpeza ou construção). Em roupas de algodão, pingue removedor de esmalte de acordo com o tamanho da mancha. Deixe agir por 40 minutos e lave depois.

Fonte: Revista Men’s Health