Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

15 tipos de danças para relaxar


Dançar libera endorfina e serotonina, os hormônios de prazer. Livre das tensões, o seu humor melhora e a ansiedade diminui. Confira os principais tipos de danças que ajudam a relaxar.

Dança de salão
Se praticada com regularidade, a dança de salão é um ótimo exercício físico. A prática reúne características que nenhum outro exercício consegue com tanta eficácia, além de promover uma melhora fisicamente, socialmente e psicologicamente. A dança reduz o estresse, aumenta a disposição, auxilia para o controle do peso e melhora o sistema circulatório, além de contribuir com a boa postura.

Dança do Ventre
Certamente você já deve ter escutado a máxima: quem canta seus males espanta. Pois saiba que ela pode se referir também à prática de dança. A do ventre, por exemplo, proporciona vários benefícios, como aumento da autoestima, dá bem-estar e estimula a feminilidade. Sem contar que a prática fortalece a memória, previne o Mal de Parkinson e Alzheimer, combate a depressão, relaxa o corpo, alivia a insônia e combate o estresse. 

Tango
Se você tem dificuldades em se concentrar em alguma atividade diária, saiba que dançar tango ajuda, principalmente, na capacidade de concentração, melhora a capacidade de trabalhar em grupo e o sentido de equilíbrio. Quem pratica o tango como dança, liberta energia em forma de autoconfiança e capacidade de organização, assim como criatividade, sem falar que é uma ótima atividade física. 

Balé
O balé melhora a resistência física, o alongamento, a flexibilidade e o tônus muscular (principalmente de abdome, costas, pernas e quadris). Trabalha também a coordenação motora e o equilíbrio. A prática do balé ajuda a emagrecer. Bailar também aumenta a autoestima, além de dar uma ótima sensação de bem-estar e prazer por causa da liberação das endorfinas - hormônio neurotransmissor liberado no organismo durante os exercícios físicos. 

Chá-chá-chá
Conhecida pelo ritmo acelerado e pela cultura Cubana, o chá-chá-chá é um estilo de dança de salão. Ela ajuda a aliviar tensões, auxilia na prevenção de artrose, artrite e doenças respiratórias. Mas, além dos benefícios físicos, há conquista emocionais também, já que pessoas que frequentam salões se sentem mais confiáveis. 

Valsa
Famosa nas festas de debutantes das adolescentes, a palavra chave para aprender a dançar valsa é ter compasso. A prática trabalha a coordenação motora, o ritmo e a agilidade, ajuda a desenvolver a musculatura corporal de forma integrada e natural, melhorando a autoestima. É uma opção de diversão e lazer.

Bolero
Além de ser uma excelente terapia, o bolero ajuda na autoestima, a desinibir as pessoas muito tímidas e pode, até mesmo, ajudar a conquistar um novo amor. Ou quem sabe dar uma sacudida no casamento? Dançar faz bem à mente, à saúde e ajuda a perder aqueles quilinhos que incomodam algumas pessoas. Para quem é romântico e gosta de dançar com o rosto colado, o bolero é uma ótima opção.

Sapateado
O sapateado é um divertido estilo de dança, além de muito bonito e apreciado. A dança é benéfica em muitos aspectos, como o aumento do condicionamento cardiovascular, força, flexibilidade, coordenação e senso de ritmo.

Forró
O forró é um dos ritmos mais conhecidos do Brasil. Vindo do Nordeste, tem diversos seguidores e é muito praticado em academias de dança de salão. É uma das danças que mais queima calorias - são cerca de 470 por hora, além de trazer todos os benefícios da dança, como ritmo, musculatura e aumento da autoestima.

Samba
O samba é a cara do brasileiro. Uma modalidade de treinamento físico que desperta a sensualidade. Os benefícios da dança vão além do condicionamento físico, estão relacionados ao bem-estar, ao charme, atitude e elegância. A prática também ajuda na capacidade cardiorrespiratória e no metabolismo aeróbio, trabalha coordenação, ritmo, força, flexibilidade e resistência.

Samba-rock
O samba-rock pode ser considerado uma fusão do samba com ritmos americanos, como o bebop, o jazz e o soul. São diversos os benefícios que as pessoas podem obter ao participarem de aulas de samba-rock, como percepção espaço-temporal, corporal, equilíbrio, ritmo, musicalidade, trabalho em equipe e correção postural.

Pagode
Quem nunca dançou um pagodinho no churrasco de domingo em casa? O pagode está presente por todos os lados, e quem opta por praticar a dança pode ter certeza de que terá melhoras significativas no bom humor, na autoestima e no equilíbrio.

Flamenco
Se você quer aumentar o seu fôlego e ter pernas bem torneadas pode apostar no flamenco. O ritmo e os passos da dança fortalecem os músculos das panturrilhas e das coxas, além de melhorarem a capacidade aeróbica. Mas os benefícios da modalidade trabalham muito mais a mente e o coração do que o corpo. A dança é perfeita para pessoas estressadas e que precisam de um tempo de descanso.

Country
Vinda dos Estados Unidos, a música country é conhecida por suas coreografias. No Brasil, a modalidade remete às festas de peões e seus caubóis. É uma boa saída para quem gosta de um ritmo tranquilo e para dançar com outras pessoas. O country também ajuda na circulação sanguínea, equilíbrio e bom humor.

Jongo
O jongo é uma manifestação cultural de origem africana e que no Brasil influiu na formação do samba carioca e da cultura popular brasileira. A modalidade é conhecida como "avô" do samba. Os benefícios da dança também incluem o charme e a elegância. A prática ajuda também na respiração, no metabolismo, e trabalha coordenação, ritmo, força e resistência.

Fonte: M de Mulher