Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Dez sinais de que seu filho precisa usar óculos

Uma em cada quatro crianças em idade escolar sofre de algum problema de visão. Muitas vezes, a condição atrapalha o desempenho escolar do aluno, que pode ter dificuldade para ler o que está escrito na lousa ou em livros e cadernos.Para o oftalmologista Renato Neves, diretor-presidente do Eye Care Hospital de Olhos (SP), pais e professores devem estar sempre atentos às crianças para identificar possíveis limitações. “Tive uma paciente de seis anos que enfrentava sérias dificuldades de alfabetização porque tinha 12 graus de miopia em um olho e, até então, não havia sido diagnosticada”, conta.

Segundo orienta, o primeiro exame oftalmológico do bebê deve ser feito aos seis meses de idade. A partir daí, se não houver nenhuma anormalidade, a criança deverá passar por novas consultas em idade pré-escolar (aos 2, 4 e 6 anos), escolar (entre 10 e 12 anos) e quando estiver no Ensino Médio (em torno dos 15 anos).

Se detectado algum erro de refração (miopia, hipermetropia ou astigmatismo), a criança deve usar óculos. “As lentes de contato exigem um ritual de higiene que deve ser realizado todos os dias. Além disso, ela impõe algumas limitações, como, por exemplo, nunca dormir de lentes e não levar a mão aos olhos para coçar. Por isso, para crianças com menos de 12 anos, os óculos são mais recomendados”, afirma o especialista. Já a cirurgia ocular só é indicada para crianças em casos graves, quando há risco de perda de visão.

“Hoje há uma grande variedade de óculos para crianças. É importante levar em consideração que a armação deve ser resistente, leve e se ajustar bem ao rosto para que ela possa exercer suas atividades e brincar livremente. Inclusive, existem modelos com elástico que prende atrás da nuca. Só assim ela aceitará bem o uso contínuo dos óculos”, afirma Dr. Renato.

Segundo ele, existem alguns sinais que podem indicar a necessidade dos óculos. Fique atento se o seu filho:

  1. Reclama de dor de cabeça. “Quando a criança reclama com alguma frequência de dor de cabeça quando está em aula ou ainda quando faz a lição de casa, e principalmente se reclama de dor na testa, é preciso investigar. Ela pode estar fazendo um esforço extra para enxergar direito.”
  2. Senta muito próxima à televisão. “Ainda que as telas dos televisores tenham aumentado bastante nos últimos anos, algumas crianças insistem em sentar bem próximo à TV, dando sinais de que talvez sofram de miopia. O mesmo é válido para games de bolso ou livros. Se o seu filho tem esse costume, precisa ser investigado.”
  3. Aperta os olhos para ler. “Quando a criança aperta um dos olhos para enxergar, pode ser que inconscientemente esteja querendo melhorar o foco e usando o olho bom para ver bem. Trata-se de um sintoma clássico.”
  4. Anda de cabeça baixa. “Há casos em que a criança estrábica ou com desequilíbrio no músculo ocular acaba tendo dupla visão ao focar um objeto ou olhar para baixo. Para se sentir mais segura, passa a andar sempre com a cabeça baixa, na tentativa de prevenir quedas.”
  5. Lacrimeja excessivamente. “Algumas crianças não fecham os olhos totalmente enquanto dormem. Essa condição leva a um ressecamento noturno e, para compensar, os olhos passam o dia lacrimejando espontaneamente – o que atrapalha muito a visão correta e, inclusive, o relacionamento com os colegas de classe.”
  6. Coça os olhos insistentemente. “Esse é um sinal clássico de fadiga ocular e deve ser investigado. Tanto pode ter origem em problemas de visão, como pode estar relacionado à conjuntivite. Nos dias em que a umidade do ar está baixa, essa condição se intensifica tanto que pode até provocar lesões nas pálpebras.”
  7. Mostra dificuldade com a leitura. “Quando a criança, já alfabetizada, não consegue ler uma sentença sem se perder nas palavras ou pular linhas, pode ser sintoma de astigmatismo ou ainda de estrabismo.”
  8. Acompanha a leitura com o dedo. “Este é outro sinal perceptível durante a leitura. Se a criança não consegue ler sem recorrer ao dedo indicador, pode não ser apenas uma mania, mas sim um caso de ambliopia [síndrome do olhinho preguiçoso], em que as letras e palavras parecem muito próximas, dificultando a leitura.”
  9. Demonstra sensibilidade à luz. “É um sinal fácil de reconhecer. Quando a criança demonstra incômodo exagerado em ambiente muito iluminado ou ainda sob luz solar, pode ser sinal de exotropia, um tipo de estrabismo.”
  10. Tapa um olho com a mão. “Há crianças que, automaticamente, tapam um dos olhos com a mão para enxergar melhor com o ‘olho bom’. Isso pode acontecer durante as atividades escolares ou até mesmo de lazer, como ver TV. Tanto pode indicar um problema de ambliopia como de estrabismo. Por isso, não pode passar sem ser devidamente investigado por um oftalmologista.”

Fonte: iTodas