Rondonópolis/MT,

Sintomas da pré-menopausa e menopausa

Se tratando da menopausa, infelizmente, nenhuma mulher pode definir com precisão quando ela irá chegar e muito menos curar seus sintomas e efeitos no organismo. Porém, ao observar como o seu corpo se comporta, e com a ajuda de medicações, além de uma alimentação saudável, as preocupações com a chegada desta nova fase podem ser enfrentadas mais facilmente.

Sintomas da pré-menopausa


Entre os principais estão: menstruações irregulares e/ou curtas, irritabilidade, ansiedade, tristeza, dor nos seios e de cabeça, aumento de peso, ondas de calor irregulares e cistite.

Sintomas da menopausa

Ausência de menstruação, suores frios, alergias, atrofia dos órgãos genitais, secura vaginal, infecções e incontinências urinárias, distúrbios psíquicos como a depressão, aumento de chances de infartos e da gordura abdominal, pele seca, lapsos de memória, osteoporose, e todos os outros sinais já citados na pré-menopausa.

Alimentação e tratamentos


Medicamentos hormonais e mudanças na dieta são alguns dos tratamentos feitos por especialistas. Porém, a partir dos 30 anos de idade, e até antes disso, você já pode começar a consumir alimentos como: aveia, pães, massa, cereais, banana, abacate, verduras, castanha-do-pará, chocolate amargo, frango, lentilha, manjericão, e peixes de carne gorda, como o salmão.

As fibras previnem as doenças cardíacas, ajudam o intestino e aliviam o calor. O mesmo vale para o arroz, o brócolis, a couve-flor, o molho de tomate, a soja, o repolho e o gergelim.


A reposição do cálcio é fundamental com a ingestão de vitamina D e do magnésio. As amêndoas, a mostarda, o leite e seus derivados, o sorvete e o suco de laranja são mais alimentos aconselhados. As avelãs, a gema de ovo, as nozes, o óleo de linhaça e de milho, e as sementes de abóbora também auxiliam na lubrificação vaginal.