Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Como ensinar matemática de maneira divertida

As palavras "matemática" e "diversão" podem parecer inimigas à primeira vista. Mas não é porque você não se dá muito bem com o mundo dos números que seu filho deve seguir esse exemplo, não é mesmo? Acredite, existem diversas atividades de matemática que podem instigar seu filho a gostar de aprender e se dar bem com o raciocínio desde cedo.

Descubra agora mesmo como fazer com que ele estude brincando! Confira:

Aprendendo a contar no palitinho
Essa atividade, além de ensinar, pode ser muito divertida! É capaz do seu filho gostar tanto de resolver o problema que repita a brincadeira por diversas vezes. Para isso, você vai precisar de palitos de sorvete e canetinhas. Escreva no palito uma conta a ser resolvida - a dificuldade do problema é você quem decide. Deixe o resultado em branco. Em outro palito, escreva o resultado desse último problema com uma bolinha em cima do palito. Dessa forma, você terá palitos com todas as perguntas e respostas. A brincadeira consiste em uma espécie de dominó, em que tem que se criar uma cadeia de respostas
Aprendendo a somar com a aranha.

Aprendendo a somar com a aranha
No estilo do desenho de uma aranha, você vai circular um número de 1 a 10 (dependendo da habilidade de seu filho) no centro de uma folha sulfite e criar linhas, como se fossem patinhas, ao redor do número escolhido. A brincadeira começa quando você e seu filho disputam, cada um na sua folha, quem consegue criar mais somas que podem resultar no número central. Quem terminar primeiro, ganha. Lembre-se que a atividade não é uma disputa para você. Então, dê um desconto ao pequeno! No fim, você pode usar M&Ms, cereais ou docinhos para ilustrar cada conta escolhida nas patinhas.

Aprendendo a fazer contas com lego
Se você não quiser fazer bagunça com muitas pecinhas de lego pelo chão, pode imprimir as fotos de legos com diferentes quantidades de bolinhas. Quanto mais colorido, mais atrativo! Basta colocar um lego do lado do outro e pedir o resultado. No caso do papel, corte e cole em uma folha sulfite as contas. Quando seu filho estiver craque nas contas de soma, invista nas de subtração também. Depois, vá além com as de multiplicação e divisão.

Aprendendo formas geométricas
Ah, que divertido! Nessa atividade, os pequenos vão aprender a construir formas geométricas usando palitos de dente e alguma guloseima, com uvas ou marshmallows, por exemplo. A ideia é juntar as guloseimas até que se crie uma forma geométrica, em 2D, como um quadrado ou losango, ou em 3D, como um triângulo ou um cubo. Depois, seu filho ainda pode criar outras coisas, como a letra inicial de seu nome.

Aprendendo a multiplicar (e a tabuada) com desenhos
Pode parecer algo complexo, mas não é. Crianças de 5 anos, por exemplo, já podem se jogar nessa brincadeira. Com apenas um círculo com números de 0 a 9, seu filho pode aprender a tabuada de forma inovadora. No círculo, vamos supor que você deseja fazer a tabela do 2. Basta pegar uma caneta, giz ou lápis e riscar o número dois e, de dois em dois números, parar com o risco. Você vai ver que o resultado será 4,6,8,0 e novamente o 2,4,6,8,0. A ideia é ensinar o seu aluno particular que a segunda vez que o número for contado, deve vir acompanhado da dezena "10", depois pela "20" e assim por diante. Na tabela do 7, por exemplo. Conte até o número 7 e, a partir dele, você começa a contar de 7 em 7. O primeiro número que você vai parar é o 4. Mas como ele já foi contado uma vez, fica 14. Não tem erro!

Viu só? Depois desses exercícios, não vai existir desculpa de que aprender matemática é chato!


Fonte: Vila Mulher por Alessandra Vespa (MBPress)