Rondonópolis/MT,

Cirurgias plásticas muito excêntricas

Conhece a cirurgia para engrossar a panturrilha, a plástica para a vagina ou as próteses de silicone para coxas? Esses procedimentos incomuns podem parecer loucura em um primeiro momento, mas são realidade e podem melhorar a qualidade de vida de quem não está feliz com o próprio corpo. Para explicar cada técnica, conversamos com o cirurgião plástico Dr. Wagner Montenegro, que fala sobre os benefícios e indicações de cada intervenção.

Cirurgia para aumento de panturrilha

Para quem é indicada? - Para quem quer panturrilhas mais contornadas e não consegue atingir o objetivo apenas com a musculação e demais atividades físicas.
Como é o procedimento? - É feita uma pequena incisão de cerca de 2,5 cm na dobra posterior do joelho. A prótese de silicone pode ser posicionada entre os músculos, dentro de uma bolsa que é feita pelo cirurgião. Os implantes são flexíveis e dobráveis e podem ser inseridos através da pequena abertura. Em alguns casos, são usados dois implantes para cada panturrilha com o intuito de obter uma aparência mais próxima à definição do músculo.
Contraindicações - Cada caso precisa ser avaliado individualmente pelo médico, pois existem algumas doenças que podem impedir a realização da cirurgia plástica. Por isso é preciso conhecer os prós e contras de colocar silicone na panturrilha.
Recuperação - Nos primeiros dias é normal sentir dores musculares na região, mas o paciente pode fazer uso de analgésicos, conforme prescrição de seu médico. Exercícios como musculação e ginástica podem voltar a ser praticados dentro de 60 dias.

Cirurgia plástica íntima

Para quem é indicada? - Para mulheres que sofrem com imperfeições na região vaginal, como pequenos lábios volumosos e salientes, grandes lábios flácidos ou muito volume na área do monte de Vênus. Outras sentem desconforto por conta de uma perda de consistência na musculatura vaginal causada por partos normais ou envelhecimento, problema que ocasiona perdas involuntárias de urina e diminuição do prazer durante a relação sexual.
Como é o procedimento? - Existem quatro procedimentos mais procurados na cirurgia íntima: ninfoplastia ou labioplastia (são corrigidos os pequenos e os grandes lábios, retirando a pele que está excedente ou assimétrica); lipoaspiração de púbis (é retirado o excesso de gordura com o auxílio de uma cânula, reduzindo o volume da região); perineoplastia (para corrigir a musculatura vaginal); e himenoplastia (para reconstruir o hímen).
Contraindicações - Cada caso precisa ser avaliado individualmente pelo médico, pois existem algumas doenças que podem impedir a realização da cirurgia plástica.
Recuperação - Durante o pós-operatório pode surgir inchaço e hematomas na região. Esses sintomas tendem a diminuir gradativamente durante os primeiros 15 dias. Pode ocorrer também redução na sensibilidade do local durante o mesmo período. A vida sexual pode ser retomada em 30 dias.

Prótese de coxas

Para quem é indicada? - Pessoas muito magras que não estão satisfeitas com suas coxas e não conseguem o resultado com musculação.
Como é o procedimento? – Como não há próteses especificamente desenvolvidas para o aumento de coxas, é usada a prótese de panturrilha, que acaba possuindo um formato parecido com o músculo da coxa. A prótese é inserida por uma incisão localizada na região do sulco glúteo. O procedimento é realizado entre 1 e 2 horas com anestesia peridural e sedação.
Contraindicações – Consulte um médico antes, já que existem algumas doenças que podem impedir a realização da cirurgia plástica.
Recuperação - Nas primeiras semanas é comum inchaço e desconforto. É recomendado o uso de cinta pós-cirúrgica para sustentar melhor implante. Analgésicos podem ser prescritos pelo médico caso o paciente necessite. É preciso evitar exercícios físicos por, pelo menos, 30 dias.

Rejuvenescimento das mãos

Para quem é indicada? - Pacientes acima dos 40 anos que sentem incômodo com o envelhecimento nas mãos, com flacidez, ossos, tendões e veias muito aparentes.
Como é o procedimento? - Pode ser realizado com o enxerto de gordura da própria paciente que é lipoaspirado de algum local que haja excesso, como abdômen e culotes. Após ser retirada através de uma cânula, a gordura é filtrada e esterilizada, depois é injetada pelo cirurgião nas mãos da paciente, preenchendo os sulcos e depressões. Uma opção não cirúrgica é a aplicação de hidrogel, uma substância à base de soro fisiológico que não causa alergias e tem efeito duradouro. Tanto a gordura quanto o hidrogel vão sendo gradativamente absorvidos pelo organismo.
Contraindicações – Assim como nas demais cirurgias, doenças podem barrar a realização do procedimento. Por isso, consulte sempre um especialista antes.
Recuperação - Em 1 ou 2 dias a pessoa está apta a retomar a rotina normalmente.

Ocidentalização dos olhos

Para quem é indicada? – Para quem sente incômodo pela ausência de dobra na pálpebra ou pelo excesso de pele na região. Em geral, as pessoas que procuram por esse procedimento são orientais.
Como é o procedimento? - Quando há excesso de pele, é feita uma incisão horizontal na pálpebra, retira a pele extra e cria um sulco no local, dando o efeito da dobra. Quando a paciente é mais jovem e não há sobra de pele, o cirurgião apenas fixa a pele no músculo, levantando a pálpebra e criando um sulco.
Contraindicações? - Cada caso precisa ser avaliado individualmente por um médico.
Como é a recuperação? - É comum haver um pouco de inchaço, e talvez, que desaparecerão gradativamente em duas semanas. O paciente não pode se expor ao sol até a total recuperação para não ter manchas na pele.

Cirurgia de correção do umbigo

Para quem é indicada? – A chamada onfaloplastia é indicada para pacientes que sofreram efeito sanfona ou passaram por gestações que modificaram o formato do umbigo, além de pessoas que sofrem com hérnia umbilical.
Como é o procedimento? - O cirurgião plástico realiza a correção do umbigo através de um corte em forma circular por dentro do umbigo, dando origem a uma cicatriz bastante discreta. A cirurgia reposiciona o umbigo, proporcionando um melhor contorno e, no caso de hérnias umbilicais, corrige o problema.
Contraindicações - Cada caso precisa ser avaliado individualmente pelo médico, pois existem algumas doenças que podem impedir a realização da cirurgia plástica.
Recuperação - Pode haver inchaço e dor, mas a recuperação se dá em torno de uma semana. O paciente deve evitar exposição solar e exercícios físicos leves por, no mínimo, 30 dias.