Encontre no EC

Rondonópolis/MT,

Que vergonha, vou enfiar a cabeça em um buraco

Sabe aqueles momentos desconcertantes que a gente não sabe onde enfiar a cara. Dá vontade de esconder ou enfiar a cabeça em um buraco na hora. Não se preocupe todo mundo já passou por algumas dessas situações um dia.

Confira abaixo se você se identifica com alguns desses momentos. Vai se identificar e cair na risada. Fique ligado:

Uma pessoa acena e você acena de volta e descobre que o aceno era pra pessoa atrás de você.

Tentar desviar de alguém e a pessoa ir para o mesmo lado, ir pro outro e a pessoa também e quase se esbarram.

Confundir a palavra ‘push’ e puxar ao invés de empurrar.

Rir alto de algo que está lendo ou lembrar um fato engraçado, e todos te olharem como se fosse louco.

Quando o garçom diz, “Bom apetite!” e você responde, “Obrigado, pra você também”.

Enxergar um degrau que não existe e acabar tropeçando.

Perguntar sobre algum produto em uma loja achando que você está falando com o vendedor, mas escuta um: “Eu não trabalho aqui”.

Quando alguém diz que vai a um funeral ou hospital e você diz sem pensar: “divirta-se”.

Quando anda numa calçada lotada e sem querer acerta a mão na virilha de alguém.

Responder uma pessoa que você acha que está falando com você.

Ficar no vácuo quando vai cumprimentar alguém que não viu sua mão estendida (Tem coisa pior?).

Quando você chega numa festa usando a mesma roupa que outra pessoa.


E, finalmente… Quando você vai segurar na barra de segurança do ônibus ou metrô e acaba segurando a mão de outra pessoa!


Já passou por algum momento constrangedor, conte aí nos comentários.