Rondonópolis/MT,

24 mil pessoas estão na fila de espera para entrar na mansão mal-assombrada

É muita gente querendo passar uma noite inteira numa mansão macabra, sendo ensopado por litros de sangue (falso, ufa), tendo que permanecer amarrado ou acorrentado em locais sujos e minúsculos, conviver dentro de celas com insetos e até mesmo ser enforcado.

Tudo isso faz parte da proposta da McKamey Manor, em San Diego, Califórnia.


A experiência interativa é oficialmente descrita como “um filme de terror na vida real”, com toda a experiência filmada para que os hóspedes possam reviver o terror em casa. Os espectadores podem sintonizar on-line para ver os andamentos das pegadinhas assustadoras dentro da mansão. Toda a assombração tem uma duração de quatro a oito horas.


Devido à natureza cinematográfica da experiência, o fundador Russ McKamey, de 55 anos, e sua namorada Carol Schultz fazem o possível para que nenhum experiência seja a mesma dentro da casa.


Cada vítima sofre de formas diferentes lá dentro, para que o visitante nunca saiba o que farão com ele. O tema central da experiência também muda todo ano.


Apenas quatro aventureiros podem entrar na casa de uma só vez, e eles devem ter a saúde checada e devem ser maiores de 21 anos para poderem “desfrutar” do horror lá dentro. Todo o projeto é executado de graça por Russ, que surgiu com a ideia para a experiência mais de 14 anos atrás.


Disponível o ano todo, a mansão, que dizem ser “a mais assustadora do mundo”, é repleta de passagens secretas para os funcionários, dispositivos e truques, disse McKamey. Um verdadeiro fã de filmes de terror, como Psicose, Massacre da Serra-Elétrica, e A Casa da Colina, McKamey decidiu tornar a experiência assustadora o suficiente para fazer “um homem adulto borrar as próprias calças” e não poupou recursos.



O engraçado, na verdade, é que ninguém jamais completou a prova em sua totalidade; até fuzileiros navais e viciados em adrenalina falharam em suas tentativas. A experiência é tão extrema que os participantes esquecem que tudo é uma brincadeira e acabam chorando, tremendo de medo e eventualmente decidem sair.

Se tiver coragem assista ao vídeo: