Rondonópolis/MT,

Outubro Rosa Pet: câncer de mama em cadelas e gatas

Outubro é o mês da prevenção do câncer de mama. Detectar cedo o problema pode salvar vidas. As cadelas e gatas podem ter câncer de mama. Sua ocorrência na população de gatas e cadelas é tão alta quanto na das humanas. Tutores responsáveis devem sempre fazer um exame: apalpar a barriguinha e observar sempre. Senão detectado precocemente, os tumores de mama podem virar um problemão: levam a cirurgias complexas e até à morte.

Que tal aproveitar a campanha Outubro Rosa e fazer um "pet-exame" na sua cadelinha ou gatinha? A ocorrência de tumores é ainda muito comum nas clínicas veterinárias. Ao acariciar sua gatinha ou cadelinha, verifique sempre as mamas: os primeiros mamilos normalmente são bem pequeninhos e ficam logo abaixo dos membros dianteiros. A cadeia mamária se estende até o final da barriga e normalmente é composta por quatro ou cinco pares de mamas.

As mamas devem ser sempre macias e com a coloração normal da pele. Qualquer alteração ou nódulo é anormal. Pode ser desde um pequeno cisto, um acúmulo de células de gordura ou mesmo uma formação cancerosa pré-maligna. Se você notar isso, procure um veterinário rapidamente.

Casos de câncer de mama em cadelas podem evoluir para tumores muito grandes que demandarão cirurgias radicais para retirada das cadeias mamária, a mastectomia. O processo de metástase pode ocorrer, quando as células do tumor se espalham para órgãos internos, como o pulmão e o fígado, o que pode levar à morte.

método de tratamento do câncer de mama normalmente empregado pela grande maioria dos veterinários é a cirurgia para retirada do nódulo ou mama afetada. A quimioterapia é reservada para os casos mais complicados e que não podem ser resolvidos cirurgicamente.

Quanto antes detectado o problema, mais simples será a cirurgia, melhores serão as chances de cura. A maioria dos tumores de mama em cadelas é benigno, o que significa que após a retirada do nódulo o problema não irá reaparecer. Os casos complicados, quando a atenção não é dada precocemente, podem causar tumores enormes, do tamanho de laranjas em cadelas de maior porte, que irão demandar cirurgias mais complicadas, com maiores riscos e com maior chance de já ter ocorrido um processo de metástase.

Como prevenir o câncer de mama em cadelas e gatas.

É cientificamente comprovado que a castração evita o aparecimento dos tumores de mama nas cadelas e gatas.

Esse tipo de tumor tem relação com as variações hormonais. Com a castração, são retirados alguns dos órgãos responsáveis pela produção desses hormônios.

Na dúvida, procure um veterinário. Lembre-se: faça um check up  periodicamente no seu bichinho de estimação! Isso é bom para a saúde dele, garantindo bem-estar para ele e para você.

Matéria revisada por um profissional veterinário da Equipe AgendaPet.