Rondonópolis/MT,

Sua alimentação pode fazer seu cabelo cair mais: lista te surpreenderá



Qualquer pessoa adulta saudável pode perder de 50 a 150 fios de cabelo por dia. Porém, devido a uma alimentação inadequada, esse número pode aumentar. Normalmente, a causa para a queda capilar influenciada por uma má nutrição é reflexo de dietas restritivas e deficiência ou carência de determinadas vitaminas, nutrientes e minerais. No entanto, alguns excessos também podem ser prejudiciais e você vai se surpreender com os potenciais aliados da queda de cabelo.

Causadores da queda de cabelo:

Falta ou excesso de iodo: Presente em alguns alimentos que consumimos regularmente (como peixes e frutos do mar, ovos, leite e fígado), o iodo também é inserido no nosso sal de cozinha. Níveis elevados de iodo estão associados, normalmente, a suplementação excessiva ou consumo exagerado de alimentos como algas e mariscos.

Excesso de vitamina C: Quando o assunto é cabelo, essa vitamina costuma ser mais heroína do que vilã. Porém, seu excesso aumenta a concentração de alguns fungos que agravam os quadros de caspa e ptiríase (problemas que podem causar a queda dos cabelos). Seu excesso é raro porque o organismo consegue eliminá-la com facilidade, mas muita gente exagera no consumo de suplementos vitamínicos (acima de 1.000 mg por dia).

Excesso de vitamina E: A vitamina E tem um poderoso efeito antioxidante, protegendo as células contra a ação dos radicais livres. Mas apesar de todos os seus benefícios, em excesso, prejudica a absorção de ferro que é importante para a boa saúde dos cabelos. Fontes: óleos vegetais, amendoim, amêndoas, ovos, manteiga, algumas verduras, mas é muito difícil obter excesso da vitamina apenas através dos alimentos. Novamente, o maior perigo é a suplementação exagerada. Não são necessários mais do que 15mg por dia.

Falta ou excesso de selênio: O mineral é fundamental para o crescimento dos fios de cabelo, e também pode melhorar os quadros de caspa - possível causa da queda. Ele é encontrado nos grãos (trigo, arroz, milho), peixes e frutos do mar, carnes, mas nada supera a castanha-do-Pará. Coma duas ou três castanhas por dia, no máximo.

Falta ou excesso de zinco: Ele participa do processamento das proteínas no nosso corpo e da síntese do DNA, duas funções importantes para a reprodução das células no folículo capilar. No entanto, seu excesso pode prejudicar a absorção de outros nutrientes, como o ferro e o cobre, e acabar piorando a queda de cabelo. Fontes de zinco: ostras, carne vermelha, fígado, ovos, castanhas, mariscos, camarões e alguns produtos de soja.

Fonte: Bolsademulher por Jaqueline Rodrigues