Rondonópolis/MT,

A pele dos 20 aos 60 anos: 2ª parte 30 anos

Para manter uma pele bonita e saudável é preciso apostar em prevenção ao longo do tempo. Isso envolve limpeza, hidratação e proteção solar. Veja a rotina de beleza, tratamentos e como usar o protetor solar em todas as fases.

Prevenção aos 30
Radicais livres, manchas escuras de depilação e perda da firmeza. É contra eles que você tem que lutar nessa fase da vida para adiar ao máximo o aparecimento dos primeiros sinais do envelhecimento, que podem acrescentar uns bons anos ao seu RG.

Cuidados específicos
Na casa dos 30, a pele continua tendo boa quantidade de colágeno e elastina e os hormônios estão em alta. As manchas de depilação e de sol, porém, começam a querer dar o ar da graça. O negócio, então, é se antecipar a elas tomando alguns cuidados simples, como limpar, tonificar e hidratar o rosto duas vezes ao dia e aplicar protetor solar com FPS 20, no mínimo. Para quem tem pele oleosa ou mista, o sabonete com calêndula ou hamamélis é uma boa pedida, pois ajuda a controlar a produção de sebo. Já para a seca, sensível ou normal, a melhor opção é a aloe vera, que tem propriedades emolientes e cicatrizantes. "Quanto a hidratantes, indico para as maiores de 30 os enriquecidos com vitamina C a 10%. Nessa concentração, o creme consegue clarear as marcas, reduzir a ação dos radicais livres e, consequentemente, frear a formação de rugas", diz o dermatologista Adilson Costa, de São Paulo. Agora, se você abusou do sol, não controla o stress, se alimenta mal, dorme pouco, tem olhos e pele claros e histórico de flacidez na família, provavelmente vai ter que ampliar os cuidados - senão, pode ganhar manchas e pés de galinha, que normalmente só seriam vistos depois dos 40! Nesse caso, inclua no ritual diário um creme para a área dos olhos à base de gingko biloba ou soja, por exemplo, que deve ser aplicado duas vezes ao dia, pela manhã e à noite. "Essa região está mais propensa ao envelhecimento, pois a pele é bem mais fina do que a do restante do rosto e tem menos glândulas sebáceas", justifica a dermatologista Denise Barcelos, do Rio de Janeiro. E atenção: o álcool e o cigarro são outros fatores que fazem você parecer mais velha. Isso porque a bebida causa inchaço, especialmente nas pálpebras, enquanto o fumo pode aumentar em até 4,7 vezes a quantidade de rugas em relação às não fumantes da mesma raça, sexo e idade.

Apague as manchas de depilação
Os procedimentos mais eficazes para combater as marcas escuras em áreas sensíveis, como buço, axila e virilha.

Cosmético clareador 
Basta aplicar o produto sobre a mancha. Geralmente, são indicadas substâncias clareadoras suaves, que podem ser usadas inclusive de dia, como calêndula, extrato de semente de girassol, arbutin, licorice e os ácidos linoleico e kójico. Esses ativos aceleram a renovação natural da pele, removendo as células escuras com resultados visíveis a partir de quatro semanas de uso.

Número de aplicações - Uma vez ao dia.

Peelings seriados 
Como o próprio nome diz, são feitos em várias etapas para agredir menos o tecido cutâneo e não atrapalhar a rotina da paciente. "Como aos 30 anos as manchas ainda não são tão intensas, dá para uniformizar o tom da pele com os peelings de cristal e de ácido retinoico a 5%. Mas eles devem ser aplicados no mesmo dia, um após o outro, e enxaguado em casa, cerca de seis horas depois", conta o dermatologista Adilson Costa.

Número de sessões - Entre oito e dez, com intervalo de dez dias entre elas.

Laser 
O de thulium, que desembarcou no Brasil há seis meses, promete clarear até 70% das manchas na primeira sessão. "Além disso, melhora a textura da pele e corrige vasinhos e linhas finas", diz a dermatologista Denise Barcelos. A explicação, segundo ela, está nos milhões de feixes de luz que, ao ser disparados, eliminam células mortas e pigmentos escuros sem destruir a epiderme, o que acelera a cicatrização. "Após a aplicação, que costuma causar um ligeiro desconforto, a área tratada fica áspera e surgem pequenos pontos pretos, que desaparecem em até dez dias", avisa a médica.

Número de sessões - De uma a três, com intervalo de 30 dias entre elas.

Alimentos da juventude
Para prolongar o efeito do tratamento estético, faça uma dieta rica em antioxidantes, que estimula o colágeno e favorece a retenção de água na pele.

Cereais integrais 
Eles são fontes de vitaminas E, que favorece a hidratação, e do complexo B, essenciais para a manutenção e a renovação das células e a regulação da produção sebácea. "A turma do trigo e do arroz ainda contribui com magnésio, cobre, silício e manganês. O primeiro preserva o toque macio; o segundo e o terceiro aliviam a acne e estimulam a produção das fibras de sustentação e de elasticidade; e o quarto combate os radicais livres", diz a nutricionista Janice Chencinski, de São Paulo.

Quanto consumir - 3 porções diárias, sendo que cada uma equivale a 2 1/2 colheres (sopa) de farelo de aveia, 2 fatias de pão de fôrma integral e 6 colheres (sopa) de arroz integral.

Papaia 
Meia unidade fornece a cota diária de vitamina C, cerca de 50% da de vitamina A e 10% da quantidade de fibras recomendada para uma mulher de 30 anos. Por que você precisa desses nutrientes? Para melhorar a imunidade e, com isso, prevenir infecções na pele, estimular a síntese de colágeno e elastina e deixá-la com um bronzeado mais bonito e duradouro.

Quanto consumir - 1/2 unidade por dia.

Castanha-do-pará 
Trata-se da principal fonte de selênio, mineral com ação antioxidante que ajuda a manter os radicais livres sob controle - em excesso, eles aceleram o envelhecimento. "Outro destaque desse petisco é o zinco, componente essencial das enzimas que promovem a elasticidade e a regeneração cutânea e cuja carência pode levar ao aparecimento da acne", completa a nutricionista Janice Chencinski.

Quanto consumir - 1 unidade por dia.

Salmão 
O peixe de água fria é, ao lado do atum, do arenque e da sardinha, uma importante fonte de proteína, macronutriente fundamental para a formação e manutenção dos tecidos. Mais: é rico em ômega 3, um tipo de gordura boa que não é produzida pelo corpo e ajuda a minimizar a aparência de linhas finas e rugas e garantir o bom funcionamento das células.

Quanto consumir - 2 porções médias por semana.

Acerte no protetor solar
O produto ideal aos 30 anos é aquele que oferece proteção UVA, FPS 20 pelo menos e agentes antioxidantes. Essa combinação evita que o sol faça as manchas de depilação voltarem ou ficarem ainda mais escuras. Isso acontece porque os raios ultravioleta não só são atraídos pelos pigmentos marrons das marcas como também pelos vermelhos, que aparecem quando a pele fica irritada devido à retirada dos pelos. Mais um estímulo para usar o filtro religiosamente no rosto e na quantidade certa - leia-se o equivalente a dois feijões: "Nessa faixa etária, a mulher produz muitos radicais livres porque precisa se desdobrar numa jornada tripla, além de estar mais exposta à poluição, à fumaça do cigarro e ao stress", diz Adilson Costa. Sempre é bom lembrar que na praia o fator de proteção solar tem de ser bem maior, pelo menos 50. "Esse mesmo FPS deve ser usado durante o tratamento contra as manchas. Além disso, dê preferência a um protetor que seja livre de álcool, já que a pele vai estar mais irritada, inflamada e sensível", completa ele.

Veja também: A pele dos 20 aos 60 anos: 1ª parte 20 anos, 3ª parte 40 anos, 4ª parte 50 anos5ª parte 60 anos


Fonte: M de mulher